Estaduais: viagem aos grotões do Brasil

26/01/2009 at 14:56 40 comentários

Os dias correm mais rápido do que preconiza o calendário e os campeonatos estaduais pegam fogo pelos quatro cantos do Brasil. Mas antes tarde do que nunca, diria o marido que descobre a traição da esposa nas Bodas de Diamante. O Impedimento não perde mais tempo e começa um giro pelos torneios que fazem do País a República Federativa sonhada pelo Marechal Deodoro. Hoje começamos com as informações vindas do Acre, do Espírito Santo, do Distrito Federal e de Goiás.

ACRE

marinasilva

Assédio moral.

Equipes participantes

ADESG (Senador Guiomard), Andirá (Rio Branco), Atlético Independência (Rio Branco), Juventus (Rio Branco), Nauas (Cruzeiro do Sul), Plácido de Castro (Plácido de Castro), Rio Branco (Rio Branco), São Francisco (Rio Branco) e Vasco (Rio Branco).

Fórmula de disputa

Marota e democrática como a fórmula de um torneio de faculdade, a do campeonato acreano faz das tripas coração para acomodar os dez clubes que disputam o troféu feito de látex. São dois grupos de cinco times. No primeiro turno, jogos só de ida dentro de cada grupo. Os dois primeiros de cada grupo fazem semifinal e final para ver quem é o campeão do turno. Os dois últimos de cada chave ficam de fora do segundo turno, que é disputado pelas outras oito equipes num troca-troca entre as chaves. De novo, semifinais e final para definir o campeão do turno. Ao fim e ao cabo – isso lá pelo mês de abril – uma final de ida e volta decide o grande campeão. Ida e volta é maneira de dizer, porque ambas as partidas serão disputadas na Arena da Floresta.

Último campeão

O Rio Branco, claro. Não contente em ser o clube mais tradicional do Estado e único representante acreano na Série C, o alvirrubro mais querido esteve em todas as finais estaduais desde o ano 2000. Venceu sete delas. Em 2001 o título ficou com o VASCO DA GAMA, ao passo que em 2006 o caneco foi para o domínio da briosa ADESG, popularmente conhecida como Associação Desportiva Senador Guiomard, nome que faz homenagem ao parlamentar autor da lei, de 1962, que elevou o Acre de território para Estado. Algo como subir da Segundona para a Série A na geopolítica nacional.

Quem mais venceu

Logicamente, o Rio Branco, que já papou 25 títulos estaduais contando a era amadora, até 1989. O Juventus e o Independência, ambos da capital, seguem na cola com 12 e 13 títulos respectivamente.

Não aposto um pastel

Nos juízes “Classe C” da federação acreana. A entidade decidiu instituir as classificações A, B e C para os árbitros do Estado. Os Crasse A apitarão os jogos da primeira divisão e os B, os jogos da segunda. O juiz que for definido como Classe C no futebol acreano eu nem me dou ao trabalho de comentar.

Por que se importar

São muitos os motivos para ficar de olho no ACREANÃO – acreditem, o pessoal por lá chama o campeonato assim. Primeiro, porque o Acre é o Estado que reúne os clubes com os melhores distintivos do bolapé brasileiro. Não sou nenhum HANS DONNER (ns), mas posso garantir o que digo. O símbolo do Náuas (melhor nome) tem o formato de uma cuia de chimarrão, talvez em homenagem aos gaúchos que foram para lá derrubar a floresta para criar gado e plantar soja. O Independência imita o distintivo do Fluminense e o Vasco da Gama, por óbvio, imita o homônimo carioca. Já o Andirá limita-se a ostentar uma CARA DE MORCEGO no seu brasão, certamente para rivalizar com a águia do Juventus e a ONÇA do Plácido de Castro.

Um pouco mais sério agora. Será interessante ver como funcionará a parceria entre o Rio Branco e o Atlético-PR. Na apresentação da equipe acreana para a temporada, o donatário do Furacão, Marcio Petraglia, esteve por lá para confirmar o esquema: o clube paranaense fornecerá reforços para o Rio Branco. A troco de quê, não entendi. A meta é colocar o time na Série B em 2010. Além disso, os acreanos apostam todos os seus cartuchos na escolha da capital para sediar jogos da Copa do Mundo de 2014, num conceito de “sede verde” que, no papel, parece mais interessante que a sangria desatada de construir espigões. Mas para que consigam levar a Copa para Rio Branco os homens do futebol pretendem parir uma Marina Silva para realizar um campeonato nos trinques e mostrar ao mundo a Arena da Floresta em pleno furor futebolístico.

Para saber mais

Os bravos blogs Acre Esportivo e Futebol do Norte cumprem a honrosa missão de nos informarem sobre o futebol praticado na terra de Chico Mendes.

ESPÍRITO SANTO

robertocarlos

Areia (E) e caminhãozinho (D).

Equipes participantes

Colatinense (Colatina), Desportiva (Cariacica), Jaguaré (Jaguaré), Linhares (Linhares), Grêmo Laranjeiras (Serra), Rio Bananal (Rio Bananal), Rio Branco (Cariacica), São Mateus (São Mateus), Serra (Serra) e Vilavelhense (Vila Velha).

Fórmula de disputa

A fórmula do CAPIXABÃO 2009 tem a singeleza de uma canção do Rei Roberto. As dez equipes enfrentam-se todas contra todas, em dois turnos. Depois disso tudo, lá quando maio chegar, as quatro primeiras colocadas disputam as semifinais, em jogos de ida e volta.

Último campeão

O vencedor do ROBERTÃO 2008 foi o Serra, que representa a cidade de mesmo nome, que fica próxima à capital Vitória. Entre as maiores glórias desta equipe fundada em 1930 está a primeira vitória de um clube capixaba no Maracanã: foi em 1999, quando o Serra bateu o Fluminense por 1 a 0 em jogo válido pela Série C.

Quem mais venceu

Rio Branco, Desportiva Capixaba e Vitória figuram entre os maiores vencedores do campeonato, com 35, 16 e nove títulos respectivamente. O Serra, atual campeão, vem enfileirando títulos nos últimos anos: foi campeão em 1999, tri em 2005 e outra vez em 2008.

Não aposto um pastel

No Clube Atlético Colatinense, do município de Colatina. Recém saída das fraldas, esta equipe fundada em 2005 é de certo modo herdeira do antigo Colatina. Subiu para a primeira divisião em 2006. No atual campeonato, já tomou quatro gols na rodada inaugural. A derrota aconteceu para o Grêmio Laranjeiras. Depois, o Colatinense tomou mais três do RIO BANANAL. O mau desempenho já ocasionou a demissão do técnico ARIDÉLSON Bianchi, que nem com um sobrenome desses conseguiu firmar-se na casamata. Talvez inspirado no seu parente mais famoso, Aridélson tenha se passado da conta ao tentar ser um treinador moderno: “Ele quer dar treino como se estivesse na Europa. Alguns se adaptaram, mas a maioria está insatisfeita”, disse um jogador ao jornal A Gazeta.

Por que se importar

Talvez para conferir até onde vai o ímpeto de MARCELO PELÉ, atacante do São Mateus que em duas rodadas já marcou três gols (entre eles, os dois na virada sobre o Linhares fora de casa).

Para saber mais

O cumpridor portal Futebol Capixaba não passa vergonha, trazendo as principais informações do futebol do Espírito Santo. Lá dá também para ouvir os hinos dos clubes, o que é sempre garantia de diversão.

DISTRITO FEDERAL

legiaourbana

Comissão técnica do Legião FC.

Equipes participantes

Brasília (Brasília), Brasiliense (Taguatinga), Brazlândia (Brazlândia), Ceilândia (Ceilândia), Dom Pedro II (Guará), Gama (Gama), Legião (Brasília) e Luziânia (Luziânia-GO).

Fórmula de disputa

Na primeira fase, disputa todos contra todos em dois turnos. As quatro melhores se classificam para um quadrangular, todos contra todos e jogos de ida e volta. As duas melhores jogam as finais e o campeão tem direito a uma cadeira no Senado Federal.

Último campeão

Aqui no Impedimento chegamos a nos exaltar com a boa campanha do Legião FC, mas como diziam nossos leitores naquele post cheio de trocadilhos infames, ainda era cedo, cedo, cedo para pensar em título. O caneco do ano passado ficou com o Brasiliense, time presidido pelo íntegro ex-senador Luiz Estevão.

Quem mais venceu

O Gama tem ao todo dez títulos distritais. Já o Brasiliense conquistou o primeiro campeonato em 2004 e não parou mais: está em busca do hexa em 2009.

Não aposto um pastel

No treinador José Lopes RISADA, do Legião FC. Com este sobrenome, impossível algum jogador levá-lo a sério.

Por que se importar

Para dar um conferes no Brasiliense, que corre em busca do hexacampeonato e se prepara para disputar a Série B. Para isso, conta com nomes expressivos do meio para frente: Iranildo, Fábio Junior, Allan Dellon e Wellington Dias pretendem dar alegrias ao suposto affair de Heloísa Helena.  Alguns deles já andaram marcando gols na estreia do Jacaré na competição.

Para saber mais

Recomendo acessar o portal Esporte Candango.

GOIÁS

leandroeleonardo1

Atire a primeira pedra quem nunca teve um cabelo desses.

Equipes participantes

Anapolina (Anápolis), Aparecidense (Aparecida de Goiânia), Atlético Goianiense (Goiânia), Goiás (Goiânia), Jataiense (Jataí), Santa Helena (Santa Helena de Goiás), Anápolis (Anápolis), CRAC (Catalão), Itumbiara (Itumbiara), Mineiros (Mineiros), Trindade (Trindade), Vila Nova (Goiânia)

Fórmula de disputa

A fórmula do campeonato goiano é confusa e melodramática como uma tragédia amorosa em música sertaneja. Os doze times estão divididos em dois grupos e o campeonato tem três turnos. No primeiro e no segundo, os times do grupo A enfrentam os do B, em jogos de ida (primeiro turno) e volta (segundo). Na terceira fase, os times jogam dentro dos próprios grupos, em partidas só de ida. Depois disso, os dois primeiros colocados de cada grupo fazem a semifinal. E só então vem a final.

Último campeão

É do Itumbiara o direito de bater no peito e afirmar que é o atual campeão goiano. E não foi um título qualquer. Pela primeira vez na história, este clube que nem chegou na casa dos 40 conquistou um título estadual, enfiando logo quatro gols em duas partidas contra o todo-poderoso Goiás.

Quem mais venceu

Por óbvio, o maior vencedor do campeonato goiano é o Goiás. A última das 21 conquistas foi em 2006. Depois disso, o Verdão teve de ceder um espaço na sua hegemonia aos modestos Atlético e Itumbiara. Vila Nova e Goiânia (hoje na segunda divisão) escoltam o Goiás com 15 e 14 títulos cada um.

Não aposto um pastel

No Goiás. Certo que queimarei minha língua, mas a equipe liderada por Iarley terá de esperar mais um tempo para erguer o caneco. Desde 2004, o campeonato goiano não repete um campeão: CRAC, Vila Nova, Goiás, Atlético e Itumbiara foram os campeões desde então. Agora chegou a vez, sei lá, da Anapolina.

Por que se importar

Por que disputam o campeonato goiano equipes emergentes do futebol brasileiro, como o Atlético-GO, agora na Série B, e o Itumbiara, que mesmo fora da Série C terá o vereador Túlio Maravilha como centroavante. E eis aí outro belo motivo: saber como Túlio vai ser virar entre a Câmara e a grande área. Errar gol feito configura quebra de decoro parlamentar?

Para saber mais

Você, eleitor consciente, deve acompanhar a atuação parlamentar do vereador Túlio Maravilha (PMDB) aqui.

Este especial seguirá até que completemos todas as estrelas da bandeira do Brasil.

Um abraço,

Daniel Cassol

Entry filed under: Estaduais.

Admite-se volante que saiba apoiar Troféu Dendê 2009

40 Comentários Add your own

  • 1. Prestes  |  26/01/2009 às 15:17

    Marcelo Pelé = Monstro.

  • 2. Prestes  |  26/01/2009 às 15:20

    Cassol, trocaste ali nos títulos o Vila Nova pelo Atlético-Go, quem tem 15 é o Vila.

  • 3. Prestes  |  26/01/2009 às 15:20

    No mas, este série promete!

  • 4. Daniel Cassol  |  26/01/2009 às 15:20

    Beleza, Prestes, mas agora to com preguiça de arrumar.

  • 5. Prestes  |  26/01/2009 às 15:25

    O fino tem a senha. Arruma ali, finote.

  • 6. Ismael  |  26/01/2009 às 15:30

    uashiuashasuhaisuhias

    Não resisti e cliquei no link dos escudos! O do S. Francisco parece que foi feito no paint pela minha sobrinha de três anos!!!

    No mais, excelente post! Essa série promete! [2]

  • 7. Leo Ponso  |  26/01/2009 às 15:37

    “Areia (E) e caminhãozinho (D).”

    hshs

  • 8. fino  |  26/01/2009 às 15:40

    Cara, no dia que eu tiver a senha disso aqui… não vou nem falar… kjsdafjksadjksdafsdfa

  • 9. fino  |  26/01/2009 às 15:41

    A propósito, excelente post…

  • 10. Francisco Luz  |  26/01/2009 às 15:49

    Bah, Cassol acabou com o dia agora. Sensacional o post, e chorei com os escudinhos acreanos.

  • 11. Francisco Luz  |  26/01/2009 às 16:05

    Vou colocar aqui porque é o post mais recente. Mas tirei do blog do Vidarte:

    POEMA PARA TITE

    MEU AMIGO TREINADOR
    SUA LIDA É O PASTOREIO
    ESTOU NERVOSO, SIM SR.
    CANSEI DOS TEUS DEVANEIOS

    EU FUI ATÉ A ZONA NORTE
    NUM TAL DE PASSO DAREIA
    O CALOR ERA QUASE MORTE
    O INTER, A MINHA SEREIA.

    MAS TU, AMIGO PASTOR
    NÃO CANSA DE 4 ZAGUEIROS
    EU JÁ NÃO PEÇO POR FAVOR
    CANSEI DE TI, RETRANQUEIRO

    NILMAR, SEMPRE ISOLADO
    NO DESERTO TAL QUAL ANFÍBIO
    E VOCÊ TÃO MODERADO
    FALANDO EM PONTO DE EQUILÍBRIO

    SAÍDA DE BOLA LENTA
    MAS VOCÊ ADORA UM VOLANTE
    ENTÃO, SEU PASTOR, NÃO INVENTA,
    DIREÇÃO SEJA MAIS ATUANTE

    CHEGA DE BALÃO DA ZAGA
    O QUE É QUE FIZESTE EM BENTO?
    O ANO MUDOU E A CAGADA
    CONTINUA AINDA EM ANDAMENTO.

    SOU FRED RIQUELME, O POETA
    NA RISCA TAL QUAL UMA FACA
    NAÇÃO COLORADA, O PATETA
    TRABALHA NA CASAMATA

  • 12. fino  |  26/01/2009 às 16:14

    Achei interessante isso aqui:

    http://colunas.globoesporte.com/olharcronicoesportivo/2009/01/25/o-dinheiro-da-tv-em-2009/

  • 13. Paulo Torres  |  26/01/2009 às 16:35

    MARCELO PELÉ já envergou a camisa do meu Galo, em 2005, depois de ter marcado alguns gols sobre o alvinegro mineiro na Copa do Brasil do ano anterior, defendendo o Estrela do Norte de Colatina (atualmente licenciado). Depois, circulou por Villa Nova, Democrata de Sete Lagoas, Guarani de Divinópolis, Araxá e retornou ao estado dos chocolates Garoto.

  • 14. Diogo F  |  26/01/2009 às 16:36

    E o CORINTHIANS PARANAENSE? Segue esperando que falem dele no Impedimento…

  • 15. Daniel Cassol  |  26/01/2009 às 16:37

    “Hoje começamos com as informações vindas do Acre, do Espírito Santo, do Distrito Federal e de Goiás.”

    Me parece que o “Corinthians Paranaense” atua no Estado do Paraná.

  • 16. Prestes  |  26/01/2009 às 16:38

    http://www.timesonline.co.uk/tol/sport/football/premier_league/article5589815.ece?token=null&offset=60&page=6

    O Times publicou as 50 piores coisas do futebol moderno, olha o que eles falam de seleção brasileira:

    17. Brazil

    The greatest team in the world have become football’s Harlem Globetrotters. Ronaldinho and Co have played only one friendly in Brazil in the past 2 ½ years. In the meantime they’ve put on a show in Oslo, Kuwait, Stockholm, London (four, about to be five, times), Basel, Gothenburg, Dortmund, Montpellier, Chicago, Boston, Dublin, Seattle and Boston. Ker-ching.

  • 17. guihoch  |  26/01/2009 às 16:41

    #11

    e´ meu

    tenho ditohoch

  • 18. Leo Garcia  |  26/01/2009 às 16:42

    Alguém viu que o Dunga convocou o Felipe Melo?

  • 19. fino  |  26/01/2009 às 16:42

    Meus times,

    no DF: Dom Pedro II
    AC: vasco
    ES:Colatinense
    GO: Atletico-GO

  • 20. Prestes  |  26/01/2009 às 16:47

    Impressionante, os gremistas tão com uma SÍNDROME DE ESTOCOLMO: se apaixonaram pelo Atlético-GO após aquela tunda, ou seria masoquismo??

  • 21. fino  |  26/01/2009 às 16:53

    Mas que safado tu é Prestes… não se pode nem reconhecer o mérito nos adversários? ksjksadfjkaad

    Digamos que eu achei o Atlético-GO um time VALENTE…

  • 22. Prestes  |  26/01/2009 às 16:55

    É que não é só tu, vários gremistas tão exaltando o Dragão, especialmente no glorioso Carta na Mesa.

  • 23. Arruda  |  26/01/2009 às 16:56

    O campeonato capixaba não tem nenhum time da capital?

    Que bizarro, o Espírito Santo.

  • 24. Sanchotene  |  26/01/2009 às 17:05

    Re 12:

    Aí está a realidade do futebol brasileiro e sua relação com a TV. Apesar do instável câmbio do real e suas oscilações incompreensíveis, ainda assim é um dos maiores e melhores contratos de vendas de direitos de transmissão em todo o mundo.

    Ainda bem que NÃO foi publicado num saite da GLOBO…

  • 25. Sanchotene  |  26/01/2009 às 17:07

    Re 23:

    O Vitória é da capital. E o Vilavelhense é de Vila Velha, cidade contígua a capital, com praticamente o mesmo tamanho.

  • 26. grassi  |  26/01/2009 às 17:17

    E depois dessa série, por que não uma obra prima sobre os clubes da nossa região metropolitana?

    Ulbra-Canoas
    Sapucaiense
    Aymoré-SL
    Novo Hamburgo
    Cerâmica-Gravataí
    Tamoio-Viamão
    ….
    Sete Tiros – Alvorada
    Expointer – Esteio

  • 27. Arruda  |  26/01/2009 às 17:21

    # 25. Sim, mas o Vitória não está disputando o Capixabão 2009. Por isso achei estranho.

    Quanto ao Vilavelhense, sei que Vila Velha e Vitória são vizinhas e que a segunda nem é a maior cidade do estado, mas é inusitado não ter um representante da capital. Seria como se o Barueri (na falta de equipe melhor) representasse São Paulo num torneio sem uma equipe da capital, por exemplo.

  • 28. Sanchotene  |  26/01/2009 às 17:32

    O Vitória está na Série B.

  • 29. Francisco Luz  |  26/01/2009 às 17:35

    Grassi:

    impedimento.wordpress.com/2009/01/21/ano-novo-casa-nova/

  • 30. Milton Ribeiro  |  26/01/2009 às 18:39

    Eu só sei que no Carioca continuam ajudando o Flamengo!

  • 31. roda  |  26/01/2009 às 18:53

    “Nascido em Goiânia, Túlio Maravilha começou como jogador no Goiás Esporte Clube aos 12 anos, tornando-se profissional aos 21. Passou por vários clubes no Brasil e no exterior e jogou na seleção brasileira. Completou o segundo grau e fez vestibular para Educação Física e Nutrição, e o fato de não ter passado o incentivou ainda mais a continuar no futebol.”

    ahahha

  • 32. Camila  |  26/01/2009 às 19:59

    Só uma correção: o dirigente do Atlético-PR que negociou a parceria com o Rio Branco se chama Mário Celso Petraglia e não Márcio Petraglia. 😉

  • 33. Daniel Cassol  |  26/01/2009 às 20:20

    Boa, Camila. Eu costumo deixar erros nos textos pra ver se os leitores estão atentos.

    Rá!

  • 34. Diogo  |  26/01/2009 às 20:23

    Luziânia de Goiás joga no campeonato do DF. Clara tentativa de se aproximar do poder.

  • 35. Flávio  |  26/01/2009 às 20:42

    Sobre a grana da tv, até entendo que Flamengo, Corinthians e São Paulo ganhem mais, mas alguém sabe por que diabos a dupla Gre-Nal ganha menos que o Santos e a mesma coisa que Botafogo e Fluminense?

  • 36. Paulo Torres  |  26/01/2009 às 23:50

    #s 23, 25 e 27: Desportiva e Rio Branco são de Cariacica, que tal qual Vila Velha fica bem ao lado de Vitória. O Engenheiro Araripe, principal estádio do Capixabão e pertencente à Tiva, fica a umviaduto de distância de Vila Velha e outra ponte de Vitória.

  • 37. Renato K.  |  27/01/2009 às 06:11

    FELIPE MELO. Depois o país inteiro torce contra e os Gilbertos da vida reclamam.

  • 38. Jabba  |  27/01/2009 às 09:53

    Excelente texto e os escudos me fizeram ficar rindo sozinho (aquela onça e o morcego são algo), ainda bem que tem pouca gente no trabalho eheheheh
    Mas este post é uma grande mentira, já que o ACREANÃO não existe

  • 39. maurício  |  27/01/2009 às 10:16

    bah cassol, te puxou afú nessa pesquisa.

    não poderei deixar de torcer para um time chamado CRAC

    passa o cachimbo por favor, vamo queimar essa pedra

  • 40. FERN  |  27/01/2009 às 21:19

    o Impedimento pretendia falar de Camp. Estadual…
    e começa com ACRE-ESPIRITOSANTO-DISTRITOFEDERAL…
    territórios hasta hoy não encontrados em MAPAS e ou midias alternativas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: