1984

25/05/2008 at 11:53 39 comentários

Os fatos da semana que passou se impõem, como quase sempre nesta seção domingueira. Sendo assim, a videoteca do Impedimento ruma a 1984, ano de glórias e epopéias do Fluminense. Como em 2008, há 24 anos o clube das Laranjeiras também tinha no comando do ataque um certo Washington, com passagem pelo Atlético Paranaense, que se tornaria um dos maiores ídolos da trajetória tricolor.

Naquele ano em que o Fluminense literalmente abateu o urubu, o tricolor foi campeão carioca e campeão brasileiro. No torneio estadual, venceu um triangular final contra Vasco e Flamengo. No primeiro jogo, o placar foi de 2 a 0 frente ao Vasco, com gols de Romerito e Paulinho. No vídeo com os melhores momentos daquela partida, dá para conferir alguns lances do “casal 20” Washington e Assis. Na partida final, o tricolor venceu o Flamengo por 1 a 0, com gol de Assis.

Fluminense também enfrentou o Vasco na final do campeonato nacional daquele ano. Na primeira partida, 1 a 0, gol de Romerito. A segunda partida terminou 0 a 0, consagrando campeão o Fluminense, que foi a campo com Paulo Víctor; Aldo, Duílio, Ricardo Gomes e Branco; Jandir, Delei e Assis; Romerito, Washington e Tato. O técnico era Carlos Alberto Parreira.

Nestas coincidências que servem tanto para encher as esperanças de torcedores como para encher as páginas de jornais – e agora dos blogs também -, naquele ano o clube das Laranjeiras também contava com um Washington (César Santos), baiano de VALENÇA e campeão parananese em 1982 pelo Atlético, de onde saiu para o Fluminense no ano seguinte. Aqui e aqui, gols de Washington contra Vasco e Flamengo, em 1984.

O atual Washington (Stecanela Cerqueira) também foi campeão pelo Atlético-PR, em 2001, quando o time paranaense conquistou seu título nacional. É ele quem aparece aqui marcando o terceiro gol do Fluminense na histórica vitória sobre o São Paulo, nesta semana.

Para encerrar, um COMPÊNDIO de grandes gols do Fluminense ao longo de sua história registrada em vídeo.

E já que é domingo, uma dica: churrasco com lenha e sal fino é muito mais saboroso, ainda que desrespeite a lei.

Um abraço,
Daniel Cassol
Colaboraram (por enquanto): Mardruck e Flávio.

Entry filed under: Vídeos.

Rasteira, verdadeiro esporte nacional O primo rico lidera, o primo pobre faz festa

39 Comentários Add your own

  • 1. Rudi  |  25/05/2008 às 12:04

    Em brasilia vi atiçarem fogo de churrascom com secador de cabelos, desde então não desrespeito essa lei…

  • 2. mardruck  |  25/05/2008 às 12:09

    Que título nacional do Atl-PR em 2004? Foi em 2001, em 2004 o BALOY acabou com a festa rubro-negra.

  • 3. Daniel Cassol  |  25/05/2008 às 12:17

    Isso aí, mardruck. Grato.

    Agora, se outros erros aparecerem, não poderei corrigir, pois estarei à beira de uma churrasqueira, desrespeitando a lei.

  • 4. Robson  |  25/05/2008 às 12:20

    Sal fino? Paulista…

  • 5. Leandro Demori  |  25/05/2008 às 12:40

    Lenha sempre (nó de pinho, eu diria).
    Sal fino: JAMAIS.

  • 6. Flávio  |  25/05/2008 às 12:47

    Trocou a ordem dos jogos. Em 84, no triangular final do Carioca, o Flu primeiro venceu o Vasco e na “final” bateu o Mengo. E a ordem dos títulos também: o Brasileirão foi no primeiro semestre, o Estadual no segundo.

  • 7. Rudi  |  25/05/2008 às 12:58

    pensei que o “ar-15zão” tivesse a mesma fórmula há usn 80 anos…

  • 8. Daniel Cassol  |  25/05/2008 às 12:59

    Valeu, Flávio.

    Deve ser isso que chamam jornalismo participativo.

    E confiem em mim em relação ao sal fino.

  • 9. Paulo Sanchotene, RS  |  25/05/2008 às 13:12

    Sal fino, sempre. Salga muito melhor e é mais prático. Quanto à lenha, eu prefiro, mas depois que vi meu pai ficar CINCO HORAS na frente da churrasqueira, traumatizei…

  • 10. Rudi  |  25/05/2008 às 13:16

    sancho e cassol, churrasco não é em si o ato de comer a carne, e sim todo o ritual… pergunte pra teu pai se não foram 5 horas felizes?

  • 11. Atilio  |  25/05/2008 às 13:38

    Poderá ser que algumas carnes fiquem melhores com sal fino e outras com sal grosso. É preciso ir testando, cada um com suas idiossincrasias, oras. Essas leis que dizem como é que o cara tem agir são meio perigosas. Ao menos assim me parece…

  • 12. Flávio  |  25/05/2008 às 14:20

    Bah… Sem falar nos adeptos da SALMORA, como o Analista de Bagé.

  • 13. douglasceconello  |  25/05/2008 às 14:31

    Sal grosso no espeto e sal fino na GRELHA.

    Mas GRELHA não é churrasco.

  • 14. Rudi  |  25/05/2008 às 14:31

    grelha nada mais é que um hamburguer mesmo…

  • 15. Rudi  |  25/05/2008 às 14:33

    bom é o COSTELÃO…

  • 16. Diogo  |  25/05/2008 às 14:33

    Gol do Renato de barriga numa jogadaça do Aílton com narração de Januário de Oliveira! E o elástico seguido de gol do Rivelino! Grandes momentos do Flu. Pena que o clube tenha alguns vexames na sua história, como torcedores atirando bonecas, Romário batendo em torcedor, champanhe da virada (de mesa) e tri-rebaixamento.

    Nada a ver: o RIVER ganhou do Huracán ontem jogando com CAMISA ROXA: http://br.youtube.com/watch?v=PE4xHdXhzks
    A palhaçada tomou conta. Não tem mais jeito.

  • 17. Roger  |  25/05/2008 às 14:42

    Lila:
    Estive no posto da C. Barbosa. Cheguei lá um pouco antes das 17hs. Não te vi por lá. Ou pelo menos acho que não vi. Você foi? Como estava vestida? Alguém aqui disse que ia com a camiseta do Impedimento, ele foi? Onde se esconderam? Do que fugiam?

    Sobre o jogo nada. Ir ao estádio e não poder tomar uns tragos é uma merda.

    “Débora Secco sim, lei seca NÃO.”

  • 18. Zé Carlos  |  25/05/2008 às 15:59

    2004, ano que o Grêmio caiu

  • 19. Felipe catarina  |  25/05/2008 às 17:13

    No treino do Avaí não tem dessas coisas…

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL535401-9842,00-MODELOS+INVADEM+TREINO+DA+ITALIA.html

  • 20. Francisco Luz  |  25/05/2008 às 18:13

    Se é para emular 1984, o Boca vai ser o O’Brian na vida tricolor. E o estádio do Racing, o QUARTO 101.

  • 21. Lila  |  25/05/2008 às 18:16

    ai, roger, respondi no post debaixo, mas tava por lá e concordo que estádio sem cerveja SUGA GRANDE TEMPO.

  • 22. izabel  |  25/05/2008 às 18:20

    e em 84 tem a semi final, o flu de assis e washinton dominando o corinthians no morumbi. foi um jogaço também. o lance do gol, lindo.

  • 23. Zé Carlos  |  25/05/2008 às 18:23

    Mas serão dominados por Palácio, Riquelme e Palermo, sem contar que IBARRA estará de volta

  • 24. Carlos  |  25/05/2008 às 19:40

    Lila, em q posição dentro do estádio tu tava? mais a esquerda ou mais a direita?

    Acho q vi vcs…e tava bem perto, por sinal…
    Mas como sou tímido e tb sei q tu não vai muito com a minha lata, não tentei aproximação…
    Mas foi lindo ver tu batendo palmas no “pingos de amor” na torcida do gremio. Mudei muito meu conceito em relação a tua pessoa…

  • 25. Carlos  |  25/05/2008 às 19:42

    Leandro:

    Lenha sempre (nó de pinho, eu diria).

    Nó de pinho????? Conheço dois gambás na serra q fizeram churrasco com nó de pinho e ficaram 3 dias vomitando…aquela resina q sai da lenha é um veneno…dos bons, diga-se de passagem…

    Lenha é acácia…o resto é o resto

  • 26. Leandro Demori  |  25/05/2008 às 19:50

    Ná, Carlos, tu bota na churrasqueira e deixa queimar. Depois que baixar a fumaça o troço fica 18 horas queimando.

    Tenta e volta pra me agradecer.

  • 27. Leandro Demori  |  25/05/2008 às 19:52

    Ah, sim: faz uma base de carvão em baixo, mas pouco. Sorteia três nós dos grandes e deus u livre.

  • 28. Bruno Galera  |  25/05/2008 às 19:56

    Gosto de churrasco com carne. Nossa, adoro.

  • 29. Luís Felipe  |  25/05/2008 às 23:19

    na banda oriental se faz com miúdos, sal fino e grelha.

  • 30. FERN  |  25/05/2008 às 23:24

    VALEUUUUUUUUUUUUUUU CASSOL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    VALENÇA EM DESTAQUE, MINHA CIDADE QUE É UM CU, MAS QUE ATUROU QUASE TODA MINHA VIDA ATÉ HOJE, CLARO.

    OS PARENTES DELE MORAM NA MINHA RUA, SÃO ELES *RAYLTON, LÍDIA, LIDIANE E LIDINHA, FORA OUTROS VELHOS DA FAMÍLIA QUE NÃO TENHO AMISADES.

    *GRANDE AMIGO E BOTAFOGUENSE

  • 31. lilaise  |  25/05/2008 às 23:39

    Carlos, tava meio embaixo do placar eletronico.

    Eu gosto de futebol. Gosto de ir a estádio. E sou bem vendidinha, logo, qualquer batuque mais pegado e já me ganha. E mudou o quê? Vou continuar zoando como sempre fiz, mas agora posso fazer com (um pouco de)propriedade.

  • 32. lilaise  |  25/05/2008 às 23:42

    ah, li o outro comentário, carlos. devia ser eu sim, o fino encontrou umas meninas amigas dele e eu tava meio que do lado deles. mais perto do meio de campo, mas mais por lado que o nautico tava atacando…

  • 33. Anônimo  |  26/05/2008 às 00:16

    “Mas foi lindo ver tu batendo palmas no “pingos de amor” na torcida do gremio. Mudei muito meu conceito em relação a tua pessoa…” = Lila é bem pegável.

  • 34. Carlos  |  26/05/2008 às 07:07

    “”= Lila é bem pegável.”””

    Bom, não fui eu quem escreveu isso…

    Mas concordo.

    asdjaslkdashfkdsafhdskjfhfkjkshfh

  • 35. Lila  |  26/05/2008 às 09:42

    é tudo mentira.

  • 36. Marcos SL  |  26/05/2008 às 10:16

    Dá-lhe, Lila!!
    Arrebentando corações!!!

  • 37. Carlos  |  26/05/2008 às 10:22

    é tudo verdade!

    Tu tem um sorriso verdadeiramente carioca.

    Não saberia explicar o q é isso. Só vendo pra saber.

    uaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • 38. dante  |  26/05/2008 às 10:57

    pegará.

    ou não, claro.

  • 39. TRICOLOR  |  28/05/2008 às 15:12

    Assis em 83 fez o gol do título aos 45 do segundo tempo. O Fluminense abatia o melhor time da história, que era o Flamengo do Zico. Era dezembro, e era dia onze. Na torcida do Fluminense, um gremista, com sua camisa azul, preto e branca, vibrava com os demais tricolores, estes das três cores que traduzem tradição, na mesma data de um certo Grêmio x Hamburgo.

    Em 95, o ídolo gremista calava novamente os urubus, na barrigada mais famosa da história.

    E agora pe chegada a vez de aquele Super Herói, com a ajuda de outro gaúcho, o Roger, avançar com o Mais Amado do Brasil, o Fluminense (sim, porque o Flamengo é o “mais querido”), rumo à inédita conquista continental.

    E aí eu posso morrer feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: