666, o número do Arsenal

27/03/2008 at 22:51 11 comentários

Tomar 6 gols da LDU, três semanas depois de levar 6 do Fluminense e completar, assim, 6 partidas sem vencer: eis o momento do Arsenal Sarandí, que com a derrota desta quarta praticamente deu adeus à Copa Libertadores da América.

Aparentemente, para quem olha de fora, não há nenhuma explicação para explicar o fracasso do Arsenal que não fique dentro das casualidades inerentes ao futebol. O treinador, Gustavo Alfaro, é o mesmo que levou o modesto celeste y rojo ao inédito título da Copa Sul-americana no ano passado, o mais importante da história do clube. O elenco, da mesma forma, manteve peças importantes, como o goleiro Mario Cuenca e o centroavante José Luís Calderón, com acréscimos como o de Luciano Leguizamón.

Matéria desta quinta do jornal La Nacion afirma que, depois de mais esta goleada sofrida, os jogadores do Arsenal estão sem ânimo e o treinador está na corda bamba. Aliás, na partida contra a LDU Alfaro surpreendeu a todos e sacou Calderón do time, promovendo Leonardo Biagini, medida desfeita logo aos 22 minutos do primeiro tempo.

Talvez o drama do Arsenal tenha algo a ver com a fase da lua, o posicionamento dos astros e o humor do signo vigente no mês de março, porque desde a última vitória, no dia 2 frente ao Banfield, foram cinco derrotas e um empate neste mês ingrato. E depois falam mal do pobre agosto.

Nas últimas seis partidas, o Arsenal levou 21 gols e fez apenas cinco. No Clausura argentino, vinha fazendo uma campanha razoável, mas agora ocupa a 11ª posição, com dez pontos (três vitórias, um empate e três derrotas).

Na Libertadores, a estréia com vitória diante do Libertad, em casa, trouxe esperanças para o povo sarandiense. Mas agora, com apenas três pontos e duas partidas pela frente, resta ao Arsenal esperar por duas vitórias e uma seqüência improvável de resultados que prejudique o Fluminense.

Pois a LDU de Quito, com a goleada de quarta, converteu-se no primeiro time a se classificar para as oitavas nesta Libertadores. Nos outros jogos da noite, o River Plate venceu a Universidad Católica e foi a nove pontos, assumindo a liderança do grupo 5. No Peru, pelo mesmo grupo, a Universidad San Martín venceu o América e prostrou-se ao lado dos mexicanos, com seis pontos.

A última vitória da equipe de Sarandí foi contra o Banfield, fora de casa, por 3 a 1. Depois disso, o Arsenal conseguiu apenas um empate e foi derrotado outras cinco vezes, levando 21 gols e fazendo apenas cinco. O próximo compromisso é contra o River Plate, domingo.

Março ingrato
02/03 – Banfield 1 x 3 Arsenal
05/03 – Fluminense 6 x 0 Arsenal
09/03 – Arsenal 3 x 3 Gimnasia (J)
12/03 – Arsenal 0 x 1 LDU
16/03 – Newell’s 4 x 1 Arsenal
23/03 – Arsenal 0 x 1 San Lorenzo
26/03 – LDU 6 x 1 Arsenal

Um abraço,
Daniel Cassol

Entry filed under: Libertadores, Pela América.

Só Alexandre Rodrigues salva Boca estréia na Copa

11 Comentários Add your own

  • 1. Luís Felipe  |  28/03/2008 às 07:58

    na Libertadores, Julio Grondona não apita.

  • 2. dante  |  28/03/2008 às 09:50

    “não há nenhuma explicação para explicar”

    cassol faltando às aulas de ESTILO GRAMATICAL.

    fssdsdf

  • 3. Daniel Cassol  |  28/03/2008 às 09:56

    aaaaaaaaaaaaahaha, é verdade, dante. que horror.

  • 4. izabel  |  28/03/2008 às 11:05

    mas o Arsenal ainda tá perdendo pro Nelsinho Batista, que prefere o número 7:
    7×2 e 7×1 (spfc perdendo da Lusa e Vasco)
    7×1 (santos levando do timão).

    21 gols em 3 jogos… nada mal.
    fiquei tããããããão aliviada quando ele saiu do Corinthians sem nos ter imposto uma goleada dessas…

  • 5. FERN  |  28/03/2008 às 12:22

    a culpa é do IRON

  • 6. Branco  |  28/03/2008 às 15:14

    Provavelmente a explicação é a ruindade do time mesmo. Vi um pedaço daquele jogo contra o Fluminense e me pareceu ser um time muito ruim, pior que muitos que jogam o gauchão esse ano.

  • 7. Rômulo  |  28/03/2008 às 16:03

    eu sei o que aconteceu. Gabriel, amigo meu e leitor deste blog, adquiriu – na Argentina – a camisa do clube no início de março, tornando-se assim, oficialmente, um de seus torcedores. desde lá…

    ah, ele é colorado

  • 8. dante  |  28/03/2008 às 16:40

    olha, rômulo, quem andou tomando um balaio de 5, por aí, não foi bem o colorado…

  • 9. Gralha  |  28/03/2008 às 18:33

    Outro time medonho é aquele DEPORTIVO CUENCA. Perderia até pro Guarany de Bagé.

  • 10. Rômulo  |  28/03/2008 às 18:48

    “balaio de 5”? não estou lembrado

  • 11. dante  |  31/03/2008 às 10:07

    ó, rômulo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: