O herói desdichado

23/10/2008 at 08:54 154 comentários

A mídia corporativa vem repetindo que Alex foi o responsável pela vitória do Internacional frente ao Boca Jrs. Manipuladora, omite o fato de que o verdadeiro herói da noite foi Marcão. Possuído pelas substâncias que o fazem sacudir as melenas ao vento, o lateral-esquerdo entrou no meio da partida para mexer com os brios de seus companheiros e arrastá-los para o triunfo. Os dois golaços de Alex constituem mero detalhe.

O Boca veio descaracterizado, como dizem os cronistas, tão fornidos de frases para encaixar na realidade. Eram los pibes em campo, mas um gaiato que chegasse de Santana do Livramento a tempo só de acomodar-se no concreto do Beira-Rio acreditaria que ali, de azul e ouro, estivesse a equipe principal de Carlos Ischia.

Matreiro como um peão de estância que sabe do tempo pelo que lhe dói as juntas, o time argentino executava com perfeição o tradicional toque de bola dos clientes do cabaret, amorcegando a partida e enervando os corações colorados.

No entanto, como aos jovens bosteros falta um pouco de frijoles, a principal proposta argentina era a retranca. Suas ousadias ficavam por conta do latifúndio às costas de Ângelo e Gustavo Nery, situação agravada porque não havia Guiñazu para guardar a tranca da porteira.

Melhor em campo, o Internacional não ameaçava a meta adversária pois ela estava resguardada por pelo menos sete jogadores que se posicionavam na frente da área, em linhas de três e de quatro. Pelos lados não havia esperança, pois Nery e Ângelo pareciam enfrentar aguda crise existencial, já que não sabiam se apoiavam ou marcavam. Magrão, preso com segundo volante, não subia para o ataque. Restou para Alex e D’Alessandro – com boa vontade, até para Andrezinho – resolver tudo nas jogadas individuais.

Da arquibancada inferior do Beira-Rio, dois enigmas ocupavam meu pensamento: por que as pessoas bebem cerveja sem álcool e por que Gustavo Nery é titular do Internacional.

Para ambas as questões, ainda estou sem resposta. Mas o fato é que a entrada de Marcão no segundo tempo deu novo ritmo à partida – e isso não se trata de um mote maroto para abrir o texto. Com mais vigor, resolveu parcialmente a ausência de jogadas de linha de fundo, bem como o vazio aberto no lado esquerdo da zaga. A situação ficou ainda melhor com a entrada de Sandro: a exemplo da última partida contra o Atlético-PR, o jovem volante atuou com segurança na defesa e liberou os adultos para subirem ao ataque num momento em que o Inter recuava todo para a própria zaga, logo após o primeiro gol.

Para não resumir em palavras o que a maioria dos leitores tem gravado nas retinas da alma, sustento que, naquela conjuntura, resultou razoável que a maneira encontrada pelo Inter para chegar ao gol foi com duas buchas de Alex de fora da área. Nosso estimado Fala Fina, mais uma vez, compensou a desorganização do ataque colorado com seus lampejos de craque. A expulsão do atacante Noir nos rumos do final da partida não alterou o quadro geral, já que o Boca seguiu retrancado.

Agora é recuperar o Guiñazu e jogar com decência na Bombonera, que é um abraço pros gaiteiros.

Do treinador colorado, venho evitando mencionar seu nome.

E, falando em nome: Vilmar é a tua avó, Olé.

Venceremos,
Daniel Cassol
Foto: Alexandre Lops/Internacional.

Entry filed under: Sul-Americana.

Uma razão inocente En la Bombonera

154 Comentários Add your own

  • 1. Maurício  |  23/10/2008 às 09:02

    tinham que mandar esse gustavo nery e o ângelo para o leprosário do beira rio, junto com chiquinho, diegoediogo e outros renegados!

    no mais, acho que vale comemorar também a saída de cena dos defensores de uma eventual volta de clemerrrrrrrrrr na bombonera, devido à atuação segura do lauro ontem.

  • 2. gilson  |  23/10/2008 às 09:24

    http://esporte.ig.com.br/futebol/2008/10/22/procuradoria_pede_recurso_e_kleber_tera_de_voltar_ao_stjd_2062430.html, tá dando na cara o esquema PARMERÃO 2008.

  • 3. Geovane  |  23/10/2008 às 09:27

    Eu só não entendo como que um time que ganhou de 4×0 da LDU mostrou um futebol com tamanha falta de criatividade no ataque.
    Eu esperava mais dos ‘garotos’ do boca…

  • 4. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 09:33

    Vilmar
    jaksdkajsdkajsdkajsdajksdjkasdadja

    – fui eu falar que Gustavo Nery não estava mal e ele teve uma atuação fraca, bem fraca.

    – sinto que Douglas está furioso com os elogios a Marcão

    – Alex está sensacional.

    – Não é a primeira vez que Larrionda apita em favor de time argentino no Beira-Rio. No empate contra o Vélez em 2007 ele sonegou dois penais claros no Pato

  • 5. dante  |  23/10/2008 às 09:33

    queiram os corneteiros de plantão ou não, alex 1] está gastando a bola, 2] merece sim uma chance na seleção [infelizmente…] e 3] não tem equivalente à altura nos times da série A do brasileiro.

  • 6. Carlos  |  23/10/2008 às 09:36

    #2
    Coitadinho do Kleber…não fez nada o campeonato inteirinho, né?

    Qto ao jogo, se o Boca jogar com esse time reserva que inexiste no ataque…O Inter passa fácil, muito fácil. Acho dificil mesmo com o time titular o Boca reverter.
    Gustavo Nery pra mim é uma piada…Querem o Helder ou o Pico????

    Achei o time do Boca uma porcaria sem tamanho…deuzolivre…

  • 7. Carlos  |  23/10/2008 às 09:37

    LF, o q o juiz fez? sério, não vi na RBS…

  • 8. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 09:38

    voto com o relator Carlos. Os reservas do Boca são muito ruins. O treinador que é bom, pois o time estava bem ajeitado e até criou algum problema.

  • 9. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 09:41

    teve um pênalti no final da partida e um anterior que foi dado fora da área. Além disso, não tinha critérios.

    se bem que teve um outro pênalti que só eu vi – por que estava na linha do lance, não vi ninguém comentar – do Magrão dando um carrinho pelo lado no jogador do Boca dentro da área. Pra mim, foi claríssimo.

  • 10. Carlos  |  23/10/2008 às 09:43

    Bom…critério aquele juiz nunca teve nenhum…sempre foi uma bosta de juiz…E realmente…algumas faltas escancaradas ele não deu…

    Mas sinceramente não vi nenhum pênalti claríssimo…esse da área é o lance do Nilmar? Achei fora da área…

    De novo, qto ao time…o esquema funcionou…mas o ataque, principalmente aquele centroavante novo…o q q era aquilo, meu deus? chorava de tão ruim…

  • 11. leandro rizzi  |  23/10/2008 às 09:51

    Fala-se em Nery, critica-se Ângelo, mas em linha alguma o nome de Edinho é citado. Manter ele na titularidade da equipe é um acinte a inteligência alheia.

  • 12. Ingrid  |  23/10/2008 às 09:54

    Da arquibancada inferior do Beira-Rio, dois enigmas ocupavam meu pensamento: por que as pessoas bebem cerveja sem álcool e por que Gustavo Nery é titular do Internacional.

    hahahaha

  • 13. douglasceconello  |  23/10/2008 às 09:59

    Concordo com Cassol. Marcão entrou bem, realmente. E prefiro ele a Gustavo Nery. Pelo menos o careca cabeludo tem vergonha na cara e consegue correr com alguma desenvoltura. Antes um ruim esforçado do que um meia-boca mascarado.

    Gostei muito MESMO de Andrezinho. No primeiro tempo, ele cadenciou o jogo com DESTREZA.

    E, de fato, Lucho Figueroa foi o jogador mais lamentável na cancha.

  • 14. fino  |  23/10/2008 às 09:59

    E no tira-teima, ficou provado que o Inter, quando quer, tem condições de encarar qualquer time… mas, então, se a minha teoria se mostra confirmada, tomara que venha O BOTAFOGO pela frente siahasdfjkajksadf

    E a cobrança de falta do dalefarsa não ter entrado foi um pecado (ui)…

  • 15. douglasceconello  |  23/10/2008 às 10:00

    E ô, Maurício, deixe de ser GAIATO. Lauro não fez UMA defesa.
    Volta, Clemer! hsushshus

  • 16. Cassol  |  23/10/2008 às 10:02

    ôoô, Rizzi, assim tu quer me complicar!

    Se eu falar mal do Edinho, vou ser demitido por justa causa.

    Edinho é a VACA SAGRADA do Impedimento.

  • 17. izabel  |  23/10/2008 às 10:03

    massa o texto, cassol.
    o jogo no parque antárctica foi muito bom, sensacional.
    mas o juiz, um mr. beans muito louco.
    os palmeirenses (e a mídia do centro) vão chiar durante um mês e meio, e com razão.
    mas eu achei tudo muito engraçado.
    o argentino comemorando o gol em cima da PATROLA (aprendi essa palavra depois do resumo da rodada aqui no impedimento. eu jurava que o nome daquilo era TRATOR), enfim, foi o melhor momento da noite.

  • 18. Bruno  |  23/10/2008 às 10:07

    Leandro: não pronuncimamos o nome que inicia por E. aqui.
    Ontem eu e o vigia do trampo estávamos torcendo pra ele, por algum motivo qualquer, ser expulso. Quebrar a perna também tava valendo.

  • 19. douglasceconello  |  23/10/2008 às 10:12

    Izabel, trator é aquele que anda na ROÇA puxando o ARADO.
    Patrola é aquela usas nas ESCAVAÇÕES, que tem uma CONCHA para cavocar terra. Pelo menos eu aprendi assim.

    – Douglas Pasquale Ceconelllo.

  • 20. joão carlos  |  23/10/2008 às 10:24

    já que o pessoal falou do palmeiras, vão estreiar novo patrocinador na próxima rodada:

    esquema traffic/globo/zeus

  • 21. gilson  |  23/10/2008 às 10:28

    Fiquei na pilha de ver essa imagem da patrola aí, imagina só o Silvio Luiz narrando um acontecimento desses,,,

  • 22. JC  |  23/10/2008 às 10:43

    Mas joga bola esse FALA-FINA, hein? Só BUCHA!

    E que timezinho bem fraco esse B do BOCA…até um SELECIONADO do IMPEDIMENTO triunfaria sobre ele.

  • 23. Guillermo  |  23/10/2008 às 10:44

    Tchê…

    Não vi todo o jogo por isso não vou opinar muito, mas vi os 5 minutos que antecederam o golazo do Alex no 2×0 (depois disso desliguei a tv irado…) e mesmo gaiato não vindo da Sant’anna do Livramento mas do Petrópolis não vi nos pibes do Boca chances de ganhar dos Galácticos do Aterro.

    Na volta só se Román e seus blue caps entrarem e estiverem inspirados para tirar essa vaga dos encarnados.

    DÁ-LHE GRÊMIO!!!

  • 24. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 10:46

    brabo é ir até Guadalajara pegar o Chivas. Bem que o River podia fazer o crime…

  • 25. mardruck  |  23/10/2008 às 10:47

    http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM900574-7824-MELHORES+MOMENTOS+DE+PALMEIRAS+X+ARGENTINOS+JUNIORS+PELA+COPA+SULAMERICANA,00.html

    Comemoração na patrola.

  • 26. Gabriel  |  23/10/2008 às 10:47

    Que jogão!
    O Alex tá muito tranquilo, jogando com muita facilidade, o segundo gol foi espetacular!
    Douglas concordo sobre o Andrezinho, achei que funcionou muito bem no primeiro tempo.
    A janela do dalessandro foi muito afude.
    No entanto o Angelo e o Nery nao funcionam, na direita bota até o danny, sei la, mas o angelo nao marca e nao ataca, muito ruim!

    O boca tava fechadinho, tirando a cabeçada do bolivar o inter nao chutou nenhuma bola de dentro da area. Bom resultado, da pra classificar e ganhar essa bagaça!

  • 27. Ismael  |  23/10/2008 às 10:53

    Abaixo o sistema de cotas na lateral direita!

  • 28. Negrotcho  |  23/10/2008 às 10:59

    – Muito boa a participação do Andrezinho. Foi o personagem que mais teve atitude frente ao bloqueio do Boca.
    – O time do Inter ainda mata o Nilmar com esses balões “te vira guri”
    – Nosso treinador quase compromete o resultado ao demorar tanto para sacar o Andrézinho( que estava visivelmente cansado na metade da segunda etapa)!!!
    – Constrangedor passarmos um ano inteiro sem laterais! Marcão entrou muito bem
    – Impressiona ver o Boca jogar!!! Mudam os nomes (jogadores e comissão técnica) e o estilo de jogo é sempre o mesmo. Tem que respeitar!

  • 29. Isaque de Brito  |  23/10/2008 às 11:03

    Realmente não entendo pq as pessoas bebem cerveja sem alcool, seria pelo cartaz que diz CERVEJA ESPECIAL?
    Quase fui engado pensando que seria servida uma Original.

    A torcida (não só a popular) abafou os cerca de 400 bosteiros que assistiram o Inter jogar. Foi bem legal.

    Abrasssss

  • 30. Gralha  |  23/10/2008 às 11:06

    “por que as pessoas bebem cerveja sem álcool”
    Isso também me intriga.

    LF, tem uma câmera paralela à linha da área, do outro lado do campo, que mostra claramente a falta fora. pelo menos, nas minhas vistas.

    no mais, sensacional a vitória do Bicho Colorado.

  • 31. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 11:08

    aí eu reconheço que fico prejudicado, pq só vi o lance uma vez e no estádio.

  • 32. André K.  |  23/10/2008 às 11:12

    e no final do jogo o cara realmente segurou o Nilmar pelo ombro, mas ele deu uma valorizada tão grande que o juiz fica constrangido de marcar. Síndrome de Leandro Machado.

    dois enigmas ocupavam meu pensamento: por que as pessoas bebem cerveja sem álcool e por que Gustavo Nery é titular do Internacional.

    A teoria dos bebuns é a de que se o cara já tá na ceva antes, a sem alcool dentro do estádio ajuda a enganar e mantem o cara ao menos até o intervalo. Mas é teoria de bebum.

  • 33. douglasceconello  |  23/10/2008 às 11:30

    “por que as pessoas bebem cerveja sem álcool”

    ESPERANÇA de rolar um efeito PLACEBO.

  • 34. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 11:39

    fiquei sabendo que a “torcida que só canta para si mesma” (CASSOL, Daniel, 2008) e que “nunca consegue contagiar o estádio” (CASSOL, Daniel, 2008) teve seus cantos entoados por toda a inferior ontem, é verdade?

  • 35. Francisco Luz  |  23/10/2008 às 11:41

    Teve um pênalti do Edinho também, que levantou a asa dentro da área e deu um cotovelaço na bola. Vi isso detrás do gol do placar, e foi lá do outro lado.

    Andrezinho jogou muito bem na função de Guiñazu, pois trancou qualquer alternativa de ataque dos caras. Isso que era importante.

    E G. Nery é uma farsa. Edinho, desisti. Ele errou TODOS os passes que deu, até os que acertou — pois sempre dava um jeito de tocar mais atrás de quem ia receber, e aí jodia todo o ataque.

  • 36. douglasceconello  |  23/10/2008 às 11:55

    Sim, a arquibancada inferior teve que puxar a Popular pra ver se eles aceleravam aquela ladainha. shasausash

  • 37. Gabriel  |  23/10/2008 às 11:55

    LF até na superior cantaram as músicas da popular, até mesmo a ridícula dos mamonas! Mas isso não pela popular, mas sim pelo clima do jogo. Antes do jogo começar teve um momento que a popular cantou, cantou e quando parou os 200 do boca eram ouvidos no estadio inteiro.

    Ontem na superior tinha um pedaço da arquibancada que estava sem cadeiras, apenas o concreto. Um indio tentou sentar ali – um cara que trazia consigo uma garrafa de vodca, a qual misturava coca-cola e fazia um sambao. Porém um outro cara o impediu de sentar, pois falou que atrapalharia a sua visão. Houve discussao, xingamento e hostilidade de ambas as partes. No final eles chegaram num consenso, se abraçaram e foram agraciados com a torcida na volta gritando: Beija! Beija!

    Foi surreal!

  • 38. douglasceconello  |  23/10/2008 às 11:57

    asuuasuahsuhasuasuh

    Melhor cena. Queria estar junto deles. Não apenas pelo abraço, mas principalmente pela canha.

  • 39. dante  |  23/10/2008 às 11:58

    LF: na verdade, quem puxava os CÂNTICOS e INFLAVA a popular [e o resto do estádio, principalmente a inferior, ali pela área da nação independente] éramos nós [eu, cassol, CECCO]. aí o estádio nos seguia. lalkflkadsfklsdjfs

    aliás I, chegamos a algumas conclusões sobre as organizadas do inter:

    – popular: o cara do bumbo INJETA maconha, só pode. aquele compasso 3/18 é MUITO morto, PUQATYPARIL.

    – nação independente: nada. estão lá pra fumar crack e brigar. com sorte, lá pelos 15 do segundo tempo eles acertam o bumbo com a caixa por uns 10 segundos. também são muito bons em atrapalhar a visão dos cristãos com suas bandeiras de estampas sem sentido [BULDOGUES e quetais]. fui num jogo, certa vez, em que o piá que empunhava uma bandeira – um guri de uns 10 anos de idade – estava usando uma camisa do CRUZEIRO. nenhum sentido. fiquei lá discutindo com o moleque. “vai tirar essa camisa, guri”, etc. – quase apanhei da rapaziada em volta. heh.

    – camisa 12: atualmente, não se sabe EXATAMENTE quem é ou quem não é da 12. fica todo mundo meio junto ali no CANTÃO da inferior. algum gaiato desavisado pode ser até COAGIDO a pagar o DÍZIMO, mesmo não sendo da torcida.

    – aquela da superior que tem uma CHARANGA e eu não sei o nome [fico?]: é a mais massa. é só uma meia dúzia de VÉIOS que fica soprando uns TROMBONES e indo atrás do que o estádio estiver cantando. digno.

    aliás II, decidimos que vamos fazer uma nova torcida colorada. será uma TORCIDA DESORGANIZADA, cuja única utilidade será repetir os cantos da popular, mas com um ANDAMENTO LIGEIRAMENTE mais rápido.

  • 40. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:09

    Bebem por que é melhor que água…

  • 41. Maurício  |  23/10/2008 às 12:09

    ôooooooooooooooooooooooooo douglas, não fez uma defesa mas teve várias chances de botar a bola pra dentro e não botou.

    teria clemer feito o mesmo?

    a torcida canta as músicas da popular, bem mais acelerado. o povo termina a música e os cara tão lá, se arrastanto, intoxicado pela baura e pelos sinalizadores, hshshshhss.

  • 42. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:10

    “… porque…”

  • 43. Maurício  |  23/10/2008 às 12:12

    dante, sempre defendi a categoria da super fico, que tem no seu repertório tim maia e lulu santos.

    CATEGA

  • 44. Gabriel  |  23/10/2008 às 12:16

    Dante, acho que é a FICO ainda… Concordo que seja a que ainda mantem uma certa dignidade.

  • 45. Gralha  |  23/10/2008 às 12:30

    Que diabos é o 1969 que 4 gaiatos da 12 mostravam antes do início do jogo???

  • 46. branco  |  23/10/2008 às 12:31

    Eu bebo cerveja sem álcool por que não consigo beber água ou refri em quantidades industriais. E cerveja, mesmo sem álcool cumpre bem a função de manter uma mão ocupada.

    Edinho não dá mais, e os laterias também não. Defendo a tese de jogar com 2 cones nas laterais. Pelo menos os outros jogadores saberão que estamos com 2 a menos e tentarão compensar de alguma forma.

  • 47. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:31

    O fim da supremacia gremista que durou 13 anos no futebol gaúcho…

  • 48. Gralha  |  23/10/2008 às 12:32

    Ah….

    Que sem graça.

  • 49. dante  |  23/10/2008 às 12:34

    sancho,

    então estamos com… 39 anos de supremacia colorada?

    [pronto, começou]

  • 50. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:35

    Hahahahahahahaha!!!!

    Não. Pelas minhas contas, são apenas 7. Muita coisa rolou desde 1969…

  • 51. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:36

    Falando sério, é muito mais provável que seja uma alusão ao ano de fundação do Beira-Rio.

  • 52. Gralha  |  23/10/2008 às 12:36

    outra coisa: a FIFA não tinha proibido o Inter de usar SEU SANTO NOME nas paredes das arquibancadas e nos letreiros?

  • 53. Gralha  |  23/10/2008 às 12:38

    outra coisa: “SOMOS A RESISTÊNCIA”???

    [tá, foi a última. agora parei]

  • 54. Francisco Luz  |  23/10/2008 às 12:42

    1969 é o ano de fundação da 12.

  • 55. Maurício  |  23/10/2008 às 12:45

    somos a resistência = jamais nos matarão

    1969 = camiseta comemorativa do gauchão 77

    tô esperando o núcleo de gremistas cacalistas argumentar que a competição não vale nada e o que o boca não era o boca…

  • 56. Paul  |  23/10/2008 às 12:47

    Báh, eu também quando vi aquele cartaz : “CERVEJA ESPECIAL” fui cheio de esperança perguntar que cerva era.

    “KRONEMBIER, sem alcóol.” me responde laconicamente o balconista.

    “Buenas, me dá duas águas então.”

    “Tá certo, é tudo ÁGUA mesmo…”

    Quase abracei o vivente.

    /——-/

    E aquela bola que o zagueiro cabeceou prá trás, o goleirão meteu um golpe de vista em homenagem ao Clemer e ela marotamente picou no travessão?

  • 57. Sanchotene  |  23/10/2008 às 12:59

    Já sei, o “1969” era uma alusão ao AI-5…

  • 58. Sanchotene  |  23/10/2008 às 13:00

    Não sou cacalista, mas… “a competição não vale nada e o que o boca não era o boca…

  • 59. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 13:00

    outra coisa: a FIFA não tinha proibido o Inter de usar SEU SANTO NOME nas paredes das arquibancadas e nos letreiros?

    isso foi obra do mui imparcial advogado Alberto Guerra, que afirmava nos jornais que estava defendendo apenas e tão somente os interesses da FIFA e da legislação relativa aos direitos de imagem. Hoje, por coincidência, é conselheiro de Administração do Grêmio.

  • 60. Carlos  |  23/10/2008 às 13:03

    #55

    Já que tu pediu:

    Sim, era o Super Boca, o maior time, o maior tudo, sensacional, fora de série…
    Mas o hiper time maior do mundo colorado, sensacional ganhou.

    Tá bom assim?

    Ah, a maior copa sudamericana já jogada com TODOS OS ESTÁDIOS lotados, fora de série, maior já visto, demais, etc etc…

    Pra ver comentários como esse, basta entrar naquele blog colorado do clicrbs…

    Depois o gremista é arrogante…

    Pronto, entrei no 5ª série mode on.

  • 61. André  |  23/10/2008 às 13:06

    Um belo frango aquele segundo gol do Inter.

  • 62. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:07

    o Negrotcho já falou quase tudo q eu ia falar, então… vou REPETIR hehehe.
    Me impressiona como times argentinos em geral, mas o Boca – sobretudo, são especialistas em passes precisos e objetivos. Se eles tivessem um ataquezinho melhor teriam incomodado mais, acho q fizeram o q poderia ser feito com o q tinham.
    Vi o primeiro tempo completo e só pedaços do segundo. Andrezinho me chamou muito a atenção. Alex chuta demais, e dribla tbm, no primeiro tempo passou por uns 4 e quase fez um golaço. A torcida foi ouvida o tempo todo na tv, deve ser bonito pra quem não é gremista ouvir.
    No mais, vi só hj de manhã aquele vídeo q o fino deu o link, do hitler e o inter, ri demais! “senhor… nós vendemos o renan…” hauhauahuahua

  • 63. Gralha  |  23/10/2008 às 13:07

    #55

    Não sou oportunista. Pode verificar todos os meus comentários em posts anteriores sobre a Sula – inclusive antes da estréia esse ano.

    A SULA NÃO VALE NADA [opinião minha, ok?]

  • 64. Serramalte Extra  |  23/10/2008 às 13:08

    Pior é que na Sudamericana teoricamente poderia ter ceva. Ainda estamos dentro do prazo que a justiça deu para os clubes se ajustarem à lei, acabou a ceva porque a CBF proibiu nas competições dela…

    Se abrissem essa exceção a Sudamericana teria algum sentido.

  • 65. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:10

    ah, e, LF ou AK, sabe alguém me dizer se existe regra da sulamericana contra paradinha do D. Souza? Ou vale a interpretação do juiz?

  • 66. Prestes  |  23/10/2008 às 13:12

    Cassol, discordo parcialmente da tua análise do jogo.

    Primeiro que a expulsão do jogador do Boca alterou e muito a partida. Após levar o primeiro gol só dava Boca. Com a expulsão se retraiu de novo.

    Segundo que, sim, o Marcão entrou muito bem. Mas não consigo imaginar que te salte mais aos olhos a ruindade do Nery que a do ANGELO. Pelo amor de deus. Angelo é inter anos 90 e olhe lá. Da estirpe de Valdir, lateral-direito reserva do Gama que o Inter contratou certa feita. Ou de Cleomir, Beto Cruz, Everaldo, entre outros. Ricardo Lopes é craque perto do Angelo. O Angelo não sabe nem dá um chutão pra frente, dá uns peido de véia. Tem medo da bola e da própria sombra.

    Não aceito mais como fonte, Carlos. ssashdsjdjsadhdsj

  • 67. Serramalte Extra  |  23/10/2008 às 13:17

    Ah, e ô Larápio: ceva sem álcool não é melhor que água. Aliás, não é melhor nem que AR POLUÍDO.

  • 68. Prestes  |  23/10/2008 às 13:17

    28. Negrotcho | 23/10/2008 at 10:59

    – Impressiona ver o Boca jogar!!! Mudam os nomes (jogadores e comissão técnica) e o estilo de jogo é sempre o mesmo. Tem que respeitar!

    Concordo integralmente, embora não houvesse ninguém pra definir pq o Figueroa parece que não jogava desde o brasileiro de 76.

  • 69. Carlos  |  23/10/2008 às 13:17

    #62

    Concordo com tudo…só, o único detalhe de ontem…é q esses infelizes do Boca chegavam no meio campo e erravam TODOS os passes da intermediária pra frente….precisão ali não havia nenhuma…
    Ou colocamos nosso time titular, ou vamos perder essa vaga…

    asçldkasçdkasdkadkaskasçksçkldksdka

    E ontem a Popular de vcs pagou pau bonito, heinhô?????? Várias músicas da 12 cantadas…q beleza…

  • 70. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:21

    só agora reparei na foto… foste tu quem fez isso com o Nery, Cassol? não acho o cara ruim, só não pode se esperar q ele marque E ataque

  • 71. Prestes  |  23/10/2008 às 13:23

    Luis, sobre a Popular. Ocorre que quando algum jogo vai passar pra toda América rola outro clima. Todo mundo quer mostrar pro resto do continente que a torcida é legal. Especialmente, se o adversário for o Boca, cuja torcida tem essa fama.

    As músicas da Popular, são ruins. E é uma torcida que faz de tudo pra que ninguém mais cante. Nunca mais o estádio inteiro cantou como cantava “Olê, olê, olê, olê! Inter, inter!” ou “Dá-lhe, dá-lhe coloraaaado”. Cantavam de velhos a crianças. Hoje as músicas tem mil versos, soam mal (as tônicas das palavras não respeitam a das músicas), e as letras falam bobagens como “a cachaça na mão”, que não tem nada a ver com o clube ou com futebol, nem com ninguém que não tenha entre 15 e 20 anos de idade.

  • 72. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:24

    concordo, carlos, era no último toque e na conclusão q eles pecavam… até errar em bola aquele FIGUEROA FAJUTO errou…
    o importante é q o inter jogue assim, e COM GUIÑAZU, contra cruzeiro e sp

  • 73. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:27

    o gabriel REINALDO, no 37, descreveu como o VERSO “a cachaça na mão” é experimentada sim na realidade pelos maiores de 20

  • 74. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:28

    mas, prestes, concordo contigo. na geral tem umas coisas de cocaína e LSD q, bem, não consegui contextualizar ainda…

  • 75. guihoch (black label version)  |  23/10/2008 às 13:29

    Real madrimente, não importa oque digam, a verdadehoch permanecera, e quero ver o homem, ou que pelo menos pense que é, que diga que o GREMIO não vai ser campeão, não haveria abrigo anti bomba para o restante do brasil que bastasse, safinal, olhe o terno e a gravata do bush, ternoi preto, camisa branca, gravata azul, TC YES.

  • 76. Prestes  |  23/10/2008 às 13:31

    1969 = ano de fundação da Camisa 12

    Somos a resistência = alusão à massa que se bandeou para a “barra brava”.

  • 77. Prestes  |  23/10/2008 às 13:32

    O referido é verdade e dou fé.

  • 78. Negrotcho  |  23/10/2008 às 13:46

    Gols de um ângulo bem legal:

    Reparem na curva do segundo gol.

  • 79. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 13:51

    Prestes, 71#

    tava no estádio ontem?

  • 80. guihoch (black label version)  |  23/10/2008 às 13:53

    VEJAM BEM, SÓ EXISTE UMA CERVEJA, NO BRASIL, TOTALMENTE SEM ALCOOL, QUE É A LIBER, 0% ALCOOL, NO CASO DA kRONICABIER, ELA POSSUI 0,05, PARA O CASO DE QUEM TOMOU UMAS 5 NO CANINDE, CONFORME GUIHOCH FEZ, VCS PAGARIAM 5 REAU POR CADA 0,05 PORCENTO DE ALCOOL, MAS DIZEM QUE AS LEVEDURAS DA DITA CUJA, SÃO CARREGADAS NO MEIO DAS PERNAS DE GAROTAS VIRGENS, TENHO BEBIDO

    GUIHOCH

  • 81. fino  |  23/10/2008 às 13:54

    Vocês tem é que cantar aquela música do BOI GARANTIDO. jhsaifsdahsdfahuh

    Sério. Essa música é muito bala.

  • 82. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 13:59

    e a mina das piscinas da portuguesa?
    jhafjhfjahgjha

  • 83. fino  |  23/10/2008 às 14:01

    baita pé frio esse guihoch, pqp…

  • 84. izabel  |  23/10/2008 às 14:03

    Impressiona ver o Boca jogar!!! Mudam os nomes (jogadores e comissão técnica) e o estilo de jogo é sempre o mesmo. Tem que respeitar!
    concordo totalmente.

    e é impressionante como esse estilo não pode ser trasferido ou ‘aprendido’ pelos brasileiros. os argentinos jrs. ontem fizeram uma marcação perfeita, jogando duro o tempo todo. pelo que vocês tão falando, tava semelhante ao boca: a defesa garantida pela raça + disciplina tática, e do meio pra frente nenhum passo certo. umas pixotadas impressionantes quando chegavam perto da área, até o santo lá marcar um golaço de fora da área.
    o palmeira cabou entrando na roda bonito.

    ouvindo vocês falando do inter, me lembra muito o corinthians 2005 (já imagino respostas como: só falta zveiter jogando). mas, enfim, goleiro não confiável, zaga incompetente, laterais inexistentes (incluindo o mesmo nome na esquerda) e meio pra fretne bom e aguerrido (incluindo nilmar, e a tática de mandarem balões pro guri resolver. no corinthians, pelo menos, tinha o ídolo carlitos pra brigar junto com ele).

    douglas pasquale: obrigada pelos esclarecimentos. não vejo a hora de ter um motivo pra usar a palavra ‘patrola’ com total domínio do jargão. mas nem vislumbro uma ocasião dessas.

  • 85. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 14:06

    e é impressionante como esse estilo não pode ser trasferido ou ‘aprendido’ pelos brasileiros. os argentinos jrs. ontem fizeram uma marcação perfeita, jogando duro o tempo todo. pelo que vocês tão falando, tava semelhante ao boca: a defesa garantida pela raça + disciplina tática

    o Grêmio joga assim, o SPFC também…

  • 86. fino  |  23/10/2008 às 14:11

    85 LF

    pena que o Grêmio demora 3 semanas pra armar o contra-ataque

  • 87. Álisson  |  23/10/2008 às 14:12

    Boa, arbo. Também quero saber!

    Na real na hora que o Guihoc ia pegar ela, a mãe dele chamou que ele ia se atrasar pra aula!

  • 88. saulo  |  23/10/2008 às 14:13

    Esse Alex, do Inter é o craque no Brasil. Esse rapaz está jogando muita bola.

    SAULOBOTAFOGO.BLOGSPOT.COM

  • 89. Maurício  |  23/10/2008 às 14:14

    o que eu acho que com a perspectiva de eventual complicação no brasileirão, a torcida gremista se acha menos a vontade para desmerecer a sul americana.

    mas isso é só um negocinho que eu pensei ali.

  • 90. Álisson  |  23/10/2008 às 14:14

    izabel, eu comprei uma PATROLINHA para o meu sobrinho de dias das crianças!

    Ele pediu pra brincar na praia…

  • 91. Sanchotene  |  23/10/2008 às 14:14

    Verdade seja dita: não era assim até 20ª rodada…

  • 92. Sanchotene  |  23/10/2008 às 14:15

    Re 86
    Verdade seja dita: não era assim até 20ª rodada…

  • 93. izabel  |  23/10/2008 às 14:15

    LF, do grêmio realmente não posso falar, pois não assisto os jogos (ou assisti poucos).

    mas o spfc não chega nem PERTO do que eu quis dizer por marcação perfeita e RAÇA (não que eles não joguem duro ou sério por 90 minutos).
    o spfc ganharia fácil do péssimo argentino jrs de ontem, por ser muito melhor na qualidade técnica dos 11 em campo, e também é um time com muita disciplina e um padrão tático definido e sustentado por muricy desde 2006 (terceira temporada do mesmo técnico, com substituições dos jogadores feita de forma muito eficiente e bem planejada).
    o palmeiras ontem tava perdendo pro juiz, até os jogadores perderem a noção de tudo, pós pênalti voltado e perdido do diego souza.

  • 94. Negrotcho  |  23/10/2008 às 14:16

    Prestes, 71#.

    “…que não tem nada a ver com o clube ou com futebol, nem com ninguém que não tenha entre 15 e 20 anos de idade.”

    Prestes, é processo de renovação. Algo que ocorreu com o Grêmio durante a década de 90 e que justifica o fato da torcida tricolor ser tão atuante atualmente. Sou um apaixonado pelas velhas canções do Gigante, mas elas não voltam mais. Nossa torcida é ainda muito envelhecida, mas o quadro começa a mudar. O que ao meu ver é muito bom, pois acho que tem muita “corneta” na torcida colorada. Um passe errado e já começa o murmúrio na arquibancada.
    OK, o magrão paga e tem o direito de fazer o que quer, mas por exemplo:
    Ontem, quando o Marcão pisou no gramado já tinha um cara atrás de mim vaiando! PORRA!!! Deixa jogar, depois, quando acabar, vaia o loco se for o caso.

    Por isso, acho positivo e importante o movimento da Popular.

  • 95. Sanchotene  |  23/10/2008 às 14:16

    Re 89
    Seríamos eliminados pelos chilenos…

  • 96. Cassol  |  23/10/2008 às 14:19

    Sobre as torcidas, LF, por favor, não me venha com CHICANAS pra ganhar discussão, até porque não tenho a menor pretensão de te convencer de nada.

    Se é para trazer FATOS como comprovação de uma determinada REALIDADE que nos serve, te digo que a Popular estava bem quietinha antes do primeiro gol, mesmo com a ajuda da Nação Independente (mais eu, Cecco e Dante), que íamos atrás dos cantos da Popular.

    Depois do gol, até minha avó conseguiria puxar o estádio.

  • 97. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 14:23

    não quero ganhar discussão nenhuma. Tu odeia a torcida e já demonstrou isso várias vezes. Agora, que foi legal ver crianças, adolescentes, adultos e velhos cantando uma música que “nada tem a ver com a realidade das pessoas” (Prestes) foi legal.

    Tem gente que torce a cara e aumenta o volume do rádio, mas sabe como é, eu não tenho todo esse afã em julgar a emoção alheia.

  • 98. joão carlos  |  23/10/2008 às 14:24

    izabel, agradecemos o elogio, mas no grêmio é só ESFORÇO. falta a qualidade do PASSE PERFEITO. a impressão que tenho, ao menos eu, é que o time não vai conseguir trocar 5 passes e chegar na frente da área adversária com a rapidez e a qualidade que a maioria desses times argentinos da mídia feia má e bobona conseguem…

  • 99. Sanchotene  |  23/10/2008 às 14:24

    Mais uma sobre torcidas. Muitas vezes vemos os estádios argentinos vibrando, mesmo com o time mandante perdendo de goleada. A questão é que muitas vezes as canções são de PROTESTO!

    Ontem, por exemplo, não conseguia perceber as letras das canções da Popular pela TV. Mas, a reação aqui em casa era: “olha, que legal, uma música dos Mamonas!”

  • 100. Cassol  |  23/10/2008 às 14:24

    Não devia ficar dando corda pra isso, mas enfim. Só pra dizer que eu canto sempre as músicas que vêm da Popular, acho importante e tudo o mais, só tenho as seguintes críticas:

    – autismo: às vezes o jogo pede uma determinada reação da torcida. A Popular parece seguir um “playlist”, não importa o que acontecer.

    – músicas cantadas em ritmo muito lento e algumas letras compridas e imbecis.

    – as duas críticas acima resultam no problema de, na maioria dos casos, o restante da torcida não vir junto.

    Mas tem sempre um lado bom. O “Vamo, vamo Inter”, ótima criação da Popular, foi apropriado pelo restante da torcida, que canta do seu jeito, mais rápido, vibrante e democrático.

  • 101. joão carlos  |  23/10/2008 às 14:25

    eu gosto mesmo é do OOOOOOOOH nos gols dos países de língua espanhola…. aheuhauhaeu

  • 102. Cassol  |  23/10/2008 às 14:26

    “Tu odeia a torcida e já demonstrou isso várias vezes. ”

    “eu não tenho todo esse afã em julgar a emoção alheia.”

    Ah, pois é.

  • 103. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 14:26

    Mais uma sobre torcidas. Muitas vezes vemos os estádios argentinos vibrando, mesmo com o time mandante perdendo de goleada. A questão é que muitas vezes as canções são de PROTESTO!

    bem lembrado. Nunca entendem isso.

  • 104. izabel  |  23/10/2008 às 14:30

    joão carlos: acho que você entendeu errado. não elogiei nenhum time em relação a passes perfeitos.

  • 105. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 14:31

    Re 89
    e um outro colorado poderá dizer exatamente o contrário, o q determina a irrelevância da questão proposta

  • 106. Serramalte Extra  |  23/10/2008 às 14:32

    84. izabel
    não vejo a hora de ter um motivo pra usar a palavra ‘patrola’ com total domínio do jargão. mas nem vislumbro uma ocasião dessas.

    lembrei dum ditado, para usar quando alguém é muito ignorante: “Fulano é mais grosso que parafuso de patrola”

  • 107. izabel  |  23/10/2008 às 14:38

    hahahhhhaha
    grata, serramalte. mas tenho dúvidas se vão me entender.

    vou usar a sugestão do alisson: natal tá chegando, vou comprar uma patrolinha pra cada um dos meus dois sobrinhos, explicar o nome pra eles, pra já crescerem inteligentes.

  • 108. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 14:38

    cassol usou muito bem o centésimo#. No Olímpico acontece de forma parecida. Só que não dá pra reclamar nem um pouquinho, o grande problema a apatia da Social.

  • 109. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 14:39

    “problema É”

  • 110. Carlos  |  23/10/2008 às 14:40

    http://www.averdadesegundoLF.com.br

    UAUAUAUAAUUAUAAUAUUAUAUAUA

  • 111. Fernando Cesarotti  |  23/10/2008 às 14:43

    Só vi o segundo tempo ontem, mas o que vi foi uma atuação patética do Palmeiras. Pra Izabel que é corintiana, imagino que tenha sido bem divertido, mas eu já pressinto que, se chegarmos à Liberta do ano que vem, é pra fazer figuração e pagar mico. Incrível como 90% dos times brasileiros caem sempre no conto do vigário dos argentinos, que aprenderam essa técnica de pentelhação com a avó do General San Martin, no entanto os caras “aqui do eixo” sempre se fodem.
    Quer dizer que aquilo ali é uma patrola, então? IMPEDIMENTO TAMBÉM É CURTURA!

  • 112. Fernando Cesarotti  |  23/10/2008 às 14:47

    Ah sim, sem desculpinha esfarrada. Pode até não ser importante, mas eu queria ganhar essa Sul-Americana. Mas, pra dar vexame igual ontem, era melhor ter perdido pro Vasco.

  • 113. Fernando Cesarotti  |  23/10/2008 às 14:47

    Esfarrada não, esfarrapada. (MODE ANARFA OFF).

  • 114. dante  |  23/10/2008 às 14:55

    curioso: de todos os cantos da popular [em tempo: já disse isso 200.000 vezes, mas não custa repetir: gosto dos cantos SIMPLES, aqueles que um piá de 5 anos consegue acompanhar], a ÚNICA que eu acho mais ou menos legal é essa “dos mamonas”, e a única parte dela que eu sei cantar é justamente essa: “a cachaça na mãããããããão…”.

    hm.

    sintomático.

    sdçlfksdlçfjsldjflksjdgkljdflj

  • 115. guihoch  |  23/10/2008 às 14:55

    fino foi foda, pior é que realmente eu era o loco que tava gritando “dominou são paulo” e “é pela esquerda o jogo”, e meu palpite foi pé frio, e a cerveja nem acool tinha.

    arbo, to dentro da piscina, mas parece que a musa da portu ta recebendo um dinheiro para fingir que namora o filho de um industrial fudido, mas o filho e viado new generation, com um aviao daquele ele prefere anda de elicoptru.

  • 116. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 14:58

    dinheiro é problema agora, É?
    hhihihihihihi

  • 117. dante  |  23/10/2008 às 15:01

    ah, sim: o andré [61] falou que foi um “belo frango” do goleiro no segundo gol.

    discordo TOTALMENTE.

    pra quem ouviu as entrevistas pós-jogo, os repórteres falaram algo [alex, inclusive] sobre essa bola ser “mais CHOCHA” e proporcionar algum efeito daquele tipo.

    no mais, nem precisa de toda essa minha LADAINHA pra justificar. basta saber que alex é um dos melhores chutadores do brasil.

  • 118. douglasceconello  |  23/10/2008 às 15:02

    Bah, Fino falou a VERDADE. Nada era mais bonito que ver o Beira-Rio lotado cantando “MEU CORAÇÃO É VERMELHUUUU, Ê Ê Ê…”

  • 119. dante  |  23/10/2008 às 15:02

    ELICOPTRU.

    tá, admito, ganhou minha simpatia.

  • 120. douglasceconello  |  23/10/2008 às 15:03

    “DI VERMELHO VIVE O CORAÇÃUMMM”

    Não consigo parar.

    – Douglas CecoHOCH

  • 121. dante  |  23/10/2008 às 15:05

    e eu fico intrigado com uma coisa [carlos, COMENTÁRIO 69]: como é que um GREMISTA sabe MAIS DO QUE EU a QUEM PERTENCE determinada música do inter?

    nerds de hinos de torcida, era só o que faltava. kljsfklsdjflksjd

  • 122. Carlos  |  23/10/2008 às 15:07

    #121

    Bom, como eu já te disse…compra um AZBOX, acompanha o campeonato argentino, ouve o que a POP’s cantava no começo do jogo…e voilá…

    Nada de nerdice..é TÉQUINOLOGIA…

    RÁ!

  • 123. guihoch  |  23/10/2008 às 15:11

    que tal um post com fotos das gatas da feevale?

    ansiosohoch

  • 124. Carlos  |  23/10/2008 às 15:11

    E dante…
    Vai tomar no teu rabo!

    (Kronnenbier, quente, 2004)

  • 125. fino  |  23/10/2008 às 15:12

    Bah Suellen, eu lembro de um jogo do Inter x Santos em meados dos anos 90… acho que pela Copa do Brasil, no fim do jogo o Inter perdeu a vaga até… mas recordo que ficava arrepiado ouvindo a torcida cantar essa música na TV…

    E o mérito do Alex é: chutar SEMPRE forte e SEMPRE no gol… se vai rasteira, se vai alta é outro detalhe… mas se o goleiro chupar bala quase sempre é vazado

  • 126. Junior  |  23/10/2008 às 15:12

    O principal adversário do Inter na Bombonera será o “retranqueirismo” tradicional do pastor falsificado. Depois do 1º gol, como sempre, o Internacional recuou demais, parecia que estava pedindo para tomar um gol. A nossa sorte foi a expulsão do Noir.
    Sobre a Popular: não gosto de nenhuma torcida organizada (Geral e Popular são organizadas também, embora finjam que não são), mas discordo do Cassol, a Popular incentivou desde o primeiro minuto de jogo e contagiou boa parte do estádio.
    Tenho uma dúvida, será que os imbecis que passaram a noite estourando foguetes no hotel do Boca acreditam que influenciaram em alguma coisa no resultado de ontem? Eu não me surpreenderia caso eles se considerem “responsáveis” pela vitória.

  • 127. guihoch  |  23/10/2008 às 15:13

    Feevale – Campus II Prédio Bicolor colorado?

  • 128. Francisco Luz  |  23/10/2008 às 15:20

    Bah, tá investigando agora.

    Eu sou a favor disso, HOCH. Mas ia arranjar problemas no FEUDO.

    Esperemos a manifestação de outro hamburguense por aqui.

    E não foi frango nada, pelamor. O efeito que a bola pegou matou totalmente o goleiro. Só se fosse o MANGA pra pegar.

  • 129. fino  |  23/10/2008 às 15:26

    A propósito, Luis Felipe ou Andre K, alguem de vocês sabe me dizer quantos gols o voz de taquara rachada tem na temporada?

    fdfgsgaasdfsdfasdfa

  • 130. Gralha  |  23/10/2008 às 15:30

    #99

    De acordo. Com viu o jogo do River percebeu que essa balela de que “a torcida apóia o time em qualquer situação” é balela.

    A propósito… tô decepcionado com vcs… nenhum comentário sobre a camisa do Chivas…

  • 131. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 15:38

    mas a camisa do chivas já não foi comentada num post muito tempo atrás? ou seria a de um outro mexicano?

    ah, esqueci de comentar no outro post. me pareceu q o alex tá fazendo um intensivo numa fonoaudióloga. na entevista pós jogo mal reconheci a sua vozinha.

  • 132. douglasceconello  |  23/10/2008 às 15:38

    Já fez 28, o safado.

  • 133. Cassol  |  23/10/2008 às 15:40

    Não sou o André K, mas está aqui o link:
    https://impedimento.wordpress.com/2008/04/14/reinicia-e-demite-o-estagiario/

  • 134. Luís Felipe  |  23/10/2008 às 15:42

    fino: 28. ZH de hoje.

  • 135. fino  |  23/10/2008 às 15:45

    Bãhn.

    Me caiu o cu da bunda.

    Pensei que fosse menos, tipo uns 18 asuidfugsdahsdfajh

  • 136. GUIHOCH  |  23/10/2008 às 16:02

    AGORA O MOMENTO É OPORTUNO, POIS SERÁ NECESSARO INVADIRMOS O PARQUE ANTARCTICA PARA GANHARMOR DO PALMEIRAS, QUEM VEM? VSAMOSDESDE AGORA JÁ MARCAR UM CHURRA, PÔ, A CERVEJA É POR MINHA CONTA, SÓ POLAR LONG NECK PRA GURIZADA GREMISTA.

    CONFIEM NO HOCH

  • 137. Junior  |  23/10/2008 às 16:06

    Muito bem escrito o post do Luiz Zini Pires sobre os babacas que atiram foguetes: http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&pg=1&template=3948.dwt&tp=&section=Blogs&&blog=22&tipo=1&coldir=1&topo=3994.dwt

  • 138. Arbo Menna  |  23/10/2008 às 16:07

    fino, pede um pro 3cu

  • 139. GUIHOCH  |  23/10/2008 às 16:15

    O FUTURO FUTURISTA TRICOLOR

    DA-LHE GRÊMIO

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Gremio/0,,MUL832910-9868,00-DIRIGENTES+GARANTEM+CONSTRUCAO+DA+ARENA+AO+COMITE+GAUCHO+DA+COPA.html

  • 140. Eduardo  |  23/10/2008 às 16:57

    Li todo os comentários agora. Me chamou a atenção:

    A izabel – uma das impedgirls que resta !! – quase sempre dá um jeito de falar algo do Corinthians e a galera sempre ignora.

  • 141. EGS  |  23/10/2008 às 22:25

    Bah, Dante, aquele piá da Nação com a camiseta do Cruzeiro tava foda, mesmo.

    MUITO LOLÓ NO OLHO (ns).

  • 142. dante  |  24/10/2008 às 07:42

    viram?

    sempre tenho testemunhas. ljkasjkhksla

  • 143. EGS  |  24/10/2008 às 08:46

    4 x1 FATAL.

    Saudades do Beira. E de ti.

    (AI, BODINHO)

  • 144. Álisson  |  24/10/2008 às 09:07

    Por mim podem disponibilizar fotos das fevalianas.
    Minha sra não estuda lá!

    Mas, como eu já cursei as cadeiras de fotografia, eu não tenho como fazer tal album.

    Mesmo não entrando quase, sugiro o orkut caro Guihoc. Dê uma olhada nas comunidades de lá. Sugiro (muito) uma olhada nas comunidades da UCS.

    Em tempo, já passei por Unisinos, UCS e agora Feevale.

  • 145. douglasceconello  |  24/10/2008 às 09:08

    Bah, melhor deste jogo contra o Boca foi o Dante sendo revistado pelos policiais.

    Brigadiano revista Dante e sente um VOLUME no casaco:

    PM: – O que é isto?
    Dante: – É minha RAPADURA DA SORTE, e puxa um SACO de rapadura.

    O policial cai na gargalhada e COMPLEMENTA:

    – Achei que tu estivesse tentando entrar com um TIJOLO.

    Dante não se dá por vencido e VOLTA:

    – Tu quer um?

    shdsaudhsaudasudas

  • 146. Álisson  |  24/10/2008 às 09:08

    Quando romantismo…

    Me dá um beijo então…Aperta a minha mão…

    Folgando.

  • 147. dante  |  24/10/2008 às 10:22

    não pensei nisso na hora, mas deveriam ter me TIRADO aquela rapadura.

    se pega na cabeça de um RIQUELME da vida, MATA. aksalfjasklj

  • 148. Prestes  |  24/10/2008 às 14:43

    Caras, não consigo ver como positiva uma torcida que me vê como um comedor de amendoim, merecedor de levar uma “bolacha”. Esse é o problema, os caras tem rixa com quem não está lá, se acham superiores. Te digo mais: não querem que o resto do estádio cante, com raras exceções em partidas complicadas.

    A 12, muito embora às vezes estivesse muito branda em uma hora que exigia mais fibra, gostava de reger o estádio. Gostava de desempenhar este papel. A Popular parece que gira em torno de si.

  • 149. Prestes  |  24/10/2008 às 14:56

    E mais: antes era comum um grupo de amigos, em qualquer parte do estádio, puxar uma música, depois o setor inteiro cantar, depois o estádio inteiro. Hoje não dá mais. É fato: nunca mais o estádio inteiro cantou uma música. Com exceções como o “Vamo vamo, Inter”. Meu velho sempre foi de ir na Social e sempre cantou e pulou como muitos coroas, aí inventaram que ninguém na social canta e, de fato, ninguém mais canta. Perdeu-se o hábito. Músicas difíceis, mudam toda hora, criam músicas novas quando já se aprendeu as outras. E parece que sempre se está em descompasso com a Popular quando o estádio quer acompanhar.

    “Colorado, colorado, nada vai nos separar” era a melhor música da popular, mais cantarolável, a única fácil e com os versos todos no lugar certo. Inexplicavelmente a Popular aboliu ela. Já gostei da Popular, ela é que não gostou muito de mim.

  • 150. Luís Felipe  |  24/10/2008 às 19:27

    “É fato: nunca mais o estádio inteiro cantou uma música. ”

    reveja o teu conceito de “fato”

  • 151. Prestes  |  24/10/2008 às 20:26

    No meu setor ninguém cantava, a não ser uns poucos guris de quinze anos. Até houve a intenção de cantar, mas ninguém sabia a letra.

    O som de um estádio em apoteose é bem mais confuso, se tivesse muito mais gente fora da popular cantando estaria tudo meio descompassado e difícil de distinguir a letra.

  • 152. Luís Felipe  |  25/10/2008 às 08:37

    que volta deste, hein Prestes. Parabéns.

    Mas tá aí, inferior e superior cantando uma música que ninguém conhece a letra, com ritmo lento demais, que não empolga o time e todas aquelas coisas que vocês acham.

  • 153. Prestes  |  25/10/2008 às 13:07

    Luis, diz pros teus amigos voltarem a cantar músicas com, no máximo, dois versos, aí veremos o que é cantar.

  • 154. Prestes  |  25/10/2008 às 13:10

    Me lembro exatamente deste momento dos Mamonas. Vi tentativas desesperadas de cantar, mas era impossível. E prova maior que o estádio não cantava é que ninguém de onde o cara filmou cantava.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: