De tudo que permanece, o fim

31/01/2008 at 13:11 72 comentários

Estamos chegando no momento mais pungente de uma batalha inglória. Mesmo que homens como Edinho, Sandro Goiano e Lugano continuem postando-se na cabeça da área para resguardar a alma do futebol, a quantidade de frescura que surge a cada dia em nossos clubes é algo assombroso. E, pior de tudo, irreversível.

A viadagem* chegou para ficar. A viadagem parece ser o último passo da evolução futebolística. No princípio, tivemos hordas medievais jogando com a cabeça dos inimigos, depois o amadorismo, seguido de um profissionalismo arcaico, logo sucedido pelos milhões de dólares. Agora, por fim, a era dominada por aquilo que uns gostam de chamar de marketing. Eu entendo que viadagem se encaixa melhor.

Lá se vão, perdidos no ECRÃ da história, os bons momentos em que Claudiomiro queria marcar um gol para ganhar uma caixa de “Brahmas” da Antártica e em que Gérson puxava um fumo dengoso no vestiário. Também distante está a época em que um jovem torcedor gritava da arquibancada para Taffarel pular na direita, numa transcrição bonita da relação entre um guri e seu ídolo – mesmo sendo, e apesar de ser, publicidade.

Estes episódios não têm mais vez. Os clubes finalmente entenderam a mensagem de João Havelange e passaram a vender um produto chamado futebol. Em qualquer lugar, em qualquer objeto, sem perceber a escandalosa barreira do que é solidificar a imagem da agremiação e o que é cair no ridículo da existência. Mas na verdade todos somos ridículos. A diferença é que alguns têm dinheiro suficiente para ultrapassar os limites.

Esta discussão não mais cairá no clubismo, pois é uma tendência irrevogável dos tempos. Quem ainda não lançou sua foquinha de pelúcia, um dia fará. Sem arrego, choro ou vela. Porque o São Paulo – PhD na frescura – começou isto tudo ao revelar Kaká, logo sucedido por parcerias com a Turma da Mônica e Pernalonga. Neste contexto, Rychalison aparecer com uma chuteira de cada cor ou um travesseiro de estimação rosa pode ser considerado uma última linha do romance da infâmia tricolor. Assim também o Inter, na ânsia de vender camisetas, não pára de atormentar os torcedores honrados tirando e colocando estrelas para todos os lados, virando o símbolo de pernas para o ar e chegando ao cúmulo de colocar uma inusitada e vexatória coroa no escudo que nunca precisou de remendos para revelar quem representa.

Estamos em um tempo em que nada é o que parece ser. Logo após o Corinthians cair para a Segundona, ninguém menos que Nizan Guanaes assume o marketing do clube. Não haveria momento melhor para a imagem do publicitário são-paulino, precisando reerguer a imagem de um clube de massa. Então, o que acontece? Lançam uma camisa roxa. Ela venderá milhões e será um “sucesso”. Realmente, é muito difícil vender camisas de um clube como o alvinegro do Parque São Jorge. Só venderá porque é roxa, claro.

Uma coisa é certa: todos os clubes vão aderir à avalanche do marketing. E obviamente há formas eficazes e decentes de obter exposição e lucro, especialmente nesta de tecnologias explodindo por todos os cantos. Admiro campanhas bem feitas, acho útil que lancem promoções por celular, para baixar e ver gols, tocar o hino, DVD’s, um site bem produzido, modelos especiais de camisetas. Isto é do jogo, é bonito e dá resultado. Gosto de comprar e, se o boldo estivesse forrado, colecionaria produtos até de outros clubes. Mas parem com as foquinhas, cores berrantes e coroas sem propósito. Parem com a viadagem. Ou chamo o Darzone.

* espero que todos compreendam não se tratar de preconceito, mas sim de uma forma de encarar a vida. E de cobrar pênaltis.

Saudações,

Douglas Ceconello.

Entry filed under: Colunas.

Pra tudo se acabar na quarta-feira Amistoso de luxo

72 Comentários Add your own

  • 1. mundusmobile  |  31/01/2008 às 13:17

    PELA VOLTA DO AMADORISMO ARCÁICO! CHUTEMOS CABEÇAS!

  • 2. alemao  |  31/01/2008 às 13:18

    mundusmobile=alemao

  • 3. Celão  |  31/01/2008 às 13:35

    Essa camisa roxa entrou prá lista das coisas mais ridículas do futebol brasileiro nos últimos tempos, junto com a coroa colorada e as viadagens de sempre do SPFC.

  • 4. Celão  |  31/01/2008 às 13:38

    Ah, desculpa colocar um post em cima do outro, mas…”Maradona pede perdão por gol com mão de Deus”, ae é prá acabar comigo de vez.

  • 5. Lila  |  31/01/2008 às 13:46

    E diminuir tamanho de short que é bom, NINGUÉM QUER.

    kjghadjkhkjfk

  • 6. Caue  |  31/01/2008 às 13:56

    Faltou menção honrosa à camisa amarelo marca-texto do Palmeiras. Outro sucesso grotesco.

  • 7. Titi  |  31/01/2008 às 14:12

    E eles tentam ensinar isso em sala de aula …

    NUNCA usaram uma chuteira, NUNCA conseguiram invadir uma pequena area adversaria, NUNCA serao lembrados por um gol feito … serao mestres em viadagem*.

    Pela ALMA do futebol. Tem jogador que se sai melhor como modelo das tais “camisas” do que dentro das 4 linhas. Assim nao da!

    Meus protesto pelo uso de camisas retro! Talvez encarnem o espirito da epoca!

  • 8. Francisco Luz  |  31/01/2008 às 14:35

    Assino embaixo. Só peço também a volta das chuteiras pretas de couro.

  • 9. Celão  |  31/01/2008 às 14:44

    Bá, tinha me esquecido da camisa do Palmeiras, PQP!!! Imagina um clássico entre Palmeiras e Corinthians, um de camisa roxa e outro marca texto…jogo à noite e sem refletores. Tosquice pura!

  • 10. Gustavo  |  31/01/2008 às 14:56

    A camisa do Palmeiras, apesar de horrível, pelo menos tem um pouco a ver, já que é um verde (-limão, mas verde).

    Já a camisa do Corinthians é PIADA PRONTA. Se não bastasse a gozação gratuita pelo fato do rebaixamento, ainda inventam essa besteira. Parece que eles gostam de sofrer.

    Gostaria de saber qual está sendo a repercussão disso em SP.

  • 11. Gralha  |  31/01/2008 às 15:22

    Desculpa Gustavo, mas não tem nada a ver. Verde-limão era a camisa de treino do Grêmio do ano passado (ok, bizarro também). A do Palmeiras é amarela!!!

    Também tem aquela laranja do Fluminense, mas não sei nem se ela chegou a ser usada na cancha.

    E outra coisa, não sei pq todo time agora decora sua camisa números, estrelas e patrocinadores em DOURADO.

  • 12. Gralha  |  31/01/2008 às 15:24

    “Assim também o Inter, na ânsia de vender camisetas, não pára de atormentar os torcedores honrados tirando e colocando estrelas para todos os lados, virando o símbolo de pernas para o ar e chegando ao cúmulo de colocar uma inusitada e vexatória coroa no escudo…”

    Falou tudo agora. No escudo não se mexe.

  • 13. Celão  |  31/01/2008 às 15:36

    Nosso blogueiro está de parabéns pelas fotos, show-de-pancadaria.

  • 14. Gustavo faraon  |  31/01/2008 às 15:56

    Fique tranqüilo, Douglas. Juventude contratou MÁRCIO ALEMÃO.

  • 15. Otávio Niewinski  |  31/01/2008 às 16:01

    A foto do Edinho é impagável.

  • 16. Gaudencio  |  31/01/2008 às 16:25

    Uma dúvida, a foto vexatória do Chicó se encaixa nessa referida viadagem? ou é outra categoria?

    Falando em Darzone e meio que trocando de assunto, li a seguinte notícia hj:

    “Novo Hamburgo contrata atacante Zé Alcino”

    Me veio a idéia de criar uma seleção de Masters Gauchão no Winning Eleven…

    Aceito sugestões:

    Darzone, Rodrigo Gazolina, Alê Menezes, Fabiano Cachaça, Hernestina (é bom esse Hernestina, heino!), Zé Alcino, Badico, …

  • 17. fernando  |  31/01/2008 às 16:25

    Quando digo que o modo de produção mostra a cada dia que passa mais sintomas de seu esgotamento e que em breve rumaremos vitoriosos rumo ao comunismo-real, ninguém me acredita. O futebol fica incompreensível, hoje em dia, pra quem não leu O Capital. Bom, quando eu comecei a escrever, eu tava brincando. Mas, agora, noto que é verdade.

  • 18. Anônimo  |  31/01/2008 às 16:31

    Manchete: “De tanto apanhar em 2007, Corinthians lança camisa cor roxo-hematoma

  • 19. dante  |  31/01/2008 às 16:39

    “12. Gralha | 31/01/2008 at 15:24

    […]

    Falou tudo agora. No escudo não se mexe.”

    concordo, gralha. estou arrependido de ver várias estrelas sobre o distintivo do meu time. achei que sempre iria querer ver mais e mais estrelas, só que agora exageraram.

    mas, apenas a título de correção, felizmente AINDA não mexeram no escudo em si, só nos ADORNOS.

    mas, também, é só o que falta.

  • 20. Anônimo  |  31/01/2008 às 16:43

    O escudo do SCI evoluiu com o tempo…

  • 21. Beto Borracho  |  31/01/2008 às 16:48

    http://www.riverplate.com/foto/displayimage.php?album=359&pos=9

  • 22. Beto Borracho  |  31/01/2008 às 16:48

    Até o câncer evolui!

  • 23. dante  |  31/01/2008 às 17:29

    é, até o câncer.

    mas tem coisas que involuem, baixam de status, mudam de categoria, etc.

    😛

  • 24. dante  |  31/01/2008 às 17:29

    bá, eu não coloquei esse ICON GAY arriba.

    FORA CECONELLO DITADOR!

  • 25. dante  |  31/01/2008 às 17:30

    só agora eu vi: MELHOR FOTO!

  • 26. Marcelo Brazil  |  31/01/2008 às 17:41

    Santa Cruz contrata Bruno, o sucessor do Ronaldinho.

  • 27. izabel  |  31/01/2008 às 19:13

    EXCELENTE, douglas.
    e fico na campanha do alemão (comentário 1).

    não acho que essa camisa do Corinthians vá vender… o publicitário é realmente são-paulino: ao meu ver a camisa ficou gay demais, os corintianos com quem eu conversei também não gostaram.
    Gustavo: a repercussão em sampa é essa: os corintianos não gostaram, e os rivais tiram sarro, dizem que é ‘rosa escuro’.
    eu sou contra QUALQUER terceira camisa. e corinthians é preto-branco. ponto.

    sobre mudança do escudo, acho que até pode mudar. o corinthians começou com um (bonito) SCCP entrelaçado, e hoje é do jeito que é. mas há mudanças e mudanças. essa coroa do inter é bizarra.
    e outra: já há a proposta de se mudar os ‘adornos’ (como disseram aí) do corinthians também. sairão as estrelas (acho ótimo. eu não compro camisa do clube, compro camisas pretas com formato e tecido que me agradam, e mando pregar o distintivo. não coloco as estrelas e fica muito mais bonito)… mas depois o golpe de marketing: vão colocar o nome “fiel” em alusão à torcida, que é a maior riqueza do clube… não gostei. acho até que fica bonito, mas não gosto de fazer o papel de otária nesse jogo sujo.

  • 28. izabel  |  31/01/2008 às 19:14

    falei demais e esqueci do primordial:

    apoio incondicional ao comentário da Lila: “E diminuir tamanho de short que é bom, NINGUÉM QUER.”

  • 29. Lila  |  31/01/2008 às 19:17

    essa coroa do inter é bizarra.

    A coroa e as folhas de louro fizeram parecer com brasão de escola de samba. SÉRÍSSIMO.

  • 30. Diogo Beagá  |  31/01/2008 às 19:49

    Engraçada é a diretoria do Cruzeiro colocar coroa no escudo (referência a Brasileirão-Copa do Brasil-MINEIRO) e chamar o estadual de “rural”.
    E a foquinha de pelúcia supera qualquer viadagem do São Paulo.

  • 31. dante  |  31/01/2008 às 20:08

    não sou contra 3as. camisetas, elas são [raramente] necessárias. mas que tenham a ver com as cores do clube.

    [e sempre exageram. ROXA. LARANJA. VERDE-LIMÃO]

    se querem inventar, que façam então com uma cor mais neutra, sei lá, um cinza.

    que talvez ficasse bem no corinthians, aliás.

  • 32. Tiago Medina  |  31/01/2008 às 20:37

    A foto do Edinho é muito boa, a do Sandro Goiano merece um quadro e a do Lugano representa bem o futebol pegado. Mas, a foto que o Beto Borracho botou do River bate todas, fácil, fácil. Isso já é uma tentativa de homicídio!!! Doloso ainda.

  • 33. izabel  |  31/01/2008 às 20:49

    eu prefiro futebol pegado, sempre ‘venerei’ mais os zagueiros do que os atacantes e meias, e um carrinho bem dado é bem bonito.

    mas essa foto do Lugano é bizarra demais. assassino. fode com a vida de um cara a toa. acaba o joelho, a carreira, a grana, a satisfação, o sustento da familia. nem tenho palavras.
    acho uma cotovelada, por exemplo, muito mais ‘dentro do jogo’ do que sola de chuteira em joelho de adversário.

  • 34. FERN  |  31/01/2008 às 21:53

    ENFIM UM POST CANÔNICO!

    séria crise de descaracterização teórica e prática também.

  • 35. joão carlos  |  31/01/2008 às 22:03

    OFF TOPIC, mas vale:

    “O Diretor Administrativo da (…) CORSAN convoca os candidatos relacionados (…) para o comparecimento na Sede da Empresa para a realização de exames médicos admissionais para o emprego de Agente Administrativo (…):

    Data da Apresentação:
    Dia 14 de fevereiro de 2008 às 9 horas, devendo permanecer até o dia 15 de fevereiro de 2008:

    DIEGO MARADONA BARBOSA SILVEIRA – Regional SURCEN”

    Clique para acessar o EDITAL%2016_2006.pdf

  • 36. fino  |  31/01/2008 às 23:33

    Darzone>>>>>>Dinho

    ahsuilgfjkahbasdjfbha

  • 37. fino  |  31/01/2008 às 23:55

    Sério agora…

    Acho que o tema “planos de sócios” rendeu uma boa discussão nos comentários e merece um post exclusivo sobre o assunto…

    O que eu queria mesmo era conhecer os planos de outros times, de repente quem for sócio e frequentador do blog fala sobre seu caso específico..

    Sei lá, virem-se jornalistas, descubram pros leitores aí
    asjkfhasdfjklahsdfugiasydfghluisdf

    O irônico da coisa toda é me liguei numa JOGADA MARKETEIRA recente do impedimento: esse link p/ o premio iBest.

    Brabo é que pra votar TEM QUE SE CADASTRAR! E é uma BAITA MÃO.

    Mas como acredito na dominação mundial via impedimento, terminei o cadastro e deixei meu voto =]

  • 38. Daniel Cassol  |  31/01/2008 às 23:58

    Prêmio Ibest: é muita máscara.

  • 39. Egon  |  01/02/2008 às 00:20

    o Cruzeiro, uns tempos atrás, logo abaixo da coroa, tinha duas taças em alusão as duas liber…
    era no mínimo, bizarro…

  • 40. Gralha  |  01/02/2008 às 08:30

    Pára tudo. Acabou-se o respeito.

    Inflamação por piercing leva Santos a pedir antidoping de juiz

    “O Santos pediu um exame antidoping no árbitro Otávio Correa da Silva após a derrota por 2 a 1 para o Barueri, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro. A diretoria do clube praiano suspeitou que ele estivesse alterado por conta de um remédio contra inflamação no umbigo. O juiz tem um piercing no local.”

    http://esportes.terra.com.br/futebol/estaduais2008/interna/0,,OI2304536-EI10799,00.html

  • 41. juliano  |  01/02/2008 às 08:51

    o melhor é a declaração do Leão: “Achei que o árbitro não estava muito normal”.

    uhaehhueehhuaueaae

    Acabou-se o futebol.

  • 42. Francisco Luz  |  01/02/2008 às 09:11

    Acabou o mundo, isso sim. Piercing no umbigo de homem?

    Só Marte salva.

  • 43. Gustavo  |  01/02/2008 às 09:31

    Incrível a foto do River.

    Falando em terceira camisa, o Grêmio poderia lançar a preta como camiseta de jogo. Eu gosto muito dela. Tenho uma, inclusive.

    Acho que foi o primeiro caso em que a torcida exigiu uma camiseta do clube – aposto que a Puma nem tinha idéia de lança-la, muito menos que ia ser o sucesso que foi.

  • 44. Roger  |  01/02/2008 às 11:12

    “Falando em terceira camisa, o Grêmio poderia lançar a preta como camiseta de jogo”

    Só se mudar o estatuto. Uma das clausulas fala que o Grêmio só pode jogar utilizando camisas com predominância da cor azul, na impossibilidade desta, a cor branca.
    Mto bom ter essa limitação no estatuto. Nos poupa de ver o imortal ostentando roxos e verdes-limões por ai….

  • 45. Roger  |  01/02/2008 às 11:13

    “verdes-limões” tá certo isso?

  • 46. Lila  |  01/02/2008 às 11:25

    Não, Roger: cor + substantivo é invariável, logo verde-limão pra plural e singular. Camisas verde-limão.

  • 47. Beto Borracho  |  01/02/2008 às 11:33

    Roger, tens razão sobre o estatuto, esse foi o motivo (e com razão) que a camisa preta não virou oficial, nem numeração ela recebe.
    Se bem que o estatuto fala do tamanho das listras (5-6 cm, não tenho certeza) e o Obino aprovou aquela ‘coisa’ que a Kappa fez em 2004.

    Imagina se não temos regra para isso? Virá abada de carnaval!

    Aquele grenal em que a dupla estava sem patrocínio na camisa (2001), foi o mais afudê no quesito uniforme.

  • 48. Larápio do Sanchotene  |  01/02/2008 às 12:08

    O estatuto do Grêmio já mudou!

  • 49. Gustavo  |  01/02/2008 às 13:27

    Cada um tem a sua opinião, mas preto é uma das três cores do Grêmio, não vejo nada de absurdo.

  • 50. Flávio  |  01/02/2008 às 13:31

    Os marqueteiros inventam uniformes sem noção, mas não permitir a belíssima camisa preta (que, afinal, é uma das cores oficiais do clube) do Grêmio por causa de uma cláusula de um Estatuto velhusco é passadismo demais para o meu gosto. Nos anos 90, num jogo do Campeonato Carioca, os cartolas do Botafogo fizeram um auê do cão porque o juiz mandou os jogadores botafoguenses trocarem os calções pretos para não confundir com os dos adversários. Um cartola desencavou uma cláusula do Estatuto segundo a qual o Botafogo sempre deve jogar com calções pretos… Menos mal que uma mente menos insana lembrou que o Fogão jogou várias vezes com calções brancos (há fotos da época do Garrincha com esse uniforme) e foi autorizada a troca dos calções… Quanto às camisas com cores diferentes das tradicionais, as do Palmeiras e do Corinthians ficaram terríveis, mas a laranja mecânica do Flu era bem legal e foi aprovada pela torcida tricolor. Mas, para variar, um vetusto conselheiro se apegou ao tal Estatuto (sempre ele!) para vetar o novo uniforme… Na Europa, sempre foram comuns uniformes alternativos em cores diferentes das oficiais, antes mesmo da moda dos terceiros uniformes. Na época do Maradona, a segunda camisa do Napoli era vermelha. A Juventus do Platini muitas vezes jogava com uma camisa amarela. A própria seleção uruguaia tem uma camisa alternativa vermelha, cor que não faz parte da bandeira do país.

  • 51. izabel  |  01/02/2008 às 13:47

    “Na Europa, sempre foram comuns ”
    Flávio, o legal deste blog é que esse argumento não pega aqui.

    a camisa roxa do corinthians não será para jogo! ou pelo menos assim espero.

  • 52. Lila  |  01/02/2008 às 14:02

    Flávio, aquela camisa laranja do pó-de-arroz fazia parecer que o povo tava jogando contra o time da COMLURB. Total vergonha, como as camisas de curiíntia e parmera.

  • 53. Roger  |  01/02/2008 às 14:06

    “Flávio, aquela camisa laranja do pó-de-arroz fazia parecer que o povo tava jogando contra o time da COMLURB”

    asdfkjahsdfk

    Tu é má Lila!

  • 54. FERN  |  01/02/2008 às 14:15

    o futebol em seus dois primas, ja elegeu os algozes:
    o sério tem na mídia um inigo nefasto!
    o feliz tem na preparação física um adversário temido.

  • 55. Lila  |  01/02/2008 às 14:16

    Mesmo tom de laranja.

  • 56. André K.  |  01/02/2008 às 14:30

    Beto, já pode usar camisa preta sim:
    http://gremioimortal.blogspot.com/2006/09/camisa-preta-pode.html

    o estatuto nao fala nada em tamanho de listras

    Fino, sobre preço de ingressos e Mensalidade de sócio:

    http://www.papodebola.com.br/papoespecial/20070727.htm

  • 57. Daniel Hammes  |  01/02/2008 às 14:35

    na infância em de são lourenço do sul, a atração era assistir aos jogos do campeonato estadual de amadores no modesto estádio do Grêmio Esportivo Lourenciano. o time, com mesmo nome, protagonizava belos momentos para o mundo de uma cidade do interior… abraço.

  • 58. Décio Lopes  |  01/02/2008 às 15:00

    interessante um post sobre viadagem começar citando sandro goiano, notório em belém justamente por suas preferências.

    o post em si é bom, mas defende uma idéia ultrapassada. clubes que não apelarem para o marketing infelizmente tendem a cada vez mais ter menos verba para sustentar seus esquadrões, já que no brasil é impossível viver só de bilheteria.

  • 59. Flávio  |  01/02/2008 às 15:02

    COMLURB = DMLU do RJ?
    Pô, Lila… Maldade de flamengista dizer isso… O uniforme holandês-marfinense do Flu era (ou é? não sei se foi aposentado) legal…

  • 60. Beto Borracho  |  01/02/2008 às 15:16

    André, o estatuto descreve minuciosamente como deve ser a camisa do Grêmio. Detalhes como ordem e sentido das listras, tamanho, tonalidades permitidas, gola, barra…. Calção, meias, distintivo, estrelas e bandeira a mesma coisa.
    Esse estatuto distribuído aos conselheiros e torcedores, vem com os artigos básicos (vamos dizer assim), o estatuto completo é cheio de artigos e seções que para o dia-a-dia do clube não interessariam.

    É como a nossa constituição, nela estão às regras básicas, não vêm descrito as dimensões da bandeira oficial do Brasil, brasão das armas, lema, hino nacional, gentílico (eu acho)!

  • 61. Lila  |  01/02/2008 às 15:18

    Flavio, a COMLURB é a companhia de limpeza urbana do Hell Djãnêro. Olha o tom de laranja. Olha bem. É IGUAL.

    E o Framengo é favela mesmo, mas pelo menos não mexem (muito) nas cores. Aliás, a única mexida *ui* que eu lembro foi na época do centenário quando reeditaram umas camisa HORRENDAS que me davam MUITA VERGONHA de ser rubro-negra. E olha que vergonha pra rubro-negro é um troço que demora bastante a aparecer.

  • 62. Lila  |  01/02/2008 às 15:20

    *umas camisaS.

  • 63. Beto Borracho  |  01/02/2008 às 15:36

    O calção com estrelas/xadrez do Santos foi à coisa mais ridícula que já vi em campo.

    Mas em bagunça ninguém chega perto do Vasco, culpa do inigualável Euricão. O que esse sujeito já mexeu em lista, cor de nº, patrocínio (Ace, DataControl, SBT), fornecedor ou falta dele não está no gibi, ao ponto de entrar com uma fita isolante para esconder a marca da Umbro!
    O mais ‘tradicional’ São Paulo, dificilmente os caras mexem em alguma coisa na camisa nº 1.

  • 64. Beto Borracho  |  01/02/2008 às 15:38

    *lista = faixa diagonal

    *aprendi com a Lila.

  • 65. Lila  |  01/02/2008 às 15:48

    Primeiro: não respeito gente que anda de cinto de segurança fora do carro. hjkhfkkljglkkjghgksd (totalmente gratuito)

    A parada do SBT foi a única coisa minimamente engraçada que o Eurico fez. Parece que ele se embucetou com algo que a vênus platinada fez e lançou a marca do homem do baú assim, PORQUE ELE QUIS e pra sacanear a transmissão mesmo. hahahahhahahahha

  • 66. dante  |  01/02/2008 às 15:49

    décio lopes, por favor, fale mais sobre a fama do sandro goiano em belém, interessará muito aos colorados. asçdlksalçksa

  • 67. izabel  |  01/02/2008 às 16:06

    esse lance do SBT foi sensacional. grande jogada do Eurico.

    outros mais tivessem coragem pra fazer o mesmo, não estaríamos indo a estádio em “horário de buátchi”, como diz a Lila.

  • 68. André K.  |  01/02/2008 às 16:18

    Beto, tu tem certeza em relação a esse assunto do estatuto?

    to querendo acreditar em ti, mas isso nao faz o menor sentido.

    Em nenhum local do estatudo disponibilizada on-line se afirma que o mesmo é uma versão reduzida de um estatuto maior,

    Do mesmo modo, em nenhum momento o art.114 (que trata do uniforme) remete a um outro dispositivo que iria esmiuçar-se sobre o uniforme.

    Além do mais, na última década ja tivemos camisas com gola branca (99,2001) gola preta (1998) e até mesmo sem gola (2005). Também já tivemos camisas com listras mais finas (2004) e com listras mais grossas (2003) e com listras de tamanho diferente (2007). Ainda, em 2005 a listra azul foi centralizada, em 2003 a listra preta estava no centro, e em 2006 a listra branca ficava no meio da camisa.

    Não me parece que todas essas variaçoes preencham um minucioso detalhamento do estatuo

  • 69. Flávio  |  01/02/2008 às 16:49

    Sim, Lila. E DMLU é o departamento de limpeza aqui de Porto Alegre.
    Voltando às tosquices nas camisas, uma das coisas mais bizarras que já vi foi um castorzinho à la Disney que colocaram abaixo do distintivo do Bangu em meados dos anos 80. Acho que não preciso explicar o motivo.

  • 70. dante  |  01/02/2008 às 17:13

    e aquela camisa com um MACACO desenhado que o TAVARELLI usava? ele chegou a usar no grêmio? espero que não, era ridícula.

  • 71. izabel  |  01/02/2008 às 19:56

    pro gustavo, que perguntou qual a repercussão da camisa roxa em sampa: http://www.timaoweb.com.br/noticias.asp?cod_noticia=9538

  • 72. Gustavo  |  06/02/2008 às 11:14

    Obrigado, Izabel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: