Os últimos bastiões da galhardia

14/01/2009 at 06:00 7 comentários

t_abn_31_05_2008_caracas_vs_tachira3_545

Aos poucos, as melancias se ajeitam e as cabrochas se aprumam no salão. Os campeonatos nacionais começam a dar o ar da graça. Na Venezuela, por exemplo, teremos o início do Clausura já neste final de semana. São 18 times que se enfrentam em turno único, com destaque FILOLÓGICO para Guaros de Lara, Llaneros de Guanare e Atlético El Vigía.

O grande campeão do Apertura 2008, Deportivo Italia, de saudosas lembranças, tentará com unhas e dentes  defender sua antológica conquista diante de adversários que se reforçam e enfileiram FALANGES para passar uma rasteira na esquadra carcamana.

Diante da conjuntura econômica, por exemplo, o Mineros de Guayana repatriou o meio-campista Jorge “Zurdo” Rojas, que por anos defendeu o Caracas. Mas, na verdade, trata-se de um ESTÁGIO: o jogador ficará apenas até o final de FEVEREIRO, quando deve se apresentar numa FRANQUIA qualquer dos Estados Unidos (Red Bulls). É triste, assim como a guerra.

5390443_copia2100thumb
El Zurdo arrumou emprego temporário

Mas nem só de BARRIGA DE ALUGUEL vive o Mineros. Além de Rojas, o clube negriazul, uma vez campeão nacional, em 1988, acertou a contratação dos argentinos Lisandro Moyano e Roberto Armúa, do atacante colombiano Leandro Vargas e dos  venezuelanos Rafael Mea Vitali e Enrique “Kike” García. De repente eles ficam, sei lá, até o meio de MARÇO.

Entre los clubes mais tradicionales de la Republica Bolivariana de Venezuela, o Caracas também se reforça. Os rojos del Ávila acertaram a contratação do meio-campista argentino Darío Figueroa, que andava no Maracaibo. O clube já fechou sete reforços para a temporada, entre eles os meio-campistas mexicanos Rodrigo Prieto e Gerardo ‘Tato’ Torres e o goleiro Renny Vega.

a_figueroa-garcia_vt
Darío Figueroa se bandeou para o Caracas

Já o Deportivo Táchira, que completou 35 anos no último domingo, olha para a temporada 2009 com expectativa de prosperidade. Para reforçar a equipe, foi contratado o argentino Nahuel Darío Fioretto, meio-campista revelado na CRECHE do Boca Juniors que já rodou toda a República de La Penguina Kirchner mas estava atualmente no Bolivar. O defensor Daniel Benítez, que fora emprestado ao Minervén, também retornou ao CARRUSEL.

foto_noticia_nahuel
Fioretto coordena o bolicho

Enquanto isto, o último campeão do território criollo, Deportivo Italia, parece decidido a apostar na FORÇA DO GRUPO. Baseado nesta ousada estratégia, contratou apenas reforços locais, como os meio-campistas Ronald Giraldo, ex-Zamora FC, Ángel Chourio, ex-Maracaibo, e o lateral-direito DAYBIGER Morales. O único DECRÉSCIMO importante foi a saída do defensor Gabriel Cichero, que foi para o Caracas.

h_1981
O atual campeão aposta no elenco

Você, atento e SOBRANCEIRO leitor , deve estar questionando-se sobre o porquê de, sendo o Deportivo Italia o último e glorioso campeão, os representantes venezuelanos na Copa Libertadores são Táchira, Caracas e Anzoátegui. Seria Golpe de Estado? Teria o Internacional roubado a vaga para disputar a competição no ano do Centenário?

Nada disto.  Acontece que o Deportivo Italia conquistou, sim, e com inegáveis méritos e superação, a participação na Copa, mas para a edição de DOIS MIL E DEZ, sendo o único clube que poderia tirar o ano inteiro para fazer uma pré-temporada. Portanto, como diz aquela piada muito comum nos CÍRCULOS ARTÍSTICOS freqüentados por mim (sarjeta), nunca confunda uma obra do mestre Picasso com o picasso de um mestre de obras.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Entry filed under: Nacionais, Pela América.

Honduras, o país do futebol Top 10 humilhações do Vitória

7 Comentários Add your own

  • 1. Carlos  |  14/01/2009 às 09:54

    Anuncie????

    ihhhhhhhhh…RBS vai comprar CERTO…ae fudeu.

  • 2. Luís Felipe  |  14/01/2009 às 10:30

    caracas complicará.

  • 3. douglasceconello  |  14/01/2009 às 11:11

    Torcerei pelo bi do Deportivo Italia, mas temo o ESTUDIANTES DE MÉRIDA.

  • 4. Renato K.  |  14/01/2009 às 12:03

    Não confunda entrar em melancolia profunda com enterrar uma melancia na bunda.

  • 5. Daniel Cassol  |  14/01/2009 às 12:07

    “Acontece que o Deportivo Italia conquistou, sim, e com inegáveis méritos e superação, a participação na Copa, mas para a edição de DOIS MIL E DEZ, sendo o único clube que poderia tirar o ano inteiro para fazer uma pré-temporada.”

    Baita planejamento estratégico. Medina deve estar trabalhando lá.

  • 6. Marcos Cabral  |  15/01/2009 às 06:42

    Eu sempre fui um Estudiante de Mérida…

  • 7. Sanchotene  |  15/01/2009 às 06:43

    Eu sempre fui um Estudiante de Mérida…

    Favor deletar o n.º 6. Por favor! Meu amigo Cabral não precisa passar por isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: