De repente, um frio nas orelhas

28/04/2008 at 00:25 90 comentários

Com um gol marcado após erro bisonho de Fernandão, quando as cortinas já começavam a ser fechadas, o Juventude venceu o Inter por 1 a 0 e leva uma significativa vantagem para a decisão do Beira-Rio. Mesmo sem ser brilhante, a partida teve seus momentos de dignidade e euforia.

Inter e Juventude fizeram um bom primeiro tempo, de embate físico acirrado e algumas chances para ambos os lados. Abel Braga colocou em campo um time não exatamente defensivo, mas com bastante precaução. Danny Morais, Gi-Paraná, Magrão e Andrezinho compunham o meio-campo, mas a eles se juntava também Fernandão, deixando Nilmar no ataque. Nos primeiros vinte minutos, os colorados criaram boas chances ao acionar a velocidade de Nilmar, mas ele anda pecando bastante pela típica afoiteza juvenil em chegar aos finalmentes. Faz belas jogadas, enlouquece os zagueiros e na hora fatal acaba concluindo de forma medonha.

Depois disso, os juventudistas passaram a ficar mais tempo com a pelota, especialmente com Lauro, Leandro e Mendes, que abandonava a área para participar da armação das jogadas. No entanto, os locais não chegaram a criar chances claras, apenas escaramuças infrutíferas dentro da área. A excepcional defesa de Michel Alves em cabeçada à queima roupa de Danny Moraes manteve a virigindade no placar. E as equipes se foram pelos túneis.

A tarde descia suave feito um carmenère quando Inter e Juventude retornaram ao campo com as mesmas equipes. A partida caiu em vibração, com os donos da casa tentando se impor, mas não criando nada substancial no ataque. Os colorados contavam com as boas presenças de Andrezinho e Nilmar, mas também não exigiam grandes intervenções de Michel Alves, o milagreiro da primeira etapa. Hélder estava bastante bem e protagonizava uma carreira bonita para cima da defesa colorada, junto do malemolente Elvis. Clemer, que passou a tarde catando mariposas, fez uma bela defesa bem no final, em chute do muito bueno Juan Perez. Seria a intervenção que garantiria o resultado, mas aos 47’40” Fernandão apanhou uma bola no lado direito de ataque, tentou recuar para a defesa, mas faltou perna, e a maldita pelota foi roubada por um mui traiçoeiro juventudino, que disparou pela ponta e cruzou para Maicon testar firme para as redes.

Notas para um ensaio sobre a confecção de toucas

* O futebol é imprevisível e fantástico justamente porque não respeita biografias. Fernandão foi o grande líder da grande virada de quarta-feira, mas cometeu um erro grotesco que causou a derrota colorada. Nada de anormal errar, mas também não é comum que aconteça um jogador de tamanho vulto justamente numa final de campeonato. Para mim ficou bem claro que faltou perna a ele para executar o movimento que queria, o que não o exime do erro. Não serão poucos os que amanhã colocarão em cheque sua trajetória, o que altivamente vou considerar injusto e oportunista. Que ao menos esperem até a próxima segunda – e esta é a minha senha, mais torcida do que análise.

* A torcida do Juventude não consegue lotar seu próprio estádio numa final de campeonato e sua diretoria é burra o suficiente para ceder apenas cerca de dois mil lugares aos colorados. Pouco mais de 13 mil pessoas compareceram. O resultado prático disto é que deixaram de faturar. Vitório Piffero disse que vai destinar o mesmo número de lugares ao time da Serra, o que é uma senhora incoerência, já que o Beira-Rio é três vezes maior que o Alfredo Jaconi.

* Eu não expulsaria Titi, mas absolvo Leonardo Gaciba. O lance foi plástico demais, escandaloso como um senhora que deixa uma sacola de laranjas arrebentar dentro do ônibus.

* O gol do Juventude mostra a peculiar relação que os esmeraldinos têm com o Inter. Fosse contra qualquer outro adversário e Maicon teria parado sua correria na intermediária ou tropeçado na LINHA DA GRANDE ÁREA. Como do outro lado estavam as conhecidas camisas vermelhas, ele colocou-se no ponto exato, carregou a garrucha e semicerrou os olhos à Clint Eastwood para fulminar a equipe de Abel Braga.

* Há quem diga que o Juventude conquistou uma “leve vantagem”, mas acredito que os zettianos trazem ao Beira-Rio um amplo favoritismo – não para vencer o jogo, mas para conquistar o campeonato. Para eles, qualquer empate ou derrota de um gol serve – mesmo o 0 a 1, que nos transportaria para as agruras dos penais. Ao Inter, resta fazer dois gols e esperar até o fim com o coração na mão.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Entry filed under: Gauchão.

Para remendar a história Pega pra capá

90 Comentários Add your own

  • 1. Luís Felipe  |  28/04/2008 às 07:08

    – Fernandão merece e deve ser espinafrado pelo que fez. A minha teoria é que jogadores como ele devem ser xingados por que podem dar resposta em campo – se o Anderson Barbosa fizesse aquilo, por exemplo, era tirar do time e pronto.

    Ele é o maior salário do time e justifica isso no discurso. Com a bola no pé, não justifica isso há dois anos. É inadmissível que um jogador como ele passe uma decisão inteira sem chutar a gol e no final ainda entregue a rapadura de forma bisonha.

    – A falta de Tite foi para expulsão sim. O Ernani Campelo viu a regra 12 que afirma ser a tentativa de dar um pontapé daqueles suficiente para o cartão vermelho.

    – Zetti errou bem mais que Abel, a meu ver. Colocou dois laterais em campo para aproveitar a deficiência física de um jogador. Abel tirou o jogador e acabou a estratégia. Ainda por cima, tirou o atleta que mais incomodava o Inter, aquele Leandro Cruz. Depois, ainda alugou o meio campo para o colorado na tentativa do abafa. Só que ele tem uma estrela muito grande.

  • 2. Milton Ribeiro  |  28/04/2008 às 08:41

    Pois é. Vim aqui mais para ler se também consideravas o Inter perdido, como aconteceu na derrora por 2 x 0 para o Paraná.

    Foste mais discreto, mas repetiste o pessimismo. O pior é que concordo contigo.

    Mas, veja bem, nem todos. Meu filho, de 17 anos, costuma ser bom observador. Ele diz que o perfil do Inter exige uma desvantagem. Estava com ele na hora do gol e ele autenticamente gostou. Disse que agora sim vamos ganhar. Se entrássemos com vaga vantagem, seríamos enrolados. Agora tudo está claro…

    ???

  • 3. Milton Ribeiro  |  28/04/2008 às 08:44

    Luís Felipe, meu amigo, não exagere… Fernandão fez brilhante partida quarta-feira. Mas assino tua frase sobre que deve ser cobrado quem pode dar respostas: Fernadão e NILMAR, por exemplo. Não adianta cobrar do Jiji-Paraná.

  • 4. Celão  |  28/04/2008 às 08:49

    Confesso que no momento do gol estava distraído com uma secadora e não vi a cagada do Fernandão que todo mundo está falando. Achei que o Abel matou o time do Inter quando tirou o Nilmar e colocou o anão do Iarley. No fim, além de perder o jogo, ainda tive que ouvir gozação de mulher, é prá matar qualquer um!!!

  • 5. Rudi  |  28/04/2008 às 09:03

    Só eu achei que o Clemer falhou no gol?

  • 6. Celão  |  28/04/2008 às 09:08

    O Clemer tava catando borboletas na área e o Marcão tentou ou conseguiu cabecear uma bola imaginária. Ridículo demais.

  • 7. Carlos  |  28/04/2008 às 09:18

    Acho q o Clemer não falhou…toda a zaga tava mais desarrumada que o cabelo da minha vó.

    O Fernandão tá há horas só no nome…mas, como quarta, tem potencial pra jogar…Me parece q o cara tá numas de “enchi o saco de jogar essa merda de futebol”…
    O negão aquele…tinha q ser expulso…se o chute pega, é morte insantânea do alemão.

    Obviamente continuarei secando. É meu dever. Mas vai ser foda escapar o título do colorado. No Beira-Rio será outro jogo. Minha esperança é q o Mendes (q não tocou na bola ontem) vai ficar mais solto.
    Aquele Ji-Paraná arde de ruim, em compensação gostei muito daquele Dani Moraes (nome extremamente homossexual pra um jogador).

  • 8. Otávio Niewinski  |  28/04/2008 às 09:33

    “Zetti errou bem mais que Abel, a meu ver. Colocou dois laterais em campo para aproveitar a deficiência física de um jogador. Abel tirou o jogador e acabou a estratégia.”

    Mas o Abel no segundo tempo estava com CINCO ZAGUEIROS. CINCO. ZAGUEIROS.

    Ele fez as piores substituições possíveis.

  • 9. Luís Felipe  |  28/04/2008 às 09:39

    Otávio,
    Acho um exagero isso. Cinco zagueiros sim, mas o Danny teve uma boa atuação como volante. Marcão jogava bem como lateral. E a entrada de Tite para cobrir o lado esquerdo era a única possível, pois simplesmente não havia volantes no banco!

    Milton,
    Para mim, Nilmar lembra o Rafael Sobis do primeiro semestre de 2005. Tenta, tenta, tenta e não consegue fazer o gol. Quando achar o caminho do gol, ninguém segura. É claro que Nilmar ganha muito mais do que ganhava Sobis. É claro que Válter poderá dar uma resposta muito melhor. Há três semanas estava menos paciente com ele. Hoje, eu o compreendo.

  • 10. leandro rizzi  |  28/04/2008 às 09:57

    o iarley até que não entrou jogando mal, agora, o Nilmar tratava-se do único a conseguir finalizar a meta do excelente arqueiro do ju. Tira-lo foi mais uma das sempre presentes heresias do abelão.

  • 11. Carlos  |  28/04/2008 às 09:57

    LF, concordo com tua relação Sóbis-Nilmar…Esse é meu medo, até comentei com o sogrão ontem, q qdo ele começar a acertar, vai ser foda. Tomara q não acerte nunca, arme um rolo com a triplice aliança colorada (Clemer-Fernandão-Iarley) e caia fora de uma vez.

  • 12. douglasceconello  |  28/04/2008 às 10:18

    Luís Felipe, tu fala que o Fernandão não joga nada há dois anos. Há dois anos era exatamente abril de 2006. Então, em agosto de 2006, Fernandão não jogou nada nas duas partidas contra o São Paulo? Tudo bem que ele pode ter caído drasticamente, mas acho que estás exagerando.

    Milton, estou bastante pessimista, talvez até mais que contra o Paraná. Mas concordo bastante com teu filho. Talvez o empate sem gols fosse mais perigoso ainda para o Inter.

    Mais duas coisas que esqueci de colocar no texto:

    – Danny Morais jogou muita bola. Sabe marcar, tem boa antecipação e passe qualificado.

    – Marcão implorou para ser expulso. E ainda foi incompetente para acompanhar o Maicon na hora do gol.

  • 13. Luís Felipe  |  28/04/2008 às 10:29

    Douglas, um a zero para ti. Até o final de 2006 ele jogou demais, então estamos falando de um ano e quatro meses, na verdade. Na verdade, o que eu quero é queimar a minha língua de novo no próximo domingo.

  • 14. Gabriel  |  28/04/2008 às 10:39

    O abel colocou o iarley para segurar mais a bola no ataque e ter mais posse de bola, acho que a entrada dele foi boa, no entanto acho que o nilmar nao deveria tr saido.
    o fernandao errou e concordo com o douglas quanto a crucificacao dele, calma, espera semana que vem, daqui a pouco ele faz 2 gols e triplica o numero de gols dele no campeonato e o inter se sagra campeao desse gauchao.

    Tem que ver que o inter ontem jogou sem 3 dos seus principais jogadores, tira do juventude o michel alves, o mendes e o lauro e ve o que sobra do time… mas isso tb nao interessa, o que importa eh q se o inter ganha aqui e se sagra campeao a touca diminui, se a gente perde aqui pra eles, pode-se com certeza chamar o padre quevedo pra fazer uma limpeza no beira-rio…..

  • 15. FERN  |  28/04/2008 às 10:52

    ha.ha.ha.

    PENA QUE O MEU TRAGO FOI ATERIOR A PARTIDA

    POIS NÃO FALTARAM MOTIVOS PARA A RETOMADA

    MAS A CABEÇA ESTAVA MAIOR QUE O GIGANTE

    TAMBÉM ACHO QUE AGORA O JUVENTUDE É O FAVORITO

    ha.ha.ha.

    É SEMPRE ASSIM, NÉ???????????

  • 16. Luiz Filipe  |  28/04/2008 às 10:58

    Único motivo para ir no Beira-Rio: tomar ceva antes que comece o Brasileirão e cortem a cana.
    No mais, Inter 3×0.
    Nilmar desencanta, Simom rouba para nós e Alex goleador do campeonato.

  • 17. dante  |  28/04/2008 às 11:06

    e o impedimento do nilmar marcado errado no primeiro tempo?

    juventude ganhou roubado. huaaaaaaaaalkjsckldsajflkdsajf

  • 18. Lila  |  28/04/2008 às 11:08

    Graças a Deus pela Praça Vanhargem. Né, Bel? hehehe

  • 19. Carlos  |  28/04/2008 às 11:11

    11:10 – 18 comentários sobre a derrota colorada.

    Prestes: Aguardo tua teoria sobre o fanatismo dos colorados.

  • 20. Lila  |  28/04/2008 às 11:28

    17, Carlos. Porque eu tou falando de bebida, gente bonita e azaração desenfreada. hkshfhglkah

  • 21. FERN  |  28/04/2008 às 12:00

    que tu achas do america???

  • 22. fino  |  28/04/2008 às 12:09

    Pode não estar fazendo os gols, mas Nilmar é o tipo de jogador que eu jamais substituiria… já o Capitão América, francamente…

  • 23. Lila  |  28/04/2008 às 12:21

    quem, fern? eu? que america? o do méxico? se sim, tou visando eliminar. não gosto de times mexicanos. aliás, tou com nojinho de mexicanos em geral, mas isso é relacionado com trabalho, então não conta de verdade.

  • 24. douglasceconello  |  28/04/2008 às 12:25

    Há tempos percebo uma clara mobilização dos gremistas para denegrir o capitão colorado. E o pior é que muitos vermelhos caem nessa.

    Sim, acordei conspiracionista. hrshsh

  • 25. fino  |  28/04/2008 às 12:54

    hsauduyasguydgygyasduhyassy

    isso aí!

    Fora Fernandinho !!!!!

  • 26. Gaudencio  |  28/04/2008 às 13:10

    Sem mitos para derrubar hj, não me peçam explicação, hehe

  • 27. Robson  |  28/04/2008 às 13:14

    Fernandão errou, mas ainda era possível concertar a cagada e ninguém da zaga o fez. Era só matar a jogada.
    Tinha dois atacantes com o Marcão no momento do gol e ele conseguiu não marcar ninguém.

  • 28. Anônimo  |  28/04/2008 às 13:52

    #

    16. Luiz Filipe | 28/04/2008 at 10:58

    Único motivo para ir no Beira-Rio: tomar ceva antes que comece o Brasileirão e cortem a cana.
    No mais, Inter 3×0.
    Nilmar desencanta, Simom rouba para nós e Alex goleador do campeonato.

    SIMON SUPERARÁ TARDELLI. TALVEZ SUPERE A SI PRÓPRIO TB.

    http://www.insanus.org/impedimento/arquivos/2006/04/a_cronica_de_um.html#more

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u39766.shtml
    http://www.terra.com.br/istoe/146/reportagens/carlos_eugenio_simon.htm

  • 29. Celão  |  28/04/2008 às 13:54

    “Tinha dois atacantes com o Marcão no momento do gol e ele conseguiu não marcar ninguém”. Sim, dois atacantes: um era o que fez o gol e o outro era o atacante imaginário, infelizmente ele marcou o imaginário.
    Sim, eu tb acordei conspiracionista!!!

  • 30. Anônimo  |  28/04/2008 às 13:54

    # 16. Luiz Filipe | 28/04/2008 at 10:58

    Único motivo para ir no Beira-Rio: tomar ceva antes que comece o Brasileirão e cortem a cana.
    No mais, Inter 3×0.
    Nilmar desencanta, Simom rouba para nós e Alex goleador do campeonato.

    SIMON SUPERARÁ TARDELLI. TALVEZ SUPERE A SI MESMO:

    http://www.insanus.org/impedimento/arquivos/2006/04/a_cronica_de_um.html#more

    http://www.terra.com.br/istoe/146/reportagens/carlos_eugenio_simon.htm

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u39766.shtml

  • 31. izabel  |  28/04/2008 às 13:54

    “Graças a Deus pela Praça Vanhargem. Né, Bel? hehehe”
    “Porque eu tou falando de bebida, gente bonita e azaração desenfreada. hkshfhglkah”

    Lila, explica aí que eu quero rir também.

  • 32. Gralha  |  28/04/2008 às 13:55

    Inter toma gol no domingo. Só não sei se faz 5 de novo…

  • 33. Gralha  |  28/04/2008 às 13:56

    Impressão minha ou o Maurício Saraiva chamou o goleiro colorado de CREMER no finalzinho da transmissão?

  • 34. Anônimo  |  28/04/2008 às 13:59

    16. Luiz Filipe | 28/04/2008 at 10:58

    Único motivo para ir no Beira-Rio: tomar ceva antes que comece o Brasileirão e cortem a cana.
    No mais, Inter 3×0.
    Nilmar desencanta, Simom rouba para nós e Alex goleador do campeonato

    Simon superara Tardelli. Talvez supere a si mesmo

    http://www.insanus.org/impedimento/arquivos/2006/04/a_cronica_de_um.html#more

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u39766.shtml

  • 35. Luís Felipe  |  28/04/2008 às 14:08

    bah, Luiz Estevão reclamando de roubo…

    agora, essa choradeira com o Simon é engraçada. Ele é colorado sim, até as pedras sabem, mas e o Gaciba, que assaltou o Inter em vários grenais no início desta década?

  • 36. Lila  |  28/04/2008 às 14:08

    Bel, é aquela praça onde eu te levei depois de Fla x SPFC ano passado. Ontem tava MUITO MAIS FLORIDO aquele jardim.

  • 37. Carlos  |  28/04/2008 às 14:14

    Bah, mas vamos continuar falando só de juiz?

    PQP…

  • 38. Anônimo  |  28/04/2008 às 14:18

    Vários Grenais???

    só teve aquele da mão do traíra.

    Aquele da “franga-veia” ele fez bem

  • 39. Carlos Santos  |  28/04/2008 às 14:37

    Convenhamos, cada um acredita no que quiser!!!!

    Prefiro acreditar que tenho plenas condições de virar este jogo contra o polentude.

    Tenho todo direito, uns à tempos atrás acreditavam que tocariam 4×0 no boca.

  • 40. Anônimo Colorado  |  28/04/2008 às 14:51

    vem cá, por que tu não assina?

  • 41. Francisco Luz  |  28/04/2008 às 14:54

    Fernandão errou, mas o erro que ele cometeu não poder ser considerado único. Não tinha NINGUÉM na cobertura, e o Marcão, para mim, foi o principal “culpado” pelo gol, pois era só pular que desviava.

    Além dele, aquele Titi… essa naba já havia entregado o título do Brasileiro Sub-20, no ano passado, ao cometer uma falta grotesca como a de ontem, mas dentro da área. Roubou do Jonas o posto de jogador mais burro em atividade no futebol gaúcho, com sobras.

    E, sinceramente, fiquei bem menos preocupado com essa derrota do que contra o Paraná. Lá, jogamos MUITO mal com os principais caras dentro de campo. Ontem, o jogo estava parelho — e, ao contrário do que virou um ácordo tácito, o Ju não mereceu a vitória — até a bobagem no final.

    E o Abel pede para complicar. Tirar o Nilmar, que jogava bem… já vi esse filme com o Pato no ano passado, e todos sabem que o final não foi feliz. O Iarley entrou para segurar a bola faltando meia-hora, quando ainda podia atacar.

    No mais, Fernandão é um dos grandes colorados da história. Ele pode render bem mais, isso até o Paulo Sant’anna sabe, mas quando precisa ele SEMPRE mostra que está lá. Rogério Ceni que o diga.

    VAI DAR!

  • 42. dante  |  28/04/2008 às 15:18

    bá, agora estão reclamando do juiz ANTES DO JOGO apitar.

    sensacional.

  • 43. dante  |  28/04/2008 às 15:19

    ops, antes do jogo começar.

    sim, tô bêbado.

  • 44. Otávio Niewinski  |  28/04/2008 às 15:20

    “Acho um exagero isso. Cinco zagueiros sim, mas o Danny teve uma boa atuação como volante. Marcão jogava bem como lateral”

    Cinco zagueiros, cara. Um zagueiro na lateral não o torna um lateral, mas sim um zagueiro improvisado de lateral. Não tem explicação pra isso. O Abel chamou a derrota, simplesmente. E, como é contra o Juventude, obviamente ela veio.

    “Além dele, aquele Titi… essa naba já havia entregado o título do Brasileiro Sub-20, no ano passado, ao cometer uma falta grotesca como a de ontem, mas dentro da área.”

    E na estréia dele, no jogo contra o Atlético-PR ano passado na Baixada pelo Brasileirão (era Gallo), fez um gol contra.

  • 45. Guillermo  |  28/04/2008 às 15:39

    Depois de um tempo longe dos posts impedianos estou de volta. Não vou tecer comentários sobre a partida pois não a vi, já que no mesmo momento acompanhava à chegado do Glorioso Munster à final da Heineken Cup (estando de férias no futebol, rugby foi o que me restou…). Dia 26/5 Toulouse v. MUNSTER.

    Meu comentário se resumirá à falha do sr. Fernando no gol sofrido e à ampla vantagem dos vermelhos para a partida de volta.
    Seguindo prognósticos:
    – O Inter vai amolecer pro Ju (Inter 0x1 Ju)
    – O Ju vai jogar a vida contra o Inter (0x2)
    – O Beira Rio irá lotar e apoiar durante 90 minutos (1×2)
    – O Inter está acabando com as tocas neste ano (2×2)
    – Carlos Eugênio Simon (3×2).

    Se esse for o placar final, beleza. Senão, vai ter festa vermelha na Goethe.

    DÁ-LHE GRÊMIO!!!

  • 46. Francisco Luz  |  28/04/2008 às 15:39

    Pois é. Por isso, Titi = Gum. Não podia nem consertar a lombada eletrônica da frente do Beira-Rio.

  • 47. Rômulo Arbo Menna  |  28/04/2008 às 15:45

    encarnou o HOT no Abel, tá com a cabeça quente, deve ser a touca… qto à tua conspiração, Douglas, não vejo nada de verdade nela, e, falando por mim, acho o Fernandão um bom jogador, acima da média para os meio-campistas que por aqui jogam, mas ontem faltou voz dele mesmo para pedir pra sair, tava caminhando em campo.

    E no Beira-Lago, Mendes fará gol de mão.

  • 48. Rômulo Arbo Menna  |  28/04/2008 às 15:51

    e o obina, lila?
    no carioca não tem gol qualificado, suponho…
    ?

  • 49. Advogado do Diabo  |  28/04/2008 às 15:55

    Abel acertou em trocar Iarley por Nilmar. O Inter não conseguia prender a bola na frente pq Nilmar é muito individualista, ficava 10 segundos com a bola e finalizava errado ou perdia para o zagueiro. Abel tinha razão em colocar um jogador que trabalhasse melhor as jogadas de ataque. A culpa foi de Iarley, que poderia ter aprofundado as jogadas mais vezes e não o fez.

    Tanto o Inter não renunciou ao ataque que continuou indo à frente com os dois laterais. Se renunciasse, cravaria Bustos e Marcão na linha de fundo.

  • 50. Lila  |  28/04/2008 às 15:57

    melhor que o eto’o, romulo. hhfkhakshkfh

    Sério agora, acho Obina ok e é isso. Mas comparativamente com o que se tem no time (o imbecil do Souza), ele é muito superior. Afinal de contas, ele FAZ GOLS, enquanto que o careca idiota só sabe isolar a bola. Mas tem Marcinho e Tardelli, que quando querem jogar são até bons. Não entendi o Joel ter tirado o Ibson e deixar o marrento inútil. Cara, por mim, o Souza não jogava nem peteca com o Sacrossanto Manto. Aliás, nem na porta da Gávea ele passaria se dependesse da minha vontade.

    tem não. tem nem mando de campo nas finais, veja você.

  • 51. Advogado do Diabo  |  28/04/2008 às 15:57

    Aliás, Tite = Márcio Tigrão que não acertou o alvo.

    Márcio Tigrão, para quem não lembra, entrou no time do Inter numa semifinal de 1999 e dois minutos depois, quebrou a perna do Lauro.

  • 52. Gralha  |  28/04/2008 às 15:58

    27. Robson | 28/04/2008 at 13:14
    Tinha dois atacantes com o Marcão no momento do gol e ele conseguiu não marcar ninguém.

    29. Celão | 28/04/2008 at 13:54
    Sim, dois atacantes: um era o que fez o gol e o outro era o atacante imaginário, infelizmente ele marcou o imaginário.

    Ele estava marcando 2 no segundo pau enquanto outros QUATRO marcavam o cidadão que cruzou a bola. E sim, óbvio que o cara ficou perdido no lance, afinal ele não é vidente a ponto de adivinhar em qual dos 2 atacantes a bola vai ser cruzada.

  • 53. Wianey Carlet  |  28/04/2008 às 16:01

    que coisa patética essa tentativa de defender o Fernandão. O ciclo dele no Inter acabou, assim como do Iarley.

  • 54. Rômulo Arbo Menna  |  28/04/2008 às 16:58

    só para opinar sobre questã levantada por izabel sobre o Nilmar em portoalegre. os colorados q reclamam, reclamam mto de barriga cheia, e não falo por comparação ao ataque do grêmio. nilmar joga mto, e está jogando bem. acontece que acham q ele tem q resolver tudo sozinho e sair fazendo todos os gols q o inter precisa. o inter não anda com escasez de gols, qdo andar, aí pensem, depois reclamem.
    e falar q ele é MAU-CARÁTER por ter falado o q falou… por favor, o big brohter invadiu o futebol, mas não será por isso q eles deverão ficar calados e expressar o q sentem no momento. aquilo não é mau-caratismo nem na CHINA. ridículo

  • 55. Rômulo Arbo Menna  |  28/04/2008 às 17:02

    e DEIXAR DE EXPRESSAREM…

  • 56. Rafael  |  28/04/2008 às 17:05

    wianey carlet detonando o rock’roll

  • 57. Kaka'  |  28/04/2008 às 17:07

    mas é óbvio que vão liberar mais ingressos para a torcida da casa do que para o visitante, eles tem que mostrar quem é que manda lá, quem é que tem mais torcida, e toda essa baboseira
    acreditei que o inter ganharia, mas, como de praxe, tomou gol nos acréscimos.

    http://futebolistasroxas.wordpress.com

  • 58. Otávio Niewinski  |  28/04/2008 às 17:15

    Levemente off-topic: Ouvi ontem no rádio o Noveletto falando que quer colocar no gauchão a fórmula do carioca a partir do ano que vem. Inclusive os títulos dos turnos já teriam nome: COPA FERNANDO CARVALHO e COPA FÁBIO KOFF.

    E não, não estou brincando.

  • 59. Celão  |  28/04/2008 às 17:16

    Marcão esquizofrênico e tenho dito.

  • 60. Francisco Luz  |  28/04/2008 às 17:34

    Essa mania de dar nomes de políticos… Assim como nos estádios. Preferia que o Beira-Rio se chamasse Estádio Tesourinha, Carlitos ou Carlos Kluwe, sei lá, do que José Pinheiro Borda — que foi importante, mas jogadores são mais.

    Proponho Copa Argel e Copa Danlaba Mendy. jsakdsag

  • 61. reporteresportivo  |  28/04/2008 às 17:40

    Copa Anderson Cebola e Copa Daison Pontes.

  • 62. Roger  |  28/04/2008 às 18:18

    Copa Chimangos e Copa Maragatos. humpf

  • 63. Roger  |  28/04/2008 às 18:25

    Esqueci uma coisa.
    Eu tbém ficaria injuriado de perder a terceira consecutiva pros polentas, e num só gauchão. Mas foi uma CASUALIDADE a derrota de vcs ontem.
    Na minha ignorância vi um jogo muito parelho, qualquer resultado com placar apertado poderia acontecer.
    Vcs tão parecendo os comentaristas da RBS os quais me recuso inclusive a citar nomes.

    E peraí, tem colorado aqui reclamando do Nilmar!? Vamo troca então, vem ele, vai o Tadeu, o Jonas, o Reinaldo e o Rodrigo Mendes…ainda pagamo um prato feito pra cada um até o fim do ano….
    vamsefudê….

  • 64. Prestes  |  28/04/2008 às 18:56

    O Inter perdeu o jogo em um lance isolado. Naquela altura do jogo já havíamos perdido o domínio da posse de bola pro Juventude, mas eles não criavam nada. O zero a zero seria o resultado, não mais justo, mas que mais traduziria o que foi o jogo. Ou um a zero pro Inter, por que o Nilmar levou ampla vantagem sobre a zaga do Ju.

    Sobre o guri: Ceconello resumiu tudo: está afoito. Logo que voltou de lesão não conseguia nem dominar a bola, depois conseguia dominar mas não conseguia prosseguir a jogada. Agora está prosseguindo e driblando os zagueiros com facilidade, mas erra as conclusões. Se não ocorrerem imprevistos vai chegar no Brasileiro destruindo.

    Sobre o Fernandão, Abelão vem usando ele mais recuado, faltou alguém fazer a função do Alex de entrar mais na área, encostar mais no ataque – o que vários jogadores fizeram na quarta-feira até pelas circunstâncias do jogo.

  • 65. FERN  |  28/04/2008 às 18:59

    COPA DO CHIMARRÃO E COPA DO CHURRASCO, hsjhjahsjahsjh

  • 66. Anônimo  |  28/04/2008 às 19:32

    Jardel pelo jeito não quer largar as drogas! quer voltar ao Grêmio!

  • 67. Anônimo  |  28/04/2008 às 19:35

    Carlos Simon é, entre os árbitros brasileiros, o maior perdedor de sorteios que se conhece. Esta sina, além de privar o futebol de um dos melhores árbitros do país, também significa indesejável prejuízo financeiro para o próprio Simon.

    Contando com esta sua conhecida falta de sorte, a Federação Gaúcha de Futebol inventou um sistema de sorteio que apenas os dois árbitros participaram, valendo para as duas partidas da decisão.

    Na verdade, o sorteio apenas indicaria a ordem dos jogos, para os árbitros. Sabem o que aconteceu? Simon perdeu o primeiro sorteio que elegeria o árbitro para Juventude e Inter, no Alfredo Jaconi. Mas, ficou com o segundo e mais importante. Logo, ganhou perdendo.

    http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&uf=1&local=1&template=3948.dwt&section=Blogs&post=64363&blog=217&coldir=1&topo=3994.dwt

  • 68. Tiago Medina  |  28/04/2008 às 21:36

    “* O gol do Juventude mostra a peculiar relação que os esmeraldinos têm com o Inter. Fosse contra qualquer outro adversário e Maicon teria parado sua correria na intermediária ou tropeçado na LINHA DA GRANDE ÁREA. Como do outro lado estavam as conhecidas camisas vermelhas, ele colocou-se no ponto exato, carregou a garrucha e semicerrou os olhos à Clint Eastwood para fulminar a equipe de Abel Braga.”

    E é verdae! Que merda…

  • 69. Bruno Ramires  |  28/04/2008 às 23:03

    Douglas, discordo ti quanto ao Fernandão, no teu discurso reacionista.. heueh
    Acho que ele vem se “auto-denegrindo” há tempos…

  • 70. Otávio Niewinski  |  29/04/2008 às 09:40

    “Essa mania de dar nomes de políticos… Assim como nos estádios. Preferia que o Beira-Rio se chamasse Estádio Tesourinha, Carlitos ou Carlos Kluwe, sei lá, do que José Pinheiro Borda — que foi importante, mas jogadores são mais.”

    Francisco, o nome oficial do Beira-Rio é Beira-Rio mesmo. Esse nome, José Pinheiro Borda, é alguma coisa que inventaram ao longo dos anos, e que acabou “pegando”. Lembro que o Cláudio Cabral falou isso uma vez no rádio.

  • 71. Otávio Niewinski  |  29/04/2008 às 09:44

    “Contando com esta sua conhecida falta de sorte, a Federação Gaúcha de Futebol inventou um sistema de sorteio que apenas os dois árbitros participaram, valendo para as duas partidas da decisão.”

    Isso não é “inventado” pela FGF. TODOS os sorteios de árbitros no Brasil são assim, sempre vão apenas dois árbitros pra cada conjunto de dois jogos. Como brasileiro sempre dá jeitinho em tudo, foi essa a saída que encontraram pra driblar esse negócio de sorteio e ficar praticamente como era antes.

  • 72. Francisco Luz  |  29/04/2008 às 10:39

    Pois é, Otávio. Escrevi e depois fiquei em dúvida se tinha ouvido isso mesmo.

    Mas igual, se há a idéia de homenagem, por que não a um ex-jogador, ou a um torcedor famoso? “Estádio Nego Charuto”, por exemplo? (forcei aqui)

  • 73. Flávio  |  29/04/2008 às 11:32

    Mas aí homenageiam uma Terezinha Morango da vida e depois ela vira casaca…
    Quanto à “nova” fórmula do Ruralito, ela não é inédita aqui. Em 91, o 1º turno do Gauchão valia a “Taça Governador do Estado”. Deu Inter na final contra o São Luís, gol do Cuca. A gente tava numa draga tão grande, que a torcida comemorou como se fosse um título de verdade.

  • 74. Anônimo  |  29/04/2008 às 13:48

    Não, Não otavio.

    Falcatrua ou não, ao menos se faz um sorteio por jogo.

    Dessa vez foi feito um só sorteio para dois jogos. Tão somente se definiu quem apitaria a 1ª e a 2ª partidas

    fraudou-se o estatuto do torcedor:

    Art. 32. É direito do torcedor que os árbitros DE CADA PARTIDA sejam escolhidos mediante sorteio, dentre aqueles previamente selecionados.

  • 75. Carlos Simon  |  29/04/2008 às 13:53

    mas continua a choradeira, porra?!?

  • 76. Anônimo  |  29/04/2008 às 13:53

    Inter x Gloria – 2004:

    “Se o pênalti já provocou muitas reclamações do time do Glória, o árbitro Carlos Eugênio Simon irritou ainda mais a equipe do interior aos 7min do segundo tempo da prorrogação, expulsando Júnior Negrão por jogada violenta.”

    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2004/06/03/ult59u84443.jhtm

  • 77. dante  |  29/04/2008 às 14:41

    o anônimo esqueceu do parágrafo seguinte, que encerra a questão:

    “Na seqüência, porém, Simon anulou gol do Inter, marcando falta de Oséas após cruzamento na área.”

    quer dizer, encerra não, ainda temos mais um trecho:

    “O Internacional busca agora o tricampeonato, coincidentemente, sem enfrentar o Grêmio em nenhuma das decisões. O time tricolor perdeu para a Ulbra ontem à noite e fica fora da final pelo terceiro ano consecutivo.”

    HUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 78. Anônimo  |  29/04/2008 às 15:36

    Dante tenta ganhar só no grito

  • 79. dante  |  29/04/2008 às 16:18

    me inspirei na batalha dos aflitos…

    ; ]

  • 80. Anônimo  |  29/04/2008 às 16:51

    recalcado

  • 81. dante  |  29/04/2008 às 17:21

    ó, ofendeu, perdeu a razão.

    [aliás, que ofensa mais GAY, essa]

  • 82. Anônimo  |  29/04/2008 às 17:51

    Não era pra ser ofensa, era constatação da realidade. Ninguem tinha falado de Grêmio aqui.

  • 83. Luís Felipe  |  29/04/2008 às 17:57

    mas ainda?

  • 84. fino  |  29/04/2008 às 19:06

    JARDELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 85. Otávio Niewinski  |  30/04/2008 às 09:17

    “Dessa vez foi feito um só sorteio para dois jogos. Tão somente se definiu quem apitaria a 1ª e a 2ª partidas”

    Eu sei disso, e é o que eu estou tentando dizer: SEMPRE é assim.

  • 86. Anônimo  |  01/05/2008 às 00:14

    Não é sempre assim. Em 2006, finais do gauchao

    1º jogo – sorteio Simon x Gaciba: Ganhador Gaciba
    2º jogo- sorteio Gaciba x Vuaden: Ganhador Vuaden

  • 87. Luís Felipe  |  02/05/2008 às 00:37

    Em 2006, Simon apitou o primeiro jogo!

    não foi dessa vez, Anônimo.

  • 88. Anônimo  |  02/05/2008 às 02:44

    erro de digitação somente.

    o ponto é que teve um sorteio para cada jogo da final.

  • 89. dante  |  02/05/2008 às 09:08

    “erro de digitação somente”

    tá bom, então.

  • 90. Anônimo  |  02/05/2008 às 13:50

    Dante, aprende a perder uma. eu sei muito bem que simon apitou o 1º jogo:
    http://www.insanus.org/impedimento/arquivos/2006/04/a_cronica_de_um.html#more

    só errei na hora de digitar, tanto que depois coloquei corretamente o gaciba no sorteio do 2º jogo.

    voces tão tentando defender o indefensavel. Violar a lei para beneficiar o Inter.

    “Art. 32. É direito do torcedor que os árbitros DE CADA PARTIDA sejam escolhidos mediante sorteio, dentre aqueles previamente selecionados.”

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.671.htm

    depois reclaman do Zveiter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: