Hasta siempre, Comandante

15/06/2008 at 12:21 18 comentários

Fernandão, que chegou no Internacional marcando o milésimo gol nos Gre-Nais, que foi o comandante da conquista da Libertadores de 2006, marcando gol na final, anotando uma senda de belos tentos, como na bicicleta contra o Coritiba em 2004 e encarando gigantes como a Inter de Milão em 2007, pois o Fernandão, o Fernandão foi embora. A ala colorada do Impedimento, órfã neste domingo frio e ensolarado, presta sua singela homenagem.


Reportagem da SporTV falando da relação de Fernandão com o Internacional.


Fernandão declarando seu amor pelo Inter em entrevista à ESPN.


Fernandão comandando a massa no retorno da delegação do Mundial no Japão.

Há algum tempo eu vinha defendendo que as saídas de Fernandão, Iarley e Clemer seriam benéficas ao Internacional. Eles já têm seu lugar na história do clube – às vezes, me ponho a pensar que Fernandão foi maior que Falcão, maior que Figueroa. Mas era hora de sair, renovar os ares no vestiário colorado e dar espaço para que novos valores surjam. O camisa 9 colorado estufará o poncho de petrodólares e, quem sabe, volte ao Inter para jogar, treinar ou dirigir – ou tudo isso ao mesmo tempo.

Dizendo isso racionalmente, porém, não estou dizendo que não me sinto, neste domingo gelado no Sul do Brasil, pensando como o poeta publicado ontem aqui no Impedimento. Quem poderá te agradecer tanta alegria, amigo Fernandão? Quem poderá te devolver tanta festa?

Acho que todos nós, que nos criamos colorados nas agruras dos anos 80 e 90, nos sentimos como os jovens imberbes do filme abaixo, dando adeus ao comandante que nos ajudou a encontrar a alegria de comemorar grandes títulos.

Profundamente grato,
Daniel Cassol

Entry filed under: Vídeos.

Soy de Rosário, hasta la muerte Lúcio Flávio e os passageiros da agonia

18 Comentários Add your own

  • 1. Francisco Luz  |  15/06/2008 às 13:00

    =~~~~~~~~~~~

    Sucesso, Capitão.

  • 2. Gabriel  |  15/06/2008 às 13:52

    Fernandão foi o MAIOR JOGADOR DO INTERNACIONAL!!!
    Contemplava bom futebol, técnica, raça, conhecimento tático, liderança e caráter.
    Provavelmente não teremos outro jogador com tantas virtudes na história de nosso clube.

    Fico triste, muito triste pela saida do fernandão. Um cara que todo jogador de futebol deveria se espelhar e seguir seus exemplos.

    Me lembro que seguidamente quando ia ao jogo, sempre comentava com algum amigo, que quando tivesse filhos e netos os falaria que vi Fernandão jogar ao vivo, ali na minha frente dentro do gigante. Pois esse dia chegou, contra o botafogo já notava uma certa descaracterização de um inter que vi campeao de tudo que foi possível vencer. Um inter que nunca mais vai existir e que guardarei na minha retina para sempre.

    Obrigado por TUDO Fernandão, a alegria que tu deste a torcida colorada não tem cartão mastercard no mundo que pague.

    OBRIGADO E VOLTE SEMPRE!

    Sobre o jogo, a melhor definição foi do pedro ernesto, o qual disse que o dia estava estranho, com o fernandao indo embora e o edinho metendo um golaço.

  • 3. Flávio  |  15/06/2008 às 14:56

    Tenho restrições ao Fernandão, mas é agora na sua saída que temos a noção exata da dimensão que ele alcançou para o Inter. Não, ele não é o maior jogador da história do clube. Tesourinha ganhou nos anos 40 o que era possível ganhar e foi titular da Seleção numa época em que isso era uma utopia para jogadores fora do Eixo RJ/SP. Figueroa e Falcão tornaram o Inter grande nos anos 70. Todos tecnicamente superiores e com maior projeção internacional que Fernandão.
    Para poder aspirar a condição de maior craque colorado, Fernandão teria que ter sido determinante no Mundial como Renato foi para o Grêmio e Raí foi para o São Paulo, o que não ocorreu.
    Mas para quem começou a acompanhar futebol nos últimos 20 anos, certamente Fernandão é a maior referência colorada como ídolo. Idolatria que ele conquistou já na sua chegada, marcando o 1000º gol da história dos GreNais. Protagonizou a campanha vitoriosa da Libertadores, entre outros grandes momentos. Acima disto, soube cultivar uma postura correta, elegante e de total identificação com a torcida. Numa época em que os jogadores mal passam meia temporada num time, os quatro anos que jogou aqui parecem uma eternidade. Fernandão fica como símbolo maior de um Inter vencedor, livre do fatalismo e do complexo de vira-latas dos anos 80 e 90.

  • 4. Marcos SL  |  15/06/2008 às 15:16

    Fernandão, mais um atraído pelos petro-dólares. Já ganhou tudo o que um jogador pode ganhar por um clube (pelo menos quase tudo…) e agora vai encher os bolsos lá pelas bandas do Catar. Fim de uma era vitoriosa do Colorado…

  • 5. FERN  |  15/06/2008 às 19:05

    NÃO FOI DETERMINANTE NO MUNDIAL…FATO

    PORÉM FOI EN LA COPA…FATO

    ACHAR DIFERENÇAS AI, É COISA DE QUEM QUER JUSTIFICAR SUAS PREFERÊNCIAS POR OUTROS JOGADORES, COISA QUE PELA GRANDEZAS DOS OUTROS CITADOS…

    NÃO PRECISAVA HEIN FLÁVIO???

  • 6. Francisco Luz  |  15/06/2008 às 19:30

    Um protesto, agora.

    Sei que o Douglas falou isso em outro post, mas está realmente difícil de assistir jogos no Beira-Rio. Ontem, em plena popular, duas gostosas passaram o jogo todo se rebolando do meu lado. Não vi o gol do Edinho por isso, e no gol do Adriano fiquei mais preocupado com a comemoração do que com a jogada.

    Além disso, pela quantidade de cumprimentos que as duas receberam, me permito pensar que elas trabalhem com atividades consideradas desonrosas.

  • 7. Flávio  |  15/06/2008 às 19:46

    Fern,

    Fez gol na final e jogou bem quase toda campanha, mas o Sóbis foi mais determinante, pelo que fez no 1º jogo contra o São Paulo.
    E para nós, brasileiros, o Mundial é mais importante que a Libertadores, sim. Vide o Renato. Os melhores jogadores do Grêmio na Libertadores-83 foram Tita e De León. Mas foi o Renato quem matou o Hamburgo em Tóquio.
    Sem falar em outros clubes brasileiros (Vasco, Cruzeiro, Palmeiras) que conquistaram a Libertadores, mas que têm como maiores ídolos jogadores que não foram campeões continentais.
    Mas se tu achas teu semi-xará maior que Tesourinha, Figueroa e Falcão, respeito tua opinião.

  • 8. FERN  |  15/06/2008 às 19:56

    não acho nada… só estava questinoando mesmo, uja esta de que o mundial é superior a copa eu nunca e jamais acreditarei

  • 9. Ernesto  |  15/06/2008 às 20:08

    MAis um paneleiro que se foi.

    Jogou muito até meados de 2006 – ou seja, o fim da Libertadores. No mundial, reconheço que fez o trabalho que o Abel pediu de recuar e marcar, aquela coisa.

    MAs desde então, nunca honrou aquela trajetória.

    A final do gauchão foi um momento à parte.

    Que tenha sorte.

  • 10. Ernesto  |  15/06/2008 às 20:10

    Ah, só pra não esquecer também proporcionou momentos bizarros, como levantar a taça à três mãos, ou ainda dizer que “às vezes, tomar um tapa na cara, como foi contra o Veranópolis, foi bom”. Ele realmente falou isso. Desde aquela entrevista, meus conceitos sobre ele mudaram.

    Mas os títulos que com ele o Inter ganhou calam meus argumentos.

  • 11. Tiago Medina  |  15/06/2008 às 22:02

    o clima antes do jogo no Beira-Rio, melancólico mesmo com a volta de Carvalho e estréia de técnico, revela a magnitude do que é (foi)Fernandão para o Inter.
    Agora, acho que fecha-se uma era no Inter. Talvez a mais vitoriosa de todas…

  • 12. Rudi  |  15/06/2008 às 22:09

    Fernandão foi gigante no Inter sim… mas são ciclos, acredito que não dava mais pra continuar… saiu por cima, rendeu uma grana mais ou menos pro clube, vai ficar com o carinho da torcida, melhor pra todos…

  • 13. Guilherme  |  16/06/2008 às 06:22

    Sei não, ainda acho que o Gabiru foi mais importante.

  • 14. Flávio  |  16/06/2008 às 08:28

    Gabiru é o equivalente colorado do César Português (Libertadores-83)…

  • 15. Guilherme Ellwanger  |  16/06/2008 às 11:14

    Com a saida do capitao colorado, sao muitas as cogitaçoes sobre o futuro do internacional!!
    Assim, sem discutir se ele foi o maior jogador ou maior idolo. até porque dos outros jogadores da epoca de 70 ouço muito falar mas nao vi muitos videos e lances…, posso dizer que a minha esperança de hoje é muito maior do que a de 04/05, quando começou a se formar o time vencedor que a 20 anos nao se tinha no Beira rio.
    Tambem sem levar em conta essa balela da midia que o grupo do inter é o melhor do Brasil, e com o discurso forte da direção sobre reforços, acho q o inter irá montar um time semelhante ao de 2006, quando alcançamos o máximo no futebol mundial, e iremos certamente ter um centenario diferente do dos outros clubes brasileiros!

  • 16. Edson Arantes do Nascimento  |  16/06/2008 às 15:12

    “Mas os títulos que com ele o Inter ganhou calam meus argumentos.”

    Ernesto calado é um poeta.

  • 17. Junior  |  17/06/2008 às 16:14

    Tenho 26 anos e quando era criança e/ou adolescente esperava
    ansiosamente por grandes conquistas internacionais, embora tivesse medo de que o Inter nunca me proporcionasse tais alegrias. Naquele 16/08/2006, todas as flautas, frustações e medos dissiparam-se. Com a saída de Fernandão, este ciclo acabou, provavelmente outros virão, mas a “era 2006” é uma alegre recordação. A importância que o Fernandão teve para os torcedores colorados é possível de ser medida pela quantidade de textos publicados desde a sua venda: além desse do Impedimento, há dois textos no Final Sports, o texto do Luis Felipe no blog do Juca Kfouri, inúmeros textos na comunidade do Inter no ORKUT e um texto de uma moça chamada Diana no Blog Vermelho (na minha opinião, o dela é o melhor de todos). Fernandão representou para a minha geração o que Falcão e Figueroa representaram para a geração de meu pai e Tesourinha representou para a geração do meu avô. Mais do que um grande jogador, Fernandão foi uma referência, um verdadeiro ídolo, no sentido literal da palavra.

  • 18. Ernesto  |  17/06/2008 às 21:10

    O Pelé citando Romárinho vem colocar a banca. Aí é demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: