Uma noite non sense

24/04/2008 at 00:38 191 comentários


Tá pelada a coruja gralha.

Haroldo de Souza abriu a jornada da Guaíba criticando o padre que desapareceu nos ares amarrado a balões (“deu mau exemplo às crianças”) e chamando o novo presidente do Paraguai de LUDO (“isso é o nome daquele joguinho”). Era um claro sinal de que as coisas não fariam nenhum sentido neste 23 de abril de 2008.

Em campo, antes que os ponteiros chegassem aos cinco minutos, já haviam acontecido dois gols e uma baixa no hospital. Depois foram três expulsões – duas do Paraná e uma do Colorado – e mais quatro gols que fecharam o placar em 5 a 1 e classificaram o Internacional para a próxima fase da Copa do Brasil.

Mais apertado do que rato em guampa, não pude ir ao Beira-Rio. Esperava uma transmissão da TV aberta, mas havia um programa de moda ou culinária na TV COM e Criciúma x Vasco na RBS TV. Por isso, não posso tecer comentários sobre o que foi a partida. Mas e quem estava no estádio, poderia?

A imprensa parananese está reclamando da arbitragem, ainda que pelo rádio eu tenha ficado com a impressão de que Wagner Tardelli foi no mínimo irresponsável por deixar a bola rolar com um jogador desacordado em campo.

“Má vontade do árbitro e boa atuação do Inter eliminam o Paraná”, diz a matéria da Gazeta do Povo, apontando penalidade em Everton aos 11 minutos, criticando o vermelho para Ângelo aos 21 e a expulsão dupla do tricolor Joelson e do colorado Sidnei. “Não dá pra dizer que a eliminação do Paraná Clube da Copa do Brasil teve interferência direta da arbitragem”, pondera o jornal paranaense.

Tem que ponderar mesmo, porque uma goleada de 5 a 1 é inapelável. A rádio Gaúcha elegeu Andrezinho como melhor em campo. Destacaram as atuações da zaga, de Fernandão e de Nilmar, mais pela entrega que pelo desempenho técnico.

Mas tenho a impressão de que os melhores em campo estavam posicionados na arquibancada, eram em número de 41.837 e foram os responsáveis pela façanha colorada nesta insólita noite de Porto Alegre.

Nas outras partidas da Copa do Brasil, o Vasco da Gama empatou em 2 a 2 com o Criciúma, no Heriberto Hülse, e foi às quartas-de-final. O time de Edmundo espera o vencedor do confronto entre Juventude e Corinthians-AL, cuja partida de ida ocorreu nesta tarde e teve vitória alagoana, por 2 a 0.

O Botafogo superou a Portuguesa, vencendo por 2 a 1 no Rio de Janeiro, depois do empate em São Paulo. O lacrimejante alvinegro espera o resultado do confronto entre Atlético-MG e Náutico. Na partida de ida nesta quarta, os pernambucanos venceram por 3 a 2, placar que deixa o Galo, que estreou Petkovic, a uma vitória simples na partida de volta.

Sem mais por esta noite.

Um abraço,
Daniel Cassol
Foto: Zero Hora

Atualização: O título da matéria da Gazeta do Povo mudou para “Árbitro erra muito e ajuda Inter a eliminar o Paraná da Copa do Brasil”.

Entry filed under: Colunas.

Onde está o Adílson? A extensão da síncope

191 Comentários Add your own

  • 1. Serramalte Extra  |  24/04/2008 às 01:47

    Vasta roubalheira. Cartão vermelho para o melhor jogador do Paraná por uma falta comum, e fingir que não viu o carrinho do Magrão que foi bem pior, ficou muito na cara…

  • 2. dante  |  24/04/2008 às 01:52

    sim, vasta roubalheira, mas dessa vez foi em nosso favor. até que enfim, já tava começando a dar na vista.

    : P

    agora, FALANDO SÉRIO, duas coisas:

    1] melhor jogo que vi na vida.

    2] quero saber pra quem o amigo mineiro do cassol vai torcer aqui no sul.

    abraço a todos, pros que estão trabalhando e pros que ainda estão de férias.

  • 3. Gil Brother  |  24/04/2008 às 01:55

    roubalheira é o caralho! vai toma no cú secador filho da puta!

  • 4. Serramalte Extra  |  24/04/2008 às 02:00

    Que nível…

    Roubalheira, sim.

  • 5. Bruno  |  24/04/2008 às 02:06

    Gostaria de aproveitar o espaço e agradecer ao meu chefe por me fazer ficar no trabalho até as 10 da noite. Se isso não acontecesse, teria infartado três vezes 15 minutos depois do seu Fulano, que foi pro HPS ainda antes do jogo.
    “Não dá pra dizer que a eliminação do Paraná Clube da Copa do Brasil teve interferência direta da arbitragem” – ah, pára. se fosse 3×2, 1×0, qualquer coisa assim, até discutia. mas 5×1 é, mesmo, inapelável.

    off-topic: Lila, aquela aposta do topless do ano passado tá valendo em 2008?

  • 6. dante  |  24/04/2008 às 02:14

    serramalte extra: como bem disse o fino uns posts atrás, “na real, bem na real mesmo, ser secador é uma merda”.

    boa noite, bom dia amanhã.

    : ]

  • 7. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 02:15

    time mais copeiro do brasil.

    e respeitem o serramalte. Ele acha o Júnior melhor que o Guiñazu.

  • 8. Francisco Luz  |  24/04/2008 às 02:18

    Voltei agora, posso falar um pouco antes de desmaiar.

    1- A arbitragem foi estranha. De onde eu estava, do outro lado do campo, a falta do Ângelo me pareceu dura, e passível de expulsão. Na Guaíba, criticaram. Na Band, aprovaram. Eu aprovei.

    2- Não vi o que fizeram o Sidnei e o outro lá, mas achei exagerado expulsar dois caras por trocarem uma idéia.

    3- Não achei que foi pênalti no Nilmar no primeiro tempo. Na Guaíba, disseram que sim. Na Band, que não.

    4- Acho que o Magrão deveria ter sido expulso. Mas é o Tardelli, e AINDA BEM que não foi. Maior jogador da partida junto do Andrezinho.

    5- Fernandão é o cara.

    6- Voltando para NH, com o carro lotado, meio letárgico, ouço um email enviado para uma das rádios dizendo que “os gremistas devem ter preparado todos os comentários do mundo no primeiro gol”. E, fico pensando, acho que prepararam, mesmo. O que só prova que com emoção é melhor.

    7- Dá-lhe Colorado.

  • 9. Serramalte Extra  |  24/04/2008 às 02:25

    Não acho, só reafirmo que o cara só corre muito, não é craque como vocês afirmam. Ou o Guiñazu fez muita falta hoje?

  • 10. Alexsander  |  24/04/2008 às 02:36

    O juiz errou pros dois lados. Não deu um pênalti pra cada lado, pra começar. Deixou barato o Magrão, mas também deixou barato o zagueiro paranista que fez falta de último homem e o que cometeu o pênalti e já tinha amarelo. Sem falar no bandeira que inventou um impedimento do Adriano numa bola em que ele chegou a driblar o goleiro depois desistiu do lance ao ouvir o apito.

  • 11. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 07:05

    discutir arbitragem num jogo que terminou CINCO A UM é de um surrealismo excepcional.

  • 12. Celão  |  24/04/2008 às 08:06

    Ser secador é mesmo uma merda!!! Dá-lhe colorado. Vem cá, o Ceconello deve ter morrido depois do jogo, alguém tem notícias dele??

  • 13. Flávio  |  24/04/2008 às 08:30

    Vitória heóica e com esquema faceiro: Show de bola!
    E o Cassol tem razão: a bizarria e o nonsense tomaram conta dos profissionais do rádio esportivo gaúcho. Na Guaíba, o João Garcia e o Haroldo reclaram do aumento do número de moradores de rua, carroceiros e papeleiros em Porto Alegre… Na Band, “Mestre” Cabral disse que o ataque do Inter estava mortinho quando o jogo ainda estava 3×1, sem falar que o narrador passou o tempo todo berrando que Andrezinho teve a premonição de que marcaria os gols… A Gaúcha eu nem ouvi, porque o Wianey começou a secar no momento em que Abel substituiu Ji-Paraná por Adriano…

  • 14. Atilio  |  24/04/2008 às 08:48

    Carlos,
    pra gente não mudar o assunto do post, como na outra vez, e pra não interferir no justo entusiasmo dos nossos amigos, deixo meu email: atiliobergamini@yahoo.com.br. Te passo alguns contatos de pessoas mobilizadas no assunto bike, aqui em Porto Alegre e noutros lugares.

  • 15. joão carlos  |  24/04/2008 às 08:50

    que fase, gaúcho! a gente, gremistas, não consegue TORCER pq o time é uma merda. aí vai secar, os times conseguem são piores. ASSIM NÃO DÁ!!!!

  • 16. joão carlos  |  24/04/2008 às 08:52

    ali acima leia-se: “OS TIMES SÃO PIORES”.

  • 17. dante  |  24/04/2008 às 08:58

    MUITO SENSACIONAL DEMAIS PRA CARALHO é ver um jogo como o de ontem [repito, melhor da minha vida] e chegar aqui pra ler um operário de férias dizer que foi “roubado”.

    sério, duplamente recompensador.

    e o guiñazu não é craque, é ídolo. craque é o patrício, que faz gol contra em final de libertadores.

  • 18. Celão  |  24/04/2008 às 09:06

    Pelo visto o time do Grêmio é o único no mundo que não ganha jogo sendo favorecido pela arbitragem…

  • 19. dante  |  24/04/2008 às 09:08

    ah, celão, sobre o ceconello: eu estava com ele e ajudei a carregar o caixão do rapaz. lçkdfslkdçs

  • 20. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 09:10

    Estava na superior ao lado da bandeira de escanteio no gol onde o Inter atacou no primeiro tempo:
    FOI PENALTI NO NILMAR!

    O juiz errou para os dois lados. Ele é ruim? é, dane-se!

    Ainda estou louco, desvairado com o coração aos pulos.

    NÃO QUESTIONEM UMA VITÓRIA DE 5 X 1.

    A falto do Angelo foi dura. Poderia ter sido amarelo, mas o vermelho tbm não pode ser considerado um erro.

    Tbm não vi q q deu com o sidnei e o atacante deles…Mas expulsou um de cada lado.

    Gremistas…não falem nada hoje…é o melhor que vsc fazem!!!

    Concordo com o Cassol! Quem jogou ontem foi a torcida

  • 21. Celão  |  24/04/2008 às 09:13

    Pelo visto carrregar o caixão do bêbado foi o legítimo “Inferno de Dante”

  • 22. Carlos  |  24/04/2008 às 09:23

    Claudio Cabral ontem deu mais uma prova de como é enganador. Dois minutos depois de dizer que o ataque do inter tava mortinho, q o inter tava pedindo pra tomar um gol, pimba. 4×1 Inter. Agora tá na Band, no comentário da manhã, dizendo q ele já sabia de tudo…Esse cara é irritantemente idiota.

    Qto ao jogo, acho q não há reparo a fazer. 5×1 é inapelável. Paciência.

    Como tive que ver Criciúma x Vasco, só tenho q dizer q ontem vi Edmundo jogar uma partida de encher os olhos, q há muito tempo não via.

  • 23. Lila  |  24/04/2008 às 09:40

    Pelas partes que vi do jogo de vocês ontem, foi JOGÃO mesmo. Uma pergunta inocente: é tradição gaúcha reclamar de arbitragem sempre? Pô, gente, 5×1, sabe? Não tem do quê falar.

    E meu goleirão fazendo gol ontem? AH, SÓ ALEGRIAS.

  • 24. Beto Borracho  |  24/04/2008 às 09:45

    Não foi roubalheira nada, o Tardelli pode até ser ‘localista’ (como os comentaristas gostam de dizer), mas não houve erros que mudassem o resultado.
    Placar justo contra um Paraná burro e ingênuo. Entrou na correria (necessária e correta) do inter, qualquer time cancheiro e malandro teria esfriado os primeiros 30-35 minutos, para ai sim, levar um gol.
    Os caras tinham 90 minutos para administrar 3 gols e conseguiram essa façanha em 40 min.
    Falta essa ‘cara-de-pau’ a muitos times brasileiros, com uma vantagem enorme tem vergonha de cair, catimbar, rolar, pedir maca, cair novamente, 5 min. para cobrar um lateral…..
    No mais, parabéns aos colorados pelo jogo histórico e luta. Pelo menos agora tenho um joginho para ir!

  • 25. Milton Ribeiro  |  24/04/2008 às 09:57

    Desconheço os motivos, mas hoje debati-me com graves problemas éticos – nunca os tive na blogosfera – e resolvi botar aqui meu post em vez de anunciar que escrevi sobre o jogo. Questão de respeito ao time do Impedimento. Foi uma noite divertida:

    Feliz no Futebol.

    Uma derrota em Curitiba por 2 x 0 na semana passada. Hoje, 42.000 colorados no Beira-Rio; eu e meu filho entre eles; um jogador nosso cai desmaiado a um minuto de jogo; tomamos um gol aos dois. Resultado: uma virada – Inter 5 x 1 Paraná. Fernandão foi o dono da festa.

    Uma grande partida. A primeira comoção foi a queda de Jonas, que, aos 22 segundos, voou sobre Índio e caiu de costas no chão. Farejei desgraça, mas o menino tinha “apenas” desmaiado após a queda, deixando uns dentes pelo gramado. O Paraná começou a perder o jogo ao não aceitar o pedido dos jogadores do Inter de pararem o jogo para que Jonas recebesse atendimento médico. Foi uma completa falta de fair-play e os caras quase fizeram um gol enquanto pedíamos para que o jogo fosse paralisado. Depois da entrada do carro-maca, o Paraná foi novamente ao ataque e fez 1 a 0. Tudo isso em dois minutos. Devido ao saldo qualificado, precisávamos fazer quatro gols. Fizemos cinco.

    A ambulância ainda estava à beira do gramado quando Andrezinho empatou em cruzamento de Bustos. O Paraná reclama da arbitragem e ela realmente foi localista. Wagner Tardelli é amigo dos grandes. Rouba-nos contra o Corínthians, mas dá uma mão contra o Paraná, time da segunda divisão, como o Corínthians… Bem, esqueçam! A expulsão de Ângelo, aos 21, foi justa, mas Magrão testou a boa vontade do árbitro ao acertar violentamente Daniel Marques quando já estava 3 x 1. Tardelli achou a entrada de Magrão normal. Muito obrigado!

    O Paraná é ruim de doer, só que não é fácil ter que fazer quatro gols para se classificar e conseguir. Há dois excelentes jogadores no Paraná que mereceriam estar num bom time brasileiro, mas que certamente estarão em julho no exterior: o jovem Giuliano (10) e Leo (5). Esses incomodaram, porém o resto é mais ou menos como o time do Grêmio.

    Não descreverei a virada gol por gol. É monótona a história dos vitoriosos. Eu gostaria de me referir novamente a Fernandão. Orientou o time, correu como na final da Libertadores contra o São Paulo (palavras de Abel), deu passes perfeitos (muitos, muitos), desarmou como nunca, mostrando que decisão é com ele. É difícil agüentar Fernandão durante o ano. Parece desinteressado, esperando um jogo maior… Pois ontem ele teve.

    Upgrade: Não percam o antológico comentário do gremista Tarsis, do Pensar Emburrece.

  • 26. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 10:09

    “1] melhor jogo que vi na vida”

    Assino embaixo.

    Estava tão alucinado ontem que quando saí do estádio não sabia mais nem COMO TINHAM SIDO OS GOLS. Fui descobrir só hoje de manhã, por intermédio do Tadeu Schmidt. Detalhe: eu estava atrás da goleira onde saíram os 3 primeiros.

    Tinha uns guris de uns 8 anos na minha frente na arquibancada. Antes de começar a peleia, o meu camarada Vincent disse que o colorado tinha que “se puxar” e ganhar o jogo por esses novos torcedores. Depois de cada gol, eu olhava os piás e via que eles tavam tão alucinados quanto eu.

    Valeu, colorado.

  • 27. Zé Carlos  |  24/04/2008 às 10:12

    Depois dizem que só um certo time que hoje está na segunda divisão tem arbitragem a seu favor, engraçado, o Paraná foi operado ontem o SPFC faz gol com a mão, o Palmeiras manda spray de pimenta nos vestiários e nada acontece…. porque quando é sempre com time que está na segunda divisão que acontece ??

  • 28. Flávio  |  24/04/2008 às 10:24

    No jogo mais marcante da campanha gremista na Libertadores-96, 5×0 sobre o Palmeiras-Parmalat, Danrlei deveria ter sido expulso por ter se metido na briga Dinho x Válber. Não foi, o Grêmio ficou com um jogador a mais quando o placar ainda era 0x0 e partiu para a goleada.

  • 29. Flávio  |  24/04/2008 às 10:25

    Correção: Libertadores-95

  • 30. fino  |  24/04/2008 às 10:30

    haisdfughaioYuyBGJHSGA

    Nada a ver Flávio.

  • 31. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 10:32

    Todo mundo está discutindo sobre arbitragem, quando a questão é muito mais profunda: já repararam que a RBS só tem transmitido jogos do Inter? Na seqüência foram Caxias x Inter, Paraná x Inter, Inter x Caxias e Inter x Paraná! CADÊ OS JOGOS DO GRÊMIO??? Isso é um desrespeito com o torcedor gremista! RBS = IMPRENSA VERMELHA!

  • 32. Carlos  |  24/04/2008 às 10:38

    Pois é…
    Acho q o Beto analisou corretamente, na visão “gremista” da coisa…
    O inter foi competente, o Paraná (pelo relato do rádio) foi burro, talvez até por ser um time fraco, mas sei lá tb…
    E estão de parabéns. Obviamente secamos, mas não é possível não reconhecer isso.

    Resta a esperança Palmeirense e, ECA, torcer pro Luxemburro. Que ponto chegamos…

  • 33. Carlos  |  24/04/2008 às 10:40

    Otávio:
    A RBS está sendo correta…Ano passado nessa época só passavam jogos do Grêmio…

    Abraço!

  • 34. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 10:44

    bom, ainda resta a esperança de torcer pelo NELSINHO BATISTA.

    (risadas)

  • 35. Flávio  |  24/04/2008 às 10:46

    Não gosto de discutir arbitragem. O que eu quis mostrar é que TODOS os times em algum momento foram beneficiados.

  • 36. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 10:47

    “A RBS está sendo correta…Ano passado nessa época só passavam jogos do Grêmio…”

    Verdade, mas ainda assim acho um absurdo. Espero que pelo menos Ivoti x Grêmio passe ao vivo pela RBS.

  • 37. Cassol  |  24/04/2008 às 10:51

    Secar é do ser do vivente.

  • 38. Diogo  |  24/04/2008 às 10:52

    E afinal, Daniel Cassol, seu amigo mineiro já escolheu time aí?

  • 39. Luciano Pill  |  24/04/2008 às 11:05

    Aquilo não foi jogo, foi uma EPOPÉIA!

    Sério, eu nunca tinha visto nada igual, na vida! Um time precisar fazer três gols, tomar um gol aos 2 MINUTOS de jogo e virar pra 5×1 foi a mais brilhante demonstração de vontade que eu já vi dentro do Gigante.

    Todos, e eu disse TODOS, os jogadores do Inter que estiveram em campo ontem merecem NOTA 10. Os caras correram como se não houvesse amanhã e tiveram uma partida irretocável. Até mesmo o Jonas que desacordou e saiu de ambulância antes de tocar na bola. Tudo isso com exceção do Adrezinho e do Fernandão. Esse merecem nota 11! O Andrezinho por ter feito duas buxas que fizeram os restos mortais do Bodinho se mexer no caixão. E o Fernandão foi mais que um jogador em campo. Até porque aquilo não foi um jogo de futebol. Foi uma batalha e o Capitão do Mundo era o nosso William Wallace. Correu, chutou, deu carrinho, brigou, marcou, orientou, organizou, ponderou, vibrou, bateu e fez gol. A atuação dele foi EMOCIONANTE. A vontade que ele estava de ganhar aquele jogo era passível de choro em quem admira um futebol de garra e bem jogado.

    Isso sem contar o ABELÂO, que armou um time bem postado, mesmo com UMA DÚZIA de desfalques, soube substituir bem e motivou o time ao ponto de os caras entrarem loucos e raivosos como uma matilha de lobos famintos.

    Ah! Ainda teve o fato DOS JOGADORES pedirem para jogar de branco, pra que essa EPOPÉIA fosse dentro do mesmo manto da vitória contra o Barcelona.

    A final da Libertadores, a final do Mundial, o Grenal do 5×2 e o Grenal do Cachaça tinham sido os quatro grandes jogos do Inter da minha vida. Agora a minha lista tem um TOP FIVE. Ontem, 42 mil colorados viram a quinta mais emocionante vitória colorada dos últimos 15 anos.

    Obrigado Colorado. Obrigado….

  • 40. Gaudencio  |  24/04/2008 às 11:15

    Desculpem-me os gremistas conscientes como o Beto (hehe, pelo menos no comentario de hoje, não se acostume), mas no jogo dos aflitos era pra expulsar o Anderson que chutou o arbitro e se fosse mais um ali acabava o jogo.

    Pronto, comecei a guerra civil…

  • 41. Carlos  |  24/04/2008 às 11:17

    Nossa Sra.

    Segundo o Luciano Pill, aguardem o DVD, o filme, o livro, a venda da grama do Beira-Rio, a minissérie, a novela, etc etc etc…

  • 42. Gaudencio  |  24/04/2008 às 11:19

    O que quis dizer é que nenhum time pode reclamar da arbitragem, isso é randômico, uma hora o cara se ferra, outra se da bem. No Jogo contra o Velez era pra expulsar o goleiro e o zagueiro que trocavam sopapos na área, mas não foi. Poderíamos ter passado a outra fase mas não fomos, acho que o Tardelli errou pacaraio ontem, mas não influenciou.

  • 43. Rômulo Arbo  |  24/04/2008 às 11:23

    eu não sequei, porque sinceramente acho q meus amigos colorados têm o direito a vitórias assim (e ontem a vitória só poderia ser assim), vitórias que tanto vi meu Grêmio obter. São do tipo inesquecíveis e hoje tenho 4 grande amigos que passarão o dia inteiro nas nuvens. Invejo, porque já tive. Hoje só espero por tê-las novamente.

  • 44. dante  |  24/04/2008 às 11:24

    carlos, eu entendo perfeitamente o teu estranhamento, simplesmente porque tu não tava lá ontem de noite.

    se estivesse, tu entenderia os exageros.

    D BOA RLX.

  • 45. Rômulo Arbo  |  24/04/2008 às 11:27

    grandeS

  • 46. Paulo Arais  |  24/04/2008 às 11:28

    Serramalte… dizer q foi roubalheira é um baita dum clubismo. 5×1 roubalheira? Só pra tua cara msm.

  • 47. Eduardo  |  24/04/2008 às 11:29

    Colorado virou a la BOCA JRS.
    Só chuveirinho, abafa e gols de XIRIPA.

  • 48. Bueno  |  24/04/2008 às 11:30

    Provavelmente o melhor jogo da minha vida [exceto final da liber 06].

    O que era aquele estádio ontem? A Popular puxando uma única música o primeiro tempo inteiro! A cada carrinho era uma explosão! Até as tribunas de honra pulavam durante os gritos que ecoavam como eu nunca tinha presenciado nos meus mais de 200 jogos no Beira-rio.

    Do jeito que tava ontem, se precisasse fazer 7 nos faríamos. Se o tardelli invertesse todas as faltas, nós ainda assim faríamos.

    A combinação mágica de garra+talento+torcida que aconteceu ontem, não se repete toda hora.

  • 49. André  |  24/04/2008 às 11:39

    Agora em jogo que acaba 5 a 1 é proibido reclamar da arbitragem? Tá bom…

    Inter claramente favorecido, o juiz influenciou no resultado sim, o que não quer dizer que o colorado não tenha méritos.

  • 50. Beto Borracho  |  24/04/2008 às 11:48

    Bueno, a Pop’s só tem uma única musica! Como seria diferente?

  • 51. mazoel  |  24/04/2008 às 11:54

    o Choro eh livre!!!!!

    hashaushuahushauhsuhaua

  • 52. fino  |  24/04/2008 às 11:56

    Não há como responsabilizar a arbitragem pelo resultado. Não foi o juiz que colocou a bola nas redes. 5 vezes.

    Mas também é verdade que a atuação do juiz não foi das melhores: não deu pênalti para o Paraná aos 11min do 1º tempo, assim como não deu no Nilmar depois. Comparando as faltas fortes, a do Magrão foi muitíssimo mais violenta que a do Ângelo, faltou critério. Mas isso é o de menos na análise do jogo mais surreal do ano.

    Deixando de lado a preferência clubística, afirmo, sem remorso algum, que até eu queria estar no estádio ontem. Tudo é lindo em noites assim. Não há, pelo menos pra mim, terapia melhor que um estádio lotado. É a própria sessão do descarrego, onde o vivente abraça gordas e bêbados, xinga a tudo e a todos e, a cada gol, arremessa copos cheios de cerveja para o alto sem o menor pudor. E acha lindo. Afinal, tudo é lindo em noites assim.

    Com certeza o ESTAR LÁ configura uma experiência que vai além de qualquer análise racional. Ano passado quando o Grêmio fez 4 x 0 no Caxias, tenho certeza que a sensação que senti foi bem parecida com a que, vocês colorados, sentiram ontem. Agora, discutir se o Paraná é melhor que o Caxias ou o Caxias melhor que o Paraná, me parece a coisa menos relevante numa situação dessas.

    Parabéns, enfim.

    Duas coisas, porém, me deixaram encucado com a torcida colorada:

    1 – Vi uma faixa (ou trapo, para os metidos) que dizia: “Guiñazu, el perro loco”. Pagação de pau pra argentino?

    2 – Agora a torcida do Inter canta “Pingos de Amor” também?

    E vejam bem, não estou ofendendo ninguém, só estou perguntando…

  • 53. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 11:57

    “1 – Vi uma faixa (ou trapo, para os metidos) que dizia: “Guiñazu, el perro loco”. Pagação de pau pra argentino?”

    É possível. Mas só para os NOSSOS argentinos.

  • 54. Prestes  |  24/04/2008 às 12:00

    Time grande contra time pequeno é assim, a arbitragem pende para o grande. O mesmo ocorreu na final da Liber no ano passado.

  • 55. fino  |  24/04/2008 às 12:01

    “O Capitão do Mundo era o nosso William Wallace.”

    ygsdaihuisdahfuihajajkajasdfjsdahagdasgyaguyadgfg

    aaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh

    aq4t6ytyqryq

  • 56. FERN  |  24/04/2008 às 12:04

    que diabos é isso, o impedimento virou um RECAL dos cartões…

  • 57. Gabriel  |  24/04/2008 às 12:06

    “Haroldo de Souza abriu a jornada da Guaíba criticando o padre que desapareceu nos ares amarrado a balões (“deu mau exemplo às crianças”) e chamando o novo presidente do Paraguai de LUDO (“isso é o nome daquele joguinho”). Era um claro sinal de que as coisas não fariam nenhum sentido neste 23 de abril de 2008.”

    O Haroldo é um retardado, nao parava de falar na maristela maffei e ainda por cima disse que a che guevara era o responsavel pelo homem guerrear ainda hoje!!???

    Sobre o jogo, nao fui mas ouvi na guaiba e depois vi o compacto na tvcom. O time colorado jogou muita bola e o gol do magrão foi espetacular. O jogo foi de emocionar e a torcida tava do caralho!!! Obrigado inter, Obrigado juiz e me manda o numero da conta e cpf. Obrigado hepatite por ter tirado o edinho do time.

    Agora nós tambem temos a nossa epopeia trash!!!!

  • 58. Bueno  |  24/04/2008 às 12:18

    Beto, A popular é a única do estado q tem várias MÚSICAS PRÓPRIAS.

    E Fino,
    A torcida do Inter canta essa música desde a década de 90. Assim como a de vocês. Só que no beira-rio, ela não possui a letra do KID ABELHA.

  • 59. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 12:21

    o juiz influenciou no resultado sim

    ok.

    me diga agora quais gols foram irregulares e quais gols foram anulados.

    aliás, sobre a música única: decisão da banda. Tocar “vamo vamo Inter” até o time virar. E ajudou.

  • 60. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 12:25

    Comparando as faltas fortes, a do Magrão foi muitíssimo mais violenta que a do Ângelo, faltou critério.

    eu vi o vídeo que está no site da Gazeta do Povo, comparando as duas faltas, e achei justamente o contrário. O Ângelo dá uma tesoura e no terceiro replay, aparece nitidamente que ele MIRA o tornozelo do Andrezinho. O Magrão deu um carrinho na corrida e chegou atrasado na bola, mesmo assim foi de lado. Eu daria vermelho ao Ângelo e amarelo ao Magrão.

    O penal no Nilmar não existiu. O penal no Éverton é confuso. No segundo replay eu vi um braço do Sidnei. Mas porra, o lance foi rápido e ele entrou no meio de DOIS zagueiros de frente. Na hora, o juiz viu que ele se atirou. O braço só poderia ter sido visto pelo auxiliar.

    Injusta a expulsão dos dois na peleja Sidnei e Joélson. Aquilo ali era momento para amarelar e separar. Joélson era mais importante para o Paraná.

    Isso são minhas opiniões, acho que é bom de discutir.

  • 61. Gabriel  |  24/04/2008 às 12:30

    “vamo vamo Inter” é mantra, não música, por mim podia ficar só essa o jogo todo!!!

    Alguem ouviu a coletiva do abel? Esmiuçou o jogo e disse q o bonamigo é um incopetente por deixar 3 zagueiros para 3 atacantes sem ninguem na sobra.

  • 62. fino  |  24/04/2008 às 12:46

    Bueno,

    o autor dessa música se chama Paulo Diniz. Que culpa tem ele se o Kid Abelha regravou?

  • 63. FERN  |  24/04/2008 às 12:48

    para a discussão das NOVAS RITUALIZAÇÕES by colorado:

    otávio wodka-52, deixe os caras demonstrarem o sentimento que eles tem pelo jogador da forma que lhes for agradável, mas pelo menos agora eu vi honestidade nos questionamentos que via de regra são feitos aqui aos gremistas.

    NÃO É O GRÊMIO QUE QUER SER CASTELHINO… É O INTERNACIONAL QUE SUPER VALORIZA A BRASILIDADE… PARA COM ISSO RAPAZIADA A NAÇÃO NÃO MERECE TANTO

  • 64. FERN/TRANSLETED  |  24/04/2008 às 12:49

    CASTELHINO=CASTELHANO

  • 65. Gabriel  |  24/04/2008 às 12:52

    FERN o otavio deu a MELHOR resposta possivel, direta e simples…

    Se é pra puxar o saco dum argentino que pelo menos ele jogue no nosso time.

    O gremio vai fazer algum amistoso até o brasileirao? Vai trazer o nery e o makelele?

  • 66. FERN  |  24/04/2008 às 12:54

    e para melar tudo as radios de mdeo andam veiculando que o jogo do Nacional vs sao paulo vai ser no centenario, se for ai o sp passa a ter chance

  • 67. FERN  |  24/04/2008 às 12:57

    gabriel parece que vai ser 3 amistosos e estas NABAS estão quase certas que virão tb.

    EM RESUMO, O NOSSO OBJETIVO É VOLTAR A SÉRIE-B

  • 68. Lila  |  24/04/2008 às 12:58

    O primeiro vai ser lá sim, Fern. Tá na regra que o mando dos primeiros jogos das oitavas é do povo que ficou em segundo.

  • 69. FERN  |  24/04/2008 às 12:59

    a minha discordância ao fato é que se valoriza demais umas listras que só se vê em MAPAS de tamanho REDUZIDO.

    só isso.

  • 70. FERN  |  24/04/2008 às 13:01

    não Lilla, tu não entendeu

    não é essa a questão, o caso é que não usaram o parque central

  • 71. FERN  |  24/04/2008 às 13:02

    http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/0,,MUL423137-4274,00.html

    NÃO MAS.

  • 72. fino  |  24/04/2008 às 13:06

    59. Luís Felipe

    É sempre bom discutir contigo Luís Felipe. Se vocês insistem em falar do juiz, vamos lá:

    Aqui o video: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/

    no lance do pênalti, esquece “o braço” e foca o JOELHO do zagueiro que chega atrasado. “Na hora, o juiz viu que ele se atirou. ” O cara NÃO se atirou, fizeram um sanduíche dele…

    No lance do carrinho do Angelo, onde tu viu TESOURA? Tesoura pra mim é quando o cara ATORA as canelas com as duas pernas. A perna direita do cara ENCOSTA no pé de apoio do jogador do Inter e a direita passa longe . Essa sim, falta pra amarelo.

    No lance do Magrão, atrasado ou não, ele dá de sola no peito do pé do cara… entra rasgando com o calcanhar em cima… vermelho.

    No lance do Joelson e Sidnei, no máximo dos máximos, amarelo pros dois…

  • 73. André  |  24/04/2008 às 13:06

    O árbitro não marcou um pênalti a favor do Paraná. Expulsou injustamente o Angelo e fez vista grossa pra falta do Magrão.

    Mas ei, o que é um penalti a favor e igualdade numérica de jogadores? Um time grande e qualificado como o Paraná pode muito bem vencer uma equipe ruim e nada entrosada como o Inter sem tais benefícios.

  • 74. juliano  |  24/04/2008 às 13:09

    ontem voltando da faculdade, quando estacionei o carro na garagem, saiu o primeiro gol do Paraná. Liguei a TV e tava dando o jogo do Vasco x Cricíuma. Mandei um rango e como tava meio podre fui dormir. Lembro de ter acordado com uns foguetes e ter pensado: beleza, caiu a casa do Inter.

    AÍ EU ACORDO HOJE E DESCUBRO QUE A MERDA DO JOGO FOI 5X1! EU ACORDEI NO MUNDO CERTO? DAÍ ME APARECE AMARAL, NERY E NOTÍCIA DIZENDO QUE O HIDALGO QUER FICAR! MAL POSSO ESPERAR PELO IVOTI. (momento FERN)

  • 75. Bueno  |  24/04/2008 às 13:11

    Gremistas de férias = paladinos da justiça esportiva.

  • 76. joão carlos  |  24/04/2008 às 13:12

    como diria a piada: QUE VERGONHA DO CUMPADI! em relação a esses amistosos…

  • 77. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 13:21

    Juliano em chamas!

  • 78. dante  |  24/04/2008 às 13:23

    lendo os comentários do andré, que deve estar comentando bastante porque está de férias, me lembrei de uma música que cantávamos nas excursões de basquete da sogipa [se o rudi lembrar, pode cantar junto]:

    “chora bananeira,
    bananeira chora,
    chora bananeira
    meu amor
    já foi embora”.

    [o resto é impublicável, há DAMAS no recinto]

    chora mais, andré! tá muito divertido!

    : ]

  • 79. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 13:29

    discordo entre outras coisas do português e, agora, do inglês do FERN (chupa PRECONCEITO LINGUÍSTICO)

    Gustavo Nery, pra quem ainda tá com Hidalgo, tá bem bom. No entanto, não é a lateral esquerda nosso maior problema.

    E ainda… concordo com tudo que o Fino falou em 71 (resposta ao l. felipe) e 51- realmente me lembrou nosso Grêmio 4 X 0 Caxias, do ano passado

  • 80. dante  |  24/04/2008 às 13:29

    e uma coisa respeitável é ver os comentários de gremistas sem ressentimento, caso – NESTE POST, ao menos – do fino, carlos, rômulo e BETO BORRACHO [sim, tenho que admitir].

    parabéns, assim fica GOSTOSO discutir futebol. afslçk

  • 81. Gaudencio  |  24/04/2008 às 13:30

    Teu passado te condena….

  • 82. André  |  24/04/2008 às 13:34

    Chorando? Estou apenas apontando fatos que aconteceram no jogo e beneficiaram a equipe colorada – além do mais, tirando o nanossegundo entre o primeiro gol do Paraná e o primeiro do Inter, jamais achei que o time de Abel Braga ia perder a classificação.

    Ou vai dizer agora que o Paraná foi o beneficiado pelos erros de arbitragem?

  • 83. Anônimo  |  24/04/2008 às 13:45

    Antes do jogo, os caras da Band (Cabral inclusive) disseram que o juiz era localista.

    Na Guaíba, Campelo (coloradaço) sobre a expulsão do angelo “não vou dizer que o juiz errou, mas ele foi rigorosissimo”

    O M.Sarariva (outro colorado) disse que o Magrão tinha que ser expulso.

    O parana até tem razao em reclamar, mas fica chato, tomar quatro gols de bola aerea, sendo que em dois deles permitiram que o adversário matasse no peito dentro da área.

    Claro agora vai vir a réplica de L.Felipe, Dante, Otavio e etc…, que vão morrer sem escrever uma virgula “desfavoravel” ao internacional

  • 84. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 13:45

    Tah bom então…
    Fernandão jogando com raça, voltando dando passes não fez a diferença….FOI O JUIZ.

    Andrezinho distruindo na frente fazendo dois gols, o golaço do magrão, a raça do Índio…nada disso fez a diferença…FOI O JUIZ.

    Nilmar driblando entrando em velocidade…

    Os 42 mil colorados que estavam no beira-rio mesmo com o jogo começando 2 a 0 e que continuaram cantando ao tomar mais 1 não fizeram a diferença…FOI O JUIZ QUEM FEZ

    Tah bom gremistas, eu concordo com tudo que vcs dizem, o Inter só tocou 5 no Paraná porque o juiz roubou. ok, me rendo aos argumentos inapelaveis

  • 85. Anônimo  |  24/04/2008 às 13:47

    “presidente do Paraná Clube, Aurival Correia, afirmou que entrará com uma representação contra o árbitro nesta quinta-feira.”

    O Joélson (expulso) não fez nada. Ele não usou o mesmo critério na falta cometida pelo Ângelo (expulso) e do carrinho do Magrão. Não discordo que o Ângelo foi violento, mas o carrinho do Magrão foi pior. E tenho certeza que foi pênalti no Everton”, reclamou o dirigente.

    Ângelo recebeu cartão vermelho direto, aos 21min de jogo, depois de uma entrada violenta. Já Joélson recebeu o vermelho após uma confusão com Sidney, do Internacional, que também foi expulso.

    Para o meia-atacante do Paraná, o árbitro foi maldoso na decisão de tirar ele e Sidnei da partida. “Ficava mais fácil (para o Internacional) expulsando um atacante nosso e um zagueiro deles”, disse o jogador ao deixar o gramado do Beira-Rio.

    http://esportes.terra.com.br/futebol/copadobrasil/interna/0,,OI2778120-EI1950,00-Parana+entrara+com+representacao+contra+arbitro.html

  • 86. Anônimo  |  24/04/2008 às 13:49

    Só que o jogo acabou manchado por dois erros bizarros do árbitro Vagner Tardelli: não deu um pênalti em Éverton e depois expulsou o lateral-direito Ângelo, numa falta clara de cartão amarelo, prejudicando absurdamente a equipe paranista.

    A pressão do Inter só aumentou e o segundo gol colorado acabou acontecendo aos 31. Em nova jogada do lateral-direito Busto, Índio, livre de marcação, marcou. O jogo que já estava ruim para o Paraná, ficou ainda pior quando o meia-atacante Joelson e volante Sidnei, do Inter, foram expulsos após trocarem empurrões, deixando a equipe paranista com apenas nove homens.

    Mostrando que estava num péssimo dia, Tardelli também errou contra o Inter, ignorando pênalti claro no atacante Nilmar. Só que mesmo com o erro, o Inter mostrou sua força e fez o terceiro. Fernandão escorou o lançamento para Andrézinho, que, com muita estrela, marcou o seu segundo. O Paraná, num raro ataque, teve a chance de diminuir, mas Léo chutou a bola em Curitiba.

    Antes de acabar o primeiro tempo, mais uma lambança. Magrão deu uma entrada criminosa no zagueiro paranista Daniel Marques, mas o árbitro sequer aplicou um cartão amarelo, num lance que o jogador teria que ser expulso. Na etapa final, os erros continuaram. Éverton, do Paraná, foi derrubado próximo a área, mas Tardelli sequer aplicou o cartão amarelo no zagueiro Índio, pelo contrário, o jogador paranista que recebeu por reclamação.

    http://www.diariopopularpr.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=31221&Itemid=38

  • 87. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 13:52

    “Claro agora vai vir a réplica de L.Felipe, Dante, Otavio”

    Eu fora! Hoje só tô aqui pra dar risada…

  • 88. Anônimo  |  24/04/2008 às 13:52

    “A parcialidade (má-intenção na opinião dos torcedores paranistas) do árbitro gerou revolta em todos que acompanharam a partida. Jogadores, comissão técnica, diretoria e torcedores do Paraná Clube não aceitaram os erros do “comandante” do jogo. Pênalti não marcado, expulsões desnecessárias e muitas marcações duvidosas mancharam um bom jogo de futebol. É bem difícil dizer que a atuação de Tardelli não foi determinante na derrota do Tricolor.”

    Os dois gols por si só garantiram altas doses de emoção para o jogo, mas o árbitro Wagner Tardelli resolveu roubar a cena. Aos 11 minutos Everton fez grande jogada e tentou passar por dois marcadores do Inter. Foi claramente derrubado, mas o árbitro fez vistas grossas e mandou o jogo seguir.

    Para comprometer ainda mais a atuação de Tardelli, aos 21 minutos, deu um cartão vermelho direto para o lateral Ângelo. O árbitro mostrou um rigor que não manteve em outros lances semelhantes durante a partida.

    os 34 minutos de jogo o árbitro Wagner Tardelli parou o jogo e correu para junto do auxiliar Dilbert Moises. Após uma rápida conversa, ele correu de volta para o gramado e mostrou cartão vermelho para Joelson (Paraná) e Sidnei (Inter). As imagens mostraram que os jogadores apenas discutiram e se empurraram, mesmo assim o árbitro mandou ambos para fora.

    Antes do término do primeiro tempo o árbitro voltou a aparecer. Magrão dá uma entrada violenta em Daniel Marques – semelhante à que Ângelo deu no começo do jogo – e sequer levou o cartão amarelo.

    http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/esportes/conteudo.phtml?tl=1&id=759706&tit=Erros-arbitro-e-Inter-tiram-o-Parana-da-Copa-do-Brasil

  • 89. Francisco Luz  |  24/04/2008 às 13:53

    Eu não entendo mais nada. O cara pede a opinião. Eu, que estava lá, e ainda estou sem voz, disse que achava que o Magrão tinha que ser expulso. Que bom que não foi, e aí nós fomos beneficiados.

    Os outros lances, todos, são carne de vaca. O pênalti, eu nem lembrava. Vendo depois, na tv, achei que foi. No Nilmar, não. No estádio, a impressão é outra.

    E só o que faltava, alguém querer que nós venhamos aqui e digamos “ah, que merda. Só ganhamos roubado. Devemos entregar os pontos”.

    Aí não, né.

  • 90. Anônimo  |  24/04/2008 às 13:53

    Em seguida, a arbitragem passou a tumultuar o jogo. Aos 11 minutos, o árbitro deixou de marcar pênalti claro em Everton. Aos 21, Ângelo deu um carrinho frontal e derrubou Andrézinho. Wagner Tardelli expulsou o lateral. Revoltados, os jogadores do Paraná cercaram o juiz.

    Aos 33, Tardelli voltou a atacar e mostrou o cartão vermelho para Joelson e Sidnei, que haviam discutido e trocado empurrões fora do lance. O rigor do árbitro sumiu aos 48, quando Magrão deu um carrinho criminoso em Daniel Marques. O carioca Tardelli sequer mostrou cartão amarelo.

    No segundo tempo, aos 17 minutos, Tardelli voltou a errar, mas dessa vez, a favor do Paraná. Everton, que já tinha amarelo, derrubou um adversário puxando pela camisa, mas não levou o segundo cartão

    http://www.bemparana.com.br/index.php?n=65774&t=tardelli-tira-o-parana-da-copa-do-brasil

  • 91. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:00

    “Beto, A popular é a única do estado q tem várias MÚSICAS PRÓPRIAS.”

    Geral: Bebendo Vinho, Eu sou do sul, duas que me lembrei de cabeça

    Popular canta pingos de amor sim:

  • 92. Prestes  |  24/04/2008 às 14:00

    Vou tentar ser pedagógico com os gremistas de novo:

    LEMBRAM A FINAL DA LIBERTADORES DO ANO PASSADO???

    Pois então, em mata-mata, juiz rouba para o time GRANDE. Aí o o pequeno leva cinco e fica chorando.

  • 93. Carlos  |  24/04/2008 às 14:00

    dante:

    Realmente. Não vi o jogo e nem os lances, então não posso opinar se foi o não expulsão, foi ou não pênalti, etc etc etc…

    Só posso dizer q o Paraná é burro, é timinho.

    Claro que num momento como esses sempre aparecem os megalomaníacos, mas é normal…Qdo a gente ganhou do Caxias tb teve gente dizendo um monte de merda…

    O q não dá mais pra aturar nesse blog é essa coisa “meu pau é maior do q o teu” sem fim…é no mínimo cansativo.

  • 94. Roger  |  24/04/2008 às 14:04

    “É possível. Mas só para os NOSSOS argentinos.”

    Tá bom Otávio, pode ficar com “teus argentinos” só pra ti, viu santa?!

  • 95. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:06

    Prestes, tu não parece ser dos maoires conhecedores de futebol. Já disse um monte de incorreções e besteiras.

    Logo, logo alguem vai revidar e tu vai ficar sem nada pra dizer.

    Vai na manha

    “me lembrou nosso Grêmio 4 X 0 Caxias, do ano passado”

    Gremio e Caxias teve arbitragem perfeita.

  • 96. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:11

    25. Milton Ribeiro | 24/04/2008 at 09:57

    “O Paraná reclama da arbitragem e ela realmente foi localista. Wagner Tardelli é amigo dos grandes. Rouba-nos contra o Corínthians, mas dá uma mão contra o Paraná,”

    Quando que o Tardelli roubou pro Inter contra o Corinthians?

  • 97. Carlos  |  24/04/2008 às 14:13

    O único consolo q eu tenho é saber que na primeira derrota tem vários aqui q não vão dar as caras…

  • 98. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 14:14

    bom, eu adredito q o inter não tenha comprado o tardelli. este seria o único caso para q os colorados não se escabelassem e vibrassem pelo resultado de ontem. então, deixe q comemorem. caso tu seja paranista (falar com anônimo é foda), chora, é o q resta. é o q me restou fazer no primeiro jogo da final da liber ano passado, é o q me restou fazer naquele Grêmio X Palmeiras pela Copa do BR em q fomos roubados na nossa própria casa. não adianta, não volta. e pros colorados, não há outra alternativa: festa. isto disse bem o otávio.

  • 99. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:15

    Não Carlos, tres post atras chegou-se a conclusão que só existe gremista de ocasião.

    Colorados são todos fieis. e sensatos

  • 100. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 14:19

    Anônimo:

    Nos posts anteriores tbm chegou-se a conclusão que o Inter só ganha roubado!

  • 101. Beto Borracho  |  24/04/2008 às 14:28

    Carlos, tu que me cobra como ‘funciona’ a Geral, terás uma boa oportunidade.
    Torneio de futebol 7 da Geral, em Guaíba na ilha do Grêmio (ilha da pintada eu acho). Para quem é sócio churrasco na faixa, para ‘convidados’ mizeros 5 pilas, cerveja por conta de cada um!
    Infelizmente as inscrições dos times estão esgotadas, mas para trocar uma idéia, conhecer a ilha (muito legal o lugar) e fazer uma média com a patroa, ta valendo!

  • 102. Otávio Niewinski  |  24/04/2008 às 14:28

    “Tá bom Otávio, pode ficar com “teus argentinos” só pra ti, viu santa?!”

    Divido contigo, sem problema! Hshshshs

  • 103. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:32

    Beto, é na Ilha Grande dos Marinheiros

    na geral tudo é sempre assim, as inscrições ja estao esgotadas, os onibus ja estão lotados, os ingressos ja acabaram…

    nao vou falar mais que não quero da munição para inimigo

  • 104. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 14:33

    anônimo, em primeiro lugar, vai te fuder. Tu não é homem sequer para assinar o teu nome num post. Não merece o meu respeito, a minha resposta e não merece sequer a comida que tu come.

    fino:

    ok, não foi tesoura. Acreditei no que disse o Chico Garcia na Rádio Gaúcha. Ainda assim, não acredito que o critério poderia ser o mesmo. Diante da velocidade da jogada, o Magrão poderia usar o carrinho para desarmar o zagueiro adversário; Ângelo, porém, não precisaria usar o recurso violento. Me parece que Magrão foi imprudente e Ângelo, desleal.

    De qualquer forma, vamos considerar que todos os erros de arbitragem favoreceram o Internacional e prejudicaram o Paraná.

    O Internacional fez cinco gols, todos legítimos.

    Levou um gol, também legítimo.

    A goleada e a façanha NÃO SÃO consequências diretas da expulsão. Muito menos do pênalti, uma vez que 5×2 também daria Inter- além do mais, houve um grande espaço de tempo entre o quarto gol e o final do jogo.

    Logo, eu não consigo entender – e sei que tu entende; o André, por exemplo, não entende – por que esses lances foram TÃO decisivos para a vitória do Internacional. Nem vou alegar ressentimento por que este já está evidente em outras vozes tricolores – repito, não na tua.

  • 105. Prestes  |  24/04/2008 às 14:35

    “Não Carlos, tres post atras chegou-se a conclusão que só existe gremista de ocasião.

    Colorados são todos fieis. e sensatos”

    No comentário sobre a torcida gremista deixei bem claro que falava de pessoas que vão no estádio por moda, e que são “grande parte” (o que NÃO É a mesma coisa que “todos”). Isso também há no Beira-Rio, mas bem menos. Deixei bem claro também que estava me baseando pelos meus amigos gremistas.

    Aproveito para lançar a campanha:

    RESSUCITA PAULO FREIRE!

  • 106. Carlos  |  24/04/2008 às 14:37

    Beto, faltou dizer o dia

    Alguém sabe qdo começa a segunda fase da liber?
    bons jogos pela frente…

  • 107. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:40

    Logo, eu não consigo entender – e sei que tu entende; o André, por exemplo, não entende – por que esses lances foram TÃO decisivos para a vitória do Internacional. Nem vou alegar ressentimento por que este já está evidente em outras vozes tricolores – repito, não na tua.

    “Para o meia-atacante do Paraná, o árbitro foi maldoso na decisão de tirar ele e Sidnei da partida. “Ficava mais fácil (para o Internacional) expulsando um atacante nosso e um zagueiro deles”, disse o jogador ao deixar o gramado do Beira-Rio.”

    Quem precisava de espaço para jogar era o Inter.
    quem precisava de bola rolando era o Inter.

    tudo isso acontece com mais facilidade com menos jogadores em campo.

    sobre a não expulsão do magrão.

    Ter um jogador a mais o tempo inteiro beneficia sim uma equipe. A bola nao entra automaticamente no gol, mas é mais facil jogar com um a mais. Tem que ser muito burro para não ver isso.

  • 108. Carlos  |  24/04/2008 às 14:41

    No comentário sobre a torcida gremista deixei bem claro que falava de pessoas que vão no estádio por moda, e que são “grande parte” (o que NÃO É a mesma coisa que “todos”). Isso também há no Beira-Rio, MAS BEM MENOS. Deixei bem claro também que estava me baseando pelos meus amigos gremistas.

    Bah…ô prestes…sinceramente…Tu pode ser colorado, etc etc etc…
    Só não precisa ser tão parcial assim…pelo amor de deus…

  • 109. Carlos  |  24/04/2008 às 14:42

    Dizer q isso acontece no Beira-Rio, mas BEM MENOS….

    PQP…

  • 110. fino  |  24/04/2008 às 14:43

    Força Papo !!!!!!!!!!!!!!!!!

    hfg8p´sdaghfsduiaFUHAUSDAIOPASDF

  • 111. J Petry  |  24/04/2008 às 14:43

    Melhor jogo que já vi no estádio. Ultrapassou o 3×0 contra o Nacional na primeira fase da Libertadores de 2006.
    Obviamente estou sem voz. Escalei o alambrado feito maluco várias vezes. Éramos 40.000 Guiñazús lá dentro, a derrota não era uma opção.

  • 112. Lila  |  24/04/2008 às 14:47

    Carlos, os jogos são 30/4 e 7/5.

  • 113. dante  |  24/04/2008 às 14:49

    andré, sem deboche: tu é paranista? espero que seja, pros gremistas não ficarem constrangidos…

    fora isso,

    NÃO FOI PÊNALTI NO TINGA em 2006…

    HUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 114. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 14:49

    J Petry:

    Só quem não viu o jogo no estádio pode dizer que o inter ganhou pelo arbitro!!!!!

    Ainda sem voz.

  • 115. Daniel Cassol  |  24/04/2008 às 14:50

    “Alguém sabe qdo começa a segunda fase da liber?”

    Carlos, to fazendo um post sobre isso.

    Aguardemmm.

  • 116. Prestes  |  24/04/2008 às 14:54

    Carlos, digo e repito: a torcida do Grêmio deixava a desejar até a queda do time para a Série B em 2004. Tenho convicção de que não tô loco e alguns gremistas fanáticos concordaram comigo quando disse isso. Talvez até o Inter botasse mais gente nos 90 por que qualquer timezinho meia-boca já empolgava a torcida. Não tem nada demais nisso, o Atlético-MG e o Bahia, por exemplo, botam mais público tradicionalmente que os gaúchos. O Galo é o clube que mais teve a melhor média de público em Brasileiros. E não são maiores nem melhores por isso.

  • 117. Carlos  |  24/04/2008 às 14:56

    Prestes:

    Dizer que meia dúzia de “fanáticos” q tu conhece concordam com essa besteira que tu fala não quer dizer q isso seja verdade.

    Bah, meu velho…Não me diz uma merda dessas. Tu pode até colocar isso como uma dúvida ou como “eu acho”…agora dizer q É isso…bah, é muita pretensão…

  • 118. Anônimo  |  24/04/2008 às 14:56

    Não te afunda, prestes.

    se limita a falar do Inter. Traçar um perfil de uma torcida inteira a partir de meia duzia de amigos teus é de uma ignorancia sem precedentes.

  • 119. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 15:01

    carlos quebra a coluna de prestes
    leia em O SUL

  • 120. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 15:02

    Anônimo:

    Dizer que um time q ganhou de 5 x 1, ganhou só por causa do juiz É PRECEDENTE pra qualquer sandice!

  • 121. Carlos  |  24/04/2008 às 15:02

    A coluna prestes sempre foi uma merda mesmo

    alkjdsakldjlsjldashflkhsfkahskjf

  • 122. Carlos  |  24/04/2008 às 15:03

    Alisson:

    Se por acaso tu perdeu tempo lendo todos os posts….vai ver q eu jamais disse q o juiz ajudou ou deixou de ajudar…

    Não precisa advogar por uma besteira falando outra…

    Abraço!

  • 123. Anônimo  |  24/04/2008 às 15:05

    Quem disse que o 5×1 aconteceu só por causa do Juiz? Quem?

    Sandice é ignorar a influência da péssima arbitragem.

  • 124. Prestes  |  24/04/2008 às 15:06

    Moro em Porto Alegre desde que nasci há 24 anos. Não me baseio por meia dúzia. Conheço essa cidade de cabo a rabo, analiso e estudo futebol há tempos. E quem concordou foram pessoas no blog, como o Gralha – que nem conheço. E o André K mostrou números de público gremista na Liber 95. botaram 4 mil em uma partida. Hoje, o Grêmio não bota apenas isso nem em Gauchão nevando.

  • 125. Anônimo  |  24/04/2008 às 15:07

    Quem disse que o 5×1 aconteceu SÓ por causa do juiz: Quem?

    Sandice é ignorar a influencia da pessima arbitragem.

  • 126. Prestes  |  24/04/2008 às 15:08

    Mas isso não vai durar. Daqui dois, três anos o Grêmio vai voltar a ter pouca freqüência no estádio.

  • 127. André K.  |  24/04/2008 às 15:10

    Eu não mostrei nada. Não me usa para tuas teses.

    Alguem copiou aqueles dados que estavam disponiveis num blog que eu fiz.

    Eu acabei trazendo outras informações e explicações para o público de alguns jogos.

  • 128. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 15:10

    Carlos tu és o anônimo?

    ´Não usei o TEU nome pq não li tu dizer isso. Abraço!

    Anônimo: Leia os teus posts. TODOS.

  • 129. Eugenio  |  24/04/2008 às 15:13

    Os gremistaas estão de férias e ficam dando uma de justiceiros agora. Por que eles não agiram assim quando o juiz não deu o pênalti no Tinga, em 2005?

  • 130. Carlos  |  24/04/2008 às 15:14

    Não, Alisson. Costumo assinar todos meus posts.

    Prestes:

    Já que tu sabe tanto assim de POA, quem vai ganhar a próxima eleição?
    Já fez tua pesquisa com a meia dúzia dos teus amigos???

    Bah, chega a ser hilário teus argumentos. Moro há 24, desde q nasci. (então ganhei de ti, pq moro há 35 anos). Conheço essa cidade de cabo a rabo. (tu é taxista?)
    Analiso futebol (não parece).

    Abraço!

  • 131. Prestes  |  24/04/2008 às 15:14

    André K,

    Usaram teu nome então, perdão. Mas não tô te usando para minhas teses, estou usando os números apenas. Sei que tu não concorda comigo.

  • 132. Anônimo  |  24/04/2008 às 15:15

    Alisson, aonde que eu disse que a arbitagem foi a única razão para os 5×1? aonde?

    Já disse aqui que não foi só por causa do juiz.

    agora é a tua vez:

    Vai dizer arbitragem não teve nenhuma influencia no jogo e no seu resultado final?

  • 133. Luzardo  |  24/04/2008 às 15:15

    Clichês do futebol gaúcho:

    – Após seqüência de vitórias do Inter: especular sobre possível venda de meio time
    – Antes de decisão: especular sobre a saída iminente do Abel
    – Após façanha improvável do Inter: o assunto ser a arbitragem

  • 134. André K.  |  24/04/2008 às 15:16

    Tá certo prestes,

    na leitura que eu fiz , fiquei com a impressão que tu me incluia entre aqueles que concordam contigo. erro meu entao,

  • 135. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 15:17

    “Para o meia-atacante do Paraná, o árbitro foi maldoso na decisão de tirar ele e Sidnei da partida. “Ficava mais fácil (para o Internacional) expulsando um atacante nosso e um zagueiro deles”, disse o jogador ao deixar o gramado do Beira-Rio.”

    Quem precisava de espaço para jogar era o Inter.
    quem precisava de bola rolando era o Inter.

    tudo isso acontece com mais facilidade com menos jogadores em campo.

    sobre a não expulsão do magrão.

    Ter um jogador a mais o tempo inteiro beneficia sim uma equipe. A bola nao entra automaticamente no gol, mas é mais facil jogar com um a mais. Tem que ser muito burro para não ver isso.

    ISSO É DIZER QUE O JUIZ DECIDIU O JOGO! OU NÃO?

  • 136. Prestes  |  24/04/2008 às 15:17

    Carlos,

    Porque o tema te deixa tão irritado se é hilário?

    Abraço

    Obs: não sou taxista, sou jornalista.

  • 137. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:21

    ah, o anônimo é o imperador do recalque André K?

    tá explicado.

  • 138. Carlos  |  24/04/2008 às 15:21

    Prestes:

    Burrice deixa o cara irritado.

  • 139. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 15:22

    É impressionante (ou então explica-se pela paixão cega) como ALGUMAS pessoas não conseguem separar uma coisa da outra, a saber, observações sobre a arbitragem X observações sobre o futebol jogado. É verdade que a arbitragem faz parte do jogo, mas, vejam, é possível falar de uma coisa e de outra, “em separado”. Exemplo: posso dizer que o juiz aquele teve um péssimo dia no último Grêmio X Juventude. Ainda assim, meu time não jogou nada. E posso dizer “meu time não jogou nada”. Viram? Eu posso dizer as duas coisas, sendo, ainda assim, sensato, ou, pelo menos, coerente. Da mesma forma, posso dizer, em algum sentido, “o Inter jogou pra caralho ontem”, e em outra frase dizer “o juiz, para além das intenções, favoreceu o colorado”. As frases podem vir a ser todas verdadeiras ou falsas, e sobre isso se pode discutir, mas o indiscutível é que tais sentenças PODEM muito bem ser ditas e propôrem discussões que, então, igualmente “em separado”.

    Talvez eu tenha complicado UM POUCO, não sei se me fiz entender.

  • 140. Anônimo  |  24/04/2008 às 15:24

    Alisson,

    Não quer dizer que o juiz foi único responsavel pelo 5×1.

    Teve várias coisas. Bons cruzamentos de bustos, abel tirando ji-parana colocando adriano, andrezinho, etc… somado a isso tudo tem uma atuação fraca do juiz que acabou ajudando o Inter.

    Tu ainda não respondeu a minha pergunta:

    Vai dizer arbitragem não teve nenhuma influencia no jogo e no seu resultado final?

  • 141. Carlos  |  24/04/2008 às 15:25

    Prestes:

    Então tu é jornalista????
    ah bom, tá explicado!!!!!

    aldkjsalkdjaslkfasdjlkfjdasljkfldsjfjl

    (patrulha corporativa vai me massacrar agora)

  • 142. Prestes  |  24/04/2008 às 15:26

    Carlos:

    Se nós dois, entre outros, estamos discutindo há horas, então qual dos dois é burro? Porque ficar discutindo com um burro, sobre o assunto ao qual considera uma piada por horas é uma tremenda burrice. Eu agora, por exemplo, chegando a conclusão de que tu é burro – e que partiu pra ignorância, não mostrando um dado sequer que refute minha tese – não discuto mais.

    Abraço

  • 143. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 15:27

    no final: “que, então, SERÃO igualmente…”

  • 144. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:28

    Rômulo:

    Eu entendi. O que eu questiono é o poder das decisões equivocadas do árbitro no RE-SUL-TA-DO do jogo. No ANDAMENTO do jogo, NINGUÉM pode adivinhar: o Inter com DEZ, por exemplo, jogou MELHOR contra o Caxias.

    Ainda considero essa discussão absolutamente surreal. Fui obrigado a aturar Cacalo e Santana no Sala dizendo que agora o Inter não poderia reclamar de 2005 e que um suposto título do Internacional estaria SOB SUSPEITA. Pode!??

  • 145. Rômulo Arbo Menna  |  24/04/2008 às 15:28

    aonde chegamos! Volta Cecconello!

  • 146. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 15:29

    Em suma: O Inter jogou muito.

    O juiz errou sim.

    A divergencia é: Alguns gremistas acham que Inter só venceu porque foi “ajudado”

    Eu, colorado, digo que venceriamos de qualquer maneira não importa o juiz, é isso!

  • 147. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:29

    Se nós dois, entre outros, estamos discutindo há horas, então qual dos dois é burro? Porque ficar discutindo com um burro, sobre o assunto ao qual considera uma piada por horas é uma tremenda burrice.

    MEU DEUS, a coisa foi para a FILOSOFIA DA LINGUAGEM.

    SOCORRO!

  • 148. André K.  |  24/04/2008 às 15:30

    Luis Felipe,

    Eu não era o Gremista Vigilante?
    https://impedimento.wordpress.com/2007/12/04/tarda-mas-nao-falha/

  • 149. dante  |  24/04/2008 às 15:30

    todos esses mais de 140 comentários podem ser traduzidos por uma única expressão:

    mimimimi.

    FICA ABEL!

  • 150. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:31

    ANÔNIMOS costumam ter várias faces, AK-47. Foi tu quem esqueceu de assinar?

  • 151. Carlos  |  24/04/2008 às 15:38

    Prestes:

    Refutar tese idiota é impossível.
    Lanço uma outra tese pra que tu refutes:
    – conheço um colorado que tomou uma guampa, e um colorado q já comeu um traveco.
    Conclusão: Colorados são cornos e putos.
    Refuta essa.

    Qto a discutir com um burro, desculpa. Eu acredito ainda na humanidade.

    açldjsalkdjasldksjldlhdlhasdshdkhkjh

  • 152. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:41

    conheço um colorado que tomou uma guampa, e um colorado q já comeu um traveco.
    Conclusão: Colorados são cornos e putos.
    Refuta essa.

    HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHA

  • 153. Beto Borracho  |  24/04/2008 às 15:47

    Erro meu Carlos, a fase de grupos é sábado (das 09:00/12:00 – churras – 15:00/18:00), domingo pela manhã a fase final e depois costelão com a presença do Odone. Eu duvido que ele vá, se bem que ano passado ele prometeu e cumpriu!

    Para esclarecer: 16 cidades serão representadas por um time cada (exceção POA =3), se abríssemos inscrições, não teríamos um torneio e sim um campeonato com duração de 5 anos!

  • 154. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 15:53

    André K, não sei se o Gremista Vigilante é tu – talvez até seja – mas eu só achei bem curioso o fato do primeiro comentário sobre ti aparecer e quatro minutos depois tu responder, sendo que havia um ANÔNIMO no post. Pode ser apenas mera coincidência.

  • 155. André K.  |  24/04/2008 às 15:59

    Quantos minutos eu deveria esperar?

    e se tu responder no mesmo post do NO SEGUNDA, vale este raciocinio?

  • 156. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 16:01

    não, não vale, simplesmente por que eu não sou ele.

    mas tudo bem, se tu me garante que é mera coincidência, continuo na espera que ele revele o seu nome. Até no teu blog ele me xinga, impressionante.

  • 157. Alisson Coelho  |  24/04/2008 às 16:02

    O mau caratismo está a solta!

    huhaushuahsuahsuahsuahs

  • 158. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 16:02

    Aliás, o que tu pensa sobre a arbitragem de ontem?

  • 159. André K.  |  24/04/2008 às 16:05

    Só vi os gols.

  • 160. Gaudencio  |  24/04/2008 às 16:13

    Interessante isso, em todo post sobre o Internacional acaba a discussão em torcida do GrÊmio e vice-versa. Esse não era pra ser um fórum sobre futebol? Querem ficar punheteando vão para o Blog da Corneta no ClicRBS???

  • 161. Tiago Medina  |  24/04/2008 às 16:14

    Tardelli é fraco, mas 5 a 1 é um resultado indiscutível.

  • 162. Gilson  |  24/04/2008 às 16:17

    Sobre a Libertadores nenhuma letra? Aqui em Minas já estão falando de como o Boca deu azá dessa vez…

  • 163. Francisco Luz  |  24/04/2008 às 16:32

    todos esses mais de 140 comentários podem ser traduzidos por uma única expressão:

    mimimimi.

    FICA ABEL!

    Dante resumiu tudo.

  • 164. Sérgio  |  24/04/2008 às 16:33

    Que boçal esse Prestes. Os colorados que eu conheço são fanáticos mas não são obtusos.

  • 165. Iuri  |  24/04/2008 às 16:46

    A expulsão do primeiro paranista não foi absurda.

    A expulsão “um de cada lado” também não, embora tenha sido muito mais proveitosa para o Inter, que precisava de espaço no campo – burrice do cara do Paraná, que teria que ter consciência diso.

    O Magrão deveria ter sido expulso, pelo primeiro critério. E os penaltis, todos polêmicos.

    O Inter ganhou, o juiz ajudou. Mas tirar o mérito da remontada unicamente pelo arbitragem não serve.

  • 166. fino  |  24/04/2008 às 17:11

    Pois eu conheço uma porção de colorados ESCALENOS

  • 167. André  |  24/04/2008 às 18:40

    Sou gremista, Dante. Por que a pergunta? O fato de torcer pelo tricolor impede que eu teça comentários a respeito das cagadas que o Sr.Tardelli fez e que beneficiaram o Internacional?

    SE o Magrão tivesse sido expulso, no mesmo critério usado para mandar pra fora o jogador do Paraná, não teria como marcar o quarto gol do Inter – com o penalti não marcado, ficaria 4 a 2, e o colorado fora. Ou então nenhum devia ter recebido o cartão vermelho, e eu ACHO, apenas ACHO, que deve ser um pouco mais difícil marcar cinco gols em condições de igualdade do que com um jogador a mais.

    Mas a questão nem é essa, já que o Inter tinha time pra golear o fraco e assustado Paraná em CNTP. O que o clubismo exacerbado do Luis Felipe não permite é ver que o jogo foi roubado. O colorado se superou? Se superou. A torcida teve um papel essencial? Teve um papel essencial. O Inter venceria mesmo sem os erros da arbitragem? Provavelmente.

    Mas foi roubado. Não tiro os méritos da equipe, nem da raça, nem do Fernandão ou Andrézinho. O juiz não foi o único nem o principal motivo da goleada colorada, mas os erros dele fizeram a diferença. Acontece. Aceitem.

  • 168. joão carlos  |  24/04/2008 às 18:57

    quer saber, com ajuda ou sem ajuda do juiz, bem feito pro paraná. era capaz de passar pelo inter e ir ganhando até levar o título dessa copa. já basta o PATÉTICO PR ter sido campeão brasileiro. é como se o DC UNITED ganhasse a liber. esses times pequenos tinham que ser sempre eliminados na 2 rodada (daí o gremio ainda ia tah jogando a copa br – !!$#$@!$!@#$)

    vamu organizá esses anônimos. um diz uma coisa, outro diz outra. nomeia aí, anônimo situação, anônimo oposição, anônimo azul/vermelho, sei lá. tanta opinião me confunde…

    no próximo jogo da copa o juiz rouba contra o inter…

    ouvir o santana e o cacalo só deve ser pior que ouvir o tulio milman.

  • 169. joão carlos  |  24/04/2008 às 19:31

    (advogado do diabo, eheheheheheheh)
    4 a 2 SE o cara do paraná convertesse o pênalti. na real, SE acontecesse o penalti e SE ele fosse convertido, seria 1 a 2.
    mas SE minha vó não fosse morta, era viva. SE o vagner mancini tivesse ficado, SE o romário errasse o pênalti.

    tem que pensar que numa outra dimensão, nada disso está acontecendo…

  • 170. dante  |  24/04/2008 às 19:35

    andré,

    pode fazer o comentário que tu quiser, sendo gremista, paranista ou whatever. eu só queria saber essa informação porque achei GENIAL a VIRULÊNCIA com a qual alguns gremistas comentaram que o resultado passou pela arbitragem depois de eu ter presenciado ao vivo o jogo fantástico de ontem.

    mas eu NÃO vou aceitar que o jogo “foi roubado”. eu passei anos [E ANOS] vendo o inter “ser roubado” e nunca creditei esse ou aquele resultado porque o juiz “roubou”. se fosse assim, eu não iria mais ao estádio, não seria sócio de um clube, sequer me importaria com o futebol.

    sinto muito.

    boa sorte em ivoti e apareça pra fazer esses comentários sobre a arbitragem quando o inter [ou algum adversário do grêmio] “for roubado”.

    abrazo.

  • 171. Luís Felipe  |  24/04/2008 às 20:06

    O que o clubismo exacerbado do Luis Felipe não permite é ver que o jogo foi roubado.

    che,
    roubado pressupõe má intenção, em primeiro lugar, não erro.

    segundo, o Inter já foi prejudicado por juizes ruins e também por mal-intencionados. Ruins como Djalma “me caguei nos Aflitos” Beltrami, que simplesmente NÃO VIU uma bola entrar numa COBRANÇA DE PÊNALTI. Mal-intencionados como Sidrack Marinho, que validou dois gols em impedimento do seu Flamengo no Maracanã.

    A questão que eu sempre levantei aqui é que não considero os erros da arbitragem decisivos na partida. O Bonamigo estava ENCAGAÇADO. Só o Inter tinha a bola. O time dele era COVARDE, tirou um atacante no primeiro tempo e alugou o meio campo para o Internacional. Para mim, a principal culpa da derrota paranista foi o treinador. Tudo isso em cima do juiz é cortina de fumaça.

    É só isso, senão vou me repetir.

  • 172. Gremista Vigilante  |  24/04/2008 às 20:44

    Porra, fui citado de novo aí em cima.

    Luís Felipe, agradeço a lembrança. Retribuirei oportunamente.

  • 173. FERN  |  24/04/2008 às 21:14

    que cheiro de bosta…

  • 174. Rudi  |  24/04/2008 às 23:03

    CHEGA!!! declaro o tópico morto

  • 175. douglasceconello  |  24/04/2008 às 23:34

    “vamu organizá esses anônimos. um diz uma coisa, outro diz outra. nomeia aí, anônimo situação, anônimo oposição, anônimo azul/vermelho, sei lá. tanta opinião me confunde…”

    Depois de seis horas lendo os comentários, é meu dever MORAL concordar com João Carlos.

    Já estou com saudade de nomes como DONO DA PADARIA, FISCAL DE LINHA e tantos outros que tornaram ainda mais alegres meus dias.

  • 176. Serramalte Extra Anônimo  |  25/04/2008 às 07:19

    tou bêbado. fim do tópico PORRA. não dá pra ler tudo!

  • 177. dante anônimo  |  25/04/2008 às 10:40

    bá, serramalte bêbado às 07h19 da manhã.

    também quero esse emprego!

  • 178. Zé Carlos  |  25/04/2008 às 10:59

    Bom, se vcs acham que um penalti quando estava 1×1, e uma expulsão, o que faria que os dois times tivessem o mesmo número de jogarores durante os 45 minutos finais não é nada, nunca mais um colorado deverá reclamar do brasileiro de 2005! Afinal, foi só um penalti e uma expulsão que tiraram o título do inter!

  • 179. J Petry  |  25/04/2008 às 12:53

    Zé Carlos esqueceu dos jogos anulados e dos escândalos nos jogos do Corinthians naquele ano, especialmente contra o Paysandu.

  • 180. Carlos  |  25/04/2008 às 13:16

    Opa!
    Paysandu, aliás, q tem um boato de uma mala preta num jogo final lá…onde o inter ganhou e se safou da segundona…heheheheh…

  • 181. Carlos  |  25/04/2008 às 13:17

    Só disse isso…pra resumir numa coisa:

    Todos os times tem os seus podres…e suas glórias…

  • 182. Anônimo  |  25/04/2008 às 14:14

    tá! e o Padre Voador??

  • 183. Anônimo  |  25/04/2008 às 14:28

    dizem que as últimas palavras do padre foram:

    “se o Roth pode escalar o Nunes e não ser demitido, eu posso!”

  • 184. LOL  |  25/04/2008 às 18:57

    bueno é bicha e o juiz roubou sim

  • 186. Anônimo  |  28/04/2008 às 13:43

    Uma pessoa não morre para o mundo quando comete um delito, muito menos quando está sendo apenas acusada de cometer um delito.

    * * *

    Esta semana, por outro fato, desta vez esportivo, me convenci de que vivemos um clima de liberdade de imprensa. O que não existe é sinceridade da imprensa.

    * * *

    Para fazer tudo que fez quarta-feira aquele árbitro no Beira-Rio, se foi de graça, sem ganhar nenhum tostão, então é porque ele é muito burro.

    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a1841638.xml&template=3916.dwt&edition=9740&section=72

  • 187. J Petry  |  28/04/2008 às 14:40

    Anônimo citou Paulo Santana e toda a sua “credibilidade”…

  • 188. Wágner Tardelli  |  28/04/2008 às 15:59

    quando eu roubei o colorado contra o São Paulo ano passado vocês ficaram caladinhos…

  • 189. Anônimo  |  29/04/2008 às 13:57

    Vou citar o Kenny Braga e o Guerrinha então J Petry

    Santana não tá proibido de acertar.

    e ele tá denunciando os “colegas”

  • 190. Anônimo  |  03/05/2008 às 13:52

    Foi assim contra o Paraná, quando correu o risco de ser expulso ao dar um carrinho no zagueiro Daniel Marques.

    – Tudo bem, talvez tenha exagerado naquele lance. Nessa temporada, recebi apenas um cartão amarelo e outro vermelho. Amadureci e, hoje, o meu psicólogo é o espelho – disse Magrão.

    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&source=a1849525.xml&template=3898.dwt&edition=9786&section=65

  • 191. agni eduarda rodrigues dos santos  |  31/03/2009 às 14:11

    uma droga to brincando super legal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: