Na trilha da bola

24/08/2008 at 01:54 17 comentários

Esses dias, quando postaram aqui no blog o clipe da música “O Jogador”, do Edvaldo Santana, fiquei pensando comigo: “Música e futebol casam tão bem, são, sem dúvida, duas das minhas maiores paixões”. Música serve para uma porção de coisas: para ler, para cagar, para ler e cagar, para dirigir, para trabalhar, para tomar banho, para cozinhar e até mesmo para BIMBAR. Então por que não sugerir um post dedicado exclusivamente à união da música com o futebol?

Separei algumas músicas então. Aqui vocês podem ouvi-las (para selecionar as músicas, é só clicar em “Posts”).

Esse clipe da música “Santa Maradona” (Mano Negra), por exemplo, é sensacional:


Que amor. É ou não é a CARA do Impedimento? (jgkhgjkhjk)

Tenho um amigo que diz que “O samba-rock é a nova AIDS!”. Bom, eu gosto e acho que ninguém melhor que o Jorge Benjor e Bebeto para fazerem músicas falando sobre futebol. Do Jorge, em especial, busquei separar algumas músicas menos conhecidas, afinal música sobre futebol é o que não falta no repertório desse simpático flamenguista: Fio Maravilha, Umbamarauma, Ponta de Lança Africano, Camisa 10 da Gávea…

Já “Camisa 12”, por exemplo, é uma música não tão conhecida lançada em compacto após a Copa 70. Não está em nenhum disco da discografia “oficial” do cantor e celebra o tricampeonato da Seleção BraZileira. Um verdadeiro hino de amor ao futebol. Sem falar nas sacadinhas mortais: “as FORMIGUINHAS do Zagallo” e “Até 74 na Alemanha se Deus quiser, porque essa, já é nossa!” Genial.

“Goalkeeper” fala da ingrata missão do goleiro e sentencia: “Goleiro não pode falhar, não pode ficar com fome na hora de jogar, senão é um frango aqui, um frango ali, um frango acolá”.

“Cadê o penalty?” é bacana também, mas raridade mesmo é a música “Falcão”, gravada em 1983, e que homenageia o Rei de Roma e segundo maior jogador colorado (em primeiro, coloco o homem das cavernas)

E o Bebeto é foda demais. E a Lila já me cornetou por gostar do cara, mas se esquece que assim insulta outro flamenguista bom de verso e de espírito. Porra, o cara tem uma porção de músicas sobre o time da Gávea. “Praia, Chopp e Futebol”, por exemplo, praticamente resumo o jogo de quinta: “Aí galera!!! Se der mole, a festa é rubro-negra!”. Dito e feito. jhasfdjhasfdjhasd

A música “Flamengão” também é uma obra-prima:

O toque de bola desse time é um encanto
Só existe gênio nesse meio de campo
Adilio de um lado Carpegiani do outro Manguito, Becão batendo até no pescoço
Na frente rei Zico, com toque desconcertante
Lançou o Cláudio Adão que colocou no barbante
Flamengão…

Hei… Flamengão
Não bate nessa bola com desprezo
Toca nela com razão

(…)

Olha o Bebetinho aí: esbanjando charme na capa do seu disco de estréia em 1975 e ano passado, numa foto com este que vos fala.

“Praia e Sol” não fica atrás:

Praia e sol
Maracanã, futebol
Domingo eu vou ver meu time jogar
Tomara que ele saiba ganhar
Se souber vai ser muito bonito
Verde alegria, o povo sorrindo

(…)

Alô Brasil! Abre o olho com essa bola
A bola tá virando SAGU
Tá miudinha!

“Flecha Negra” fala sobre o atacante Geraldão, que virou ídolo da Fiel corintiana em 77.

Tem a fibra de um domador
E jogando ele é o terror
Na cabeça da área se a bola sobrar
Sai um gol pra galera vibrar

“Adão você pegou o barco furado” fala de um meia esquerda habilidoso que se mete NA MAIOR ROUBADA: craque de bola, vai parar num time todo capenga e só se ferra. Escuto essa música e faço um MANTRA SECADOR que projeta D’Alessandro no lugar do pobre Adão. jkkafbasfndbafg

Caju e Castanha é uma dupla de, sei lá como chamar isso, repentistas? Partideiros? A música fala da rivalidade São Paulo x Corinthians de maneira bem humorada com frases tipo “O São Paulo ganha dinheiro com a renda do Timão”. “A torcida pó de arroz é que vive bagunçando, etc e coisa e tal, é cheiro de MATO QUEIMANDO, tem até HOMEM DONZELO que vive desmunhecando”.

Depois do campeonato mundial do colorado, a Ipanema FM lançou um jingle na voz do Carlinhos, aquele gordo aloprado da Bidê ou Balde, e Wander Wildner gravou a versão adaptada pela Geral do Grêmio de uma obra sua: “Bebendo Vinho”. Mas na sua releitura, trocou as palavras “macaco chora” por “rumo à vitória” para não ser taxado de racista (?).

As outras músicas que estão aí no playlist não vou comentar porque já me estendi demais. São elas:

Reis da Bola (Os Novos Baianos)
Aqui é o País do Futebol (Elis Regina)
Eu Quero Ver Gol (O Rappa)

Pra encerrar, aí vai o CLIPE DO RENTERÍA pra alegria de Suellen.


Impossível não virar ídolo aos 1:45

Colaboração do fiel leitor Fabricio Maraschin, ninguém menos que o Fino Maravilha.

Entry filed under: Contribuições.

Final de fronteira Vantagem garantida no filtro do cigarro

17 Comentários Add your own

  • 1. Titi  |  24/08/2008 às 07:27

    Fino, Bebeto eh o cara.

  • 2. Rudi  |  24/08/2008 às 13:18

    Douglas, uma dúvida, esse Elias Ricardo Figueroa que tu conheceu por acaso não nasceu em alvorada? tenho quase certeza de que se trata do mesmo que eu conheço…

  • 3. Lila  |  24/08/2008 às 16:55

    Fino altamente mentiroso.

  • 4. Francisco Luz  |  24/08/2008 às 17:26

    E tem gente (não vou dizer o nome, mas digo que as iniciais são DC) que defende o Clemer…

  • 5. Ernesto  |  24/08/2008 às 18:14

    O renteria guardando uma bucha daquelas contra o Nacional é o resumo de que só foi campeão por causa da mão de Deus, cansado de ver a torcida ser massacrada e humilhada por diretorias incompetentes do império Otomano, como essa de agora.

  • 6. Prestes  |  24/08/2008 às 19:10

    Beleza de post!

  • 7. Prestes  |  24/08/2008 às 19:12

    Agora, o nosso destreinador é um gênio incompreendido. Botou o cara que tava cansado na lateral de volante, um meia-atacante na lateral-direita, para sacar o melhor em campo.

    Genial demais! Em 2080 todos vão entender essa maravilha tática.

  • 8. granada na balada  |  24/08/2008 às 20:02

    com dois trenadores o gremionão temcomo perder, um faz o time ganhar,o outro por traz manipula os resultados, BAH.

  • 9. Anônimo  |  24/08/2008 às 20:15

    Gol aos quarenta e nove…

  • 10. Lila  |  24/08/2008 às 20:39

    48, na verdade. E foram 4 minutos de acréscimo. Quer reclamar, beleza, mas não fala besteira.

  • 11. Anônimo  |  24/08/2008 às 23:24

    Quem reclamou?

  • 12. Anônimo  |  24/08/2008 às 23:24

    Quem está reclamando?

  • 13. Anônimo  |  24/08/2008 às 23:32

    Quem vai reclamar?

  • 14. Polegar Vermelho  |  25/08/2008 às 07:12

    tem também aquela música que o Gilberto Gil fez pro Afonsinho, o primeiro jogador que conseguiu passe livre no Brasil em plena ditadura

    prezado amigo Afonsinho
    eu continuo aqui mesmo
    aperfeiçoando o imperfeito
    dando um tempo, dando um jeito
    desprezando a perfeição
    que a perfeição é uma meta
    defendida pelo goleiro que joga na seleção
    e eu não sou Pelé nem nada
    se muito for eu sou um Tostão

    para mim, as melhores são

    Umbabarauma
    Eu Quero Ver Gol
    Praia e Sol

    grande post

  • 15. dante  |  25/08/2008 às 09:13

    bom post, finote.

  • 16. fino  |  25/08/2008 às 12:02

    valeu aí… inferno foi achar esse “player” aí, tal de gcast…

  • 17. Tecnofagia  |  26/08/2008 às 00:54

    Quer um site para download gratis das melhores musicas classicas? veja aqui http://www.tecnofagia.com/download/musica-classica-gratis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: