Troféu Dendê 2009

27/01/2009 at 06:00 31 comentários

Alô, som, testando. Um, dois, três, som. Alô? Estou sem retorno. Assim não dá. Pelas Condições Normais de Temperatura e Pressão (CNTP’s), a esta hora já era para a infeliz e tradicional ressaca de segunda-feira ter se dissipado. Mas, que jeito? Vai desta forma mesmo, com gosto de querosene e coturno de sargento no canto da boca.

Seguinte é este.

Depois de muita dança de rato na zona de agrião, finalmente este chibante locutor fechou contrato com a ImpedCorp para transmitir as vastas emoções da competição mais importante dos 12 continentes: o glorioso Campeonato Baiano, o segundo mais antigo de Pindorama.

Pode vibrar, torcida brasileira, que todo início de semana o plantão vai ser rigoroso, sopa de tamanco, pau puro. E nesta aula inaugural levaremos a esta distinta e culta platéia (deixa o acento, revisor fiduma santa) as abalizadas e isentas análises sobre da primeira rodada do Baianão. Na verdade, primeira para vocês, que são desinformados, pois a bola aqui já está rolando desde o dia 18, conforme vocês podem conferir AQUI e ACOLÁ. Então, vamos à terceira rodada. Terceira rodada também é modo de falar, pois o Bahia e a equipe de Madre de Deus só disputaram duas das 25 rodadas nesta enxuta e organizada competição.

Mas, chega de lero, até porque meus proventos não estão atrelados à quantidade de caracteres. Vamos à história dos subúrbios.

Bahia 4 x 0 Ipitanga

Na reinauguração do Estádio Roberto Santos*, o time sediado em Itinga, contrariando todas as previsões, mostrou que não vai lutar apenas contra o rebaixamento. Com a ajuda dos juízes, das emissoras de rádio e TV’s, do STF, do governador e da aliança pefelê, petê e TRE vai lutar, sim, por uma honrosa 6ª ou até mesmo 5ª colocação.

* A torcida tricolor gosta de chamar o estádio de Pituaçu apenas para ouvir de resposta a rima rica.

Fluminense de Feira 0 x 2 Camaçari

Depois de levar duas bordoadas nos primeiros jogos, o Camaçari foi à Feira de Santana demonstrar ao então líder Touro do Sertão que o jogo é jogado e lambari é pescado. Sapecou dois a zero e cacifou-se a lutar junto com o Bahia pelo 5º lugar.

Itabuna 0 x 1 Atlético de Alagoinhas

O Carcará, como é conhecida a poderosa agremiação do Atlético de Alagoinhas, brocou o Itabuna com um gol de Caçapa aos 40 do segundo tempo. Mais não digo porque esta peleja não merece três linhas.

Agora, vamos falar sobre o pelotão da frente, aquele que realmente está na briga pelo disputado e lambuzado Troféu Dendê 2009.

Poções 1 x 0 Feirense

Com uma sonora goleada de 1 x 0 sobre o destemido Feirense, o time do Poções mostra que está tratando este campeonato baiano como um prato de mingau quente. Comendo pelas beiradas. E neste rojão, depois de três rodadas, já está no G-4

Madre de Deus 3 x 2 Colo-Colo

O caçula Madre de Deus, que disputa seu primeiro Baianão, aposta no vigor da juventude. As principais atrações são meninos como o goleiro Jean, que jogou no Bahia em 1914, e o zagueiro Elói, que defendeu (defendeu é modo de falar) o brioso Rubro-Negro na década de 30 do século passado. E o investimento nestas jovens promessas não está sendo vão. Não é à toa que o Madre tem dois jogos e duas vitórias. E 100% de aproveitamento nesta árdua peleja, meus amigos, é dose pra Leão. Não bastasse tudo isso, a equipe do Recôncavo conta com um atacante de nome Fransuele. Ainda não o vi jogar, mas com este nome tem toda pinta de craque e matador.

Vitória 2 x 1 ECPP

A peleja mais vibrante e vibrática da rodada. Estava em jogo não só a luta pela liderança do certame, como também um tabu. Um, não. Na verdade, dois. O primeiro é que em toda a história do confronto, o brioso Rubro-Negro só havia vencido o ECPP apenas um vez. No ano passado, por exemplo, foram duas derrotas e dois empates. Além disso, o técnico da equipe de Vitória da Conquista era o mesmo Ferreira, estrategista que conquistou o título baiano de 2006, vencendo o Bitória (sim, Bitória, carajo, depois que nos classificamos para a SUDA só hablamos ahora basco castiço) duas vezes seguidas por quatro gols. Mas, ontem não tomamos conhecimento de nada disso e metemos 2 x 1, com um golaço de cabeça de Apodi aos 48 da etapa final, garantindo 9 pontos em três jogos. Segura a Bahia, Gilberto Gil, que o Leão vai rumo ao tri invicto.

É isso, amigos. Vai ser emoção pra mais de quilo. E mais não digo porque o telefone tá caro, já falei demais e não vou gastar seu senso de humor e inteligência logo na primeira transmissão.

Aguardem mais e melhores blues etílicos. Eu prometo.

Franciel Cruz, notório escrevinhador cuja excelência verbal já é bem conhecida da grande nação impedimentense. Mas a partir de hoje temos a HONRA de apresentá-lo como nosso correspondente na Boa Terra – logo, também como autoridade máxima nos assuntos relativos ao ludopédio praticado na capital espiritual do Brasil.

Entry filed under: Colunas, Contribuições, Estaduais.

Estaduais: viagem aos grotões do Brasil O dia em que Blake estourou o melão

31 Comentários Add your own

  • 1. Fábio Rosalvo Urnau  |  27/01/2009 às 06:31

    Se o Madre de Deus têm 100% de aproveitamento e a dose é pra Leão, significa um claro favorecimento ao Vitória neste Campeonato?

    Teoria da Conspiração Furada e Idiota MODE ON

  • 2. Francisco Luz  |  27/01/2009 às 06:56

    Bah, eu jurava que esse Jean já tinha se aposentado há, sei lá, uns DOZE anos.

    Estaduais são os torneios mais relevantes do Brasil, tá aí o Aládio sempre com espaço em algum time que não me deixa mentir.

  • 3. Renato K.  |  27/01/2009 às 07:02

    Seu Françuel, vai perdoando aí a minha ignorância, até porque neste momento estou acompanhando o campeonato nacional do Iêmen, onde estou tentando fazer um bando de bugres entender o que é um computador. Sendo assim, o que significa ECPP? Esporte Clube PutaquePariu?

  • 4. Sanchotene  |  27/01/2009 às 07:26

    ECPP significa Esporte Clube Primeiro Passo, mas o clube é conhecido como “Bode” e tem a torcida organizada com o melhor nome do Brasil: Kriptonita.

  • 5. Renato K.  |  27/01/2009 às 07:47

    Sancho, praticamente uma BARSA del fútbol.

  • 6. Ismael  |  27/01/2009 às 07:53

    ImpedCorp com reforço de lotar aeroporto! Parabéns, senhores!

    Pega essa, Wianey!!! huhusahushua

  • 7. Juliano  |  27/01/2009 às 07:55

    Chupa Wianey!

  • 8. Fernando Cesarotti  |  27/01/2009 às 08:07

    Sêo Françuel é gênio. E vai ser interessante acompanhar a imparcialidade desta seção… hehe.
    Só no primeiro capítulo eu já merecia umas três demissões por justa causa por rir que nem bobo na redação.

  • 9. Gustavo  |  27/01/2009 às 08:59

    Barsa.
    Fazia tempo que eu não lia isso.

    Voltei! Abraço a todos!

  • 10. beretta  |  27/01/2009 às 09:28

    #3 = aheuhaueheuehueuehaueueh

    Esporte Clube PutaquePariu mato a pau.

  • 11. maurício  |  27/01/2009 às 10:03

    torceria muito por um time chamado CARCARÁ

    vai carcar o campeonato!

  • 12. Diogo  |  27/01/2009 às 10:08

    E o prêmio de melhor camisa vai para o Itabuna!

  • 13. Renato K.  |  27/01/2009 às 10:17

    Itabuna, fonte inesgotável de trocadalhos. Do carilho.

  • 14. mardruck  |  27/01/2009 às 11:18

    Cadê o Galícia?

  • 15. mardruck  |  27/01/2009 às 11:21

    BORA BAÊA aliás.

  • 16. Franciel  |  27/01/2009 às 11:41

    Mardruck,

    O glorioso Galícia, conhecido como demolidor de campeões, está na labuta da segundona do Baianão.

    Aliás, em 2007, o time da colônia galega quase subiu. Faltou pouco. OU melhor: sobrou muito. O Guanambi meteu 10 x 0 Leônico e tirou a vaga do Galícia.

    Sobre o tema, meu amigo Claudio Leal, neto do presidente do Leônico de 1966, escreveu isto aqui, ó

  • 17. Franciel  |  27/01/2009 às 12:03

    Sancho, meu velho, Kriptonita pode até ser o melhor nome de torcida do Brasil, mas em Vitória da Conquista tem a mais saborosa e louca história de torcida que conheço.

    A mais antiga organziada da friorenta cidade do sudoeste baiano (sêo françuel também é cultura geográfica) chama-se Gaviões da Jurema.
    Até aí, como diria o filósofo, Domingos de Souza, tudo bem. Acontece que a referida agremiação de torcedores fui fundada para torcer pelo brioso Serrano, que na década de 80 tinha como dupla de ataque os irmãos Kel e Zó.
    Mas, derivo.
    O fato é que o Serrano foi despontando para o anonimato até ser escorraçado da ultrajante Segundinha do Baianão.
    Ato contínuo, o Gaviões da Jurema passou a torcer para o ECPP, exibindo faixa nos estádios e as porra.
    E tem ainda o fato que…Não, chega. Já tá demais.

  • 18. mardruck  |  27/01/2009 às 12:05

    Leônico = melhor nome.

  • 19. franciel  |  27/01/2009 às 12:20

    Mardruck,
    faltou o linque para a saga do Galícia. Eis.

    http://ingresia.opsblog.org/2007/09/27/escandalo-no-futebol-baiano/

  • 20. Prestes  |  27/01/2009 às 13:39

    Pra falar de contratações:

    Franciel >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Keirrison

    Mas eu sou BAEA!

  • 21. Arbo  |  27/01/2009 às 13:46

    “Sancho, praticamente uma BARSA del fútbol.”[2]

    Ave, Franciel!
    Bitória tri, Grêmio tri, e tudo em casa.

  • 22. col  |  27/01/2009 às 14:09

    Que bom que me ouviram. Posso dar mais consultorias se quiserem.

    hahuhahfyffalexfarsa

    39. col | 14/01/2009 at 16:27

    Obvio ululante: contratem esse baiano, cacilda!

  • 23. Junior  |  27/01/2009 às 14:31

    Franciel >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Keirrison (2)

    Franciel, esse novo estádio do Bahia é público ou é particular?

  • 24. Franciel  |  27/01/2009 às 14:43

    Júnior,
    o referido time nunca teve estádio. Sempre usou uma prática comum aqui em Soterópolis, que é a apropriação de bens públicos. A velha Fonte Nova era do EStado e o Estádio Metropolitano Roberto Santos também. Aliás, neta praça esportiva, em meados da década de 80, este rouco locutor fez um golaço de BICICLETA, a la Leônidas, numa competição intercolegial, defendendo as cores da gloriosa Escola de Engenharia Eletro-Mecânica da Bahia (EEEMBA).

    Tenho provas TESTEMUNHAIS de tão antológico feito.

  • 25. Tim Maia da Coréia  |  27/01/2009 às 14:49

    “…são meninos como o goleiro Jean, que jogou no Bahia em 1914.” – hahahaha!

    Se referir ao Itinga como Bahia foi alguma exigência para a contratação na ImpedCorp?

  • 26. Franciel  |  27/01/2009 às 14:56

    Velho tim,
    é que os textos para o IMPEDIMENTO, conforme você pode conferir, são, digamos assim, eivados de isenção.

    Umbora Bitória, Carajo.

  • 27. Victor Nyo  |  27/01/2009 às 17:57

    Tá mizera… Tenho agora mais um blog para acompanhar…

  • 28. FERN  |  27/01/2009 às 21:37

    vou botar O MESTRE pra dar um SOBIO por estas bandas e destronar este Françuel…

    Bahia terra de um time só…

  • 29. Rogério Silveira  |  28/01/2009 às 00:17

    Cara, vc simplesmente me emociona. Só a torcida do Vitória pra ter um FIGURAÇA DO CARÁI como vc. Ô texto bom da porra. Agora, véi, vê se para por aí. Se vc inventar mais um blog p escrever haja tempo p ler tudo!

    Bamo, Bamo Nêgo!! Bora Bitóra! Itinga, compadre, la concha de tu madre!

  • 30. Ricardo Santos  |  28/01/2009 às 09:13

    Franciel,
    além de rubro negro, ainda foi estudante da EEEMBa, fiquei feliz mais ainda……
    Parabéns pelo texto
    2009 o ano do Leão

  • 31. Teresa  |  28/01/2009 às 12:20

    Lugar comum: Os textos do Franciel são sensacionais!!

    Parabéns para o Impedimento por esta maravilhosa contratação.

    Salve, Salve!!

    Umbora Bitória, Carajo!

    Rumo ao tri invicto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: