De volta à rotina

27/10/2008 at 22:40 10 comentários

Como vem acontecendo nos últimos anos, o Libertad já é o líder do torneio Clausura na ilha cercada de terra por todos os lados. A posição foi consolidada da rodada do final de semana, a décima quarta, quando os repolleros foram à casa do vice-líder Guarani e venceram por 2 a 1, numa virada construída em dois dias. Se seguir neste tranco, o time consolida o terceiro título absoluto consecutivo, já que papou o Apertura no primeiro semestre.

Nesta quarta-feira, o Libertad tem a chance de abater, se não um adversário direto, pelo menos um rival tradicional. O Cerro Porteño é apenas o sexto colocado, com 21 pontos – oito a menos em relação ao líder – e vem de um empate diante do Sportivo Luqueño, de má campanha.

O treinador Rubén Israel não poderá contar com o atacante Roberto Gamarra, que deve ficar de fora de pelo menos três partidas devido a uma lesão na partida contra o Guaraní, que foi interrompida na metade no sábado, devido ao temporal que caiu em Dos Bocas e em boa parte do Paraguai. O segundo tempo teve de ser jogado no dia seguinte, com o jogo já em 1 a 1. O gol do Guarani, aliás, encerrou uma invencibilidade de 401 minutos arqueiro Víctor Hugo Centurión. O substituto de Gamarra será ou o uruguaio Juan Manuel Olivera ou Manuel Maciel, autor do gol da virada contra a equipe aborígine, no lance em que chutou a bola mais ou menos junto com o colega Cáceres (foto acima).

Depois de começar o torneio se fazendo de vesgo para comer em dois cochos, o Libertad protagonizou uma ascensão vertiginosa. Nas últimas cinco partidas, foram um empate e quatro vitórias, incluindo duas fora de casa e um 3 a 0 no Nacional. O tricolor, aliás, emendou uma seqüência de três vitórias e um empate depois desta derrota e, assanhado, já fala até em conquistar uma vaga para a Libertadores.

Já o Olímpia segue mal. Venceu na última rodada, em partida dramática contra o Silvio Pettirossi, mas vem sobrevivendo de empates e amarga a oitava posição. Pettirossi que, não bastasse ocupar a última posição, teve sua sede parcialmente destruída pelo temporal e saqueada pelos camaradas do alheio. 

Mas a grande notícia do final de semana no Paraguai não foi a vitória do Libertad, nem o temporal que se abateu sobre o país, nem a viagem do presidente Fernando Lugo para encontrar-se com George W. Bush (o ex-bispo se encontrando con el diablo). Um grupo de desocupados ligados à Asociación Rural del Paraguay fez um churrasco com 26.145 quilos de carne, batendo o recorde mundial de “Maior quantidade de carne assada consumida ao ar livre” de acordo com o Guinness Book.

Isto porque este tal de Guinness nunca esteve em Formigueiro. Certa feita, participei de um churrasco no Cerro do Louro para quinze mil pessoas. Havia tanta carne e a churrasqueira era tão comprida que os assadores revisavam os espetos de motocicleta. E o sal grosso era jogado de um avião agrícola.

E olha que não costumo mentir.

Um abraço,
Daniel Cassol
Fotos: site do Libertad e jornal La Nacion.

Entry filed under: Nacionais.

Não pára, não pára, não pára Los santos com a bata na mão

10 Comentários Add your own

  • 1. Serramalte Extra  |  27/10/2008 às 22:53

    pô Cassol… mas 26 toneladas de carne não dá pra 20 comer?

    dá pra uns 50 mil comer…

  • 2. Daniel Cassol  |  27/10/2008 às 23:02

    É que o pessoal estava com fome, Serra.

  • 3. saulo  |  27/10/2008 às 23:09

    O Libertad do Paraguai é o São Paulo no Brasil.

  • 4. Ingrid  |  27/10/2008 às 23:14

    3. saulo | 27/10/2008 at 23:09
    O Libertad do Paraguai é o São Paulo no Brasil.

    Bambis?

  • 5. Prestes  |  27/10/2008 às 23:23

    “Libertad já é o líder do torneio Clausura na ilha cercada de terra por todos os lados.”

    Cara, a coisa mais hilária do mundo foi quando eu conheci um paraguaio que era marinheiro. Bah, a gurizada não perdoou.

  • 6. Robson  |  28/10/2008 às 08:16

    “Havia tanta carne e a churrasqueira era tão comprida que os assadores revisavam os espetos de motocicleta. E o sal grosso era jogado de um avião agrícola.”

    ahuahaioaiuauaa…

  • 7. Gustavo  |  28/10/2008 às 09:00

    O récorde anterior não era em Bagé?

  • 8. Guillermo  |  28/10/2008 às 09:28

    Não entendi qual o critério que o saulo usou para comparar o Libertad com o spfw… talvez a Ingrid tenha matado a charada, mas de bambismo eu não entendo e não posso comentar…

    Libertad nunca ganhou muita coisa, sempre sendo lembrado como o time do presidente da Conmebol, Nicolas Leoz. Só nos últimos anos que começou a fazer campanhas melhores tanto no Nacional quanto na Liber. Ahhh… e é um dos malditos times que não barrou os encarnados em 2006, mesmo tendo o Guizadinho no time… 🙂

    DÁ-LHE GRÊMIO!!!

  • 9. Gralha  |  28/10/2008 às 11:02

    Fogo de chão, que beleza

  • 10. Rudi  |  29/10/2008 às 07:41

    esse gol feito por chute de 2 lembra um episódio do Captain Tsubasa… (anime de futebol feito por japoneses, tosco mas engraçado)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: