O que México, Peru e Colômbia querem com a Copa

29/01/2008 at 08:41 18 comentários

Outro dia, me ocorreu que se tradição ganhasse jogo, o campeonato do CTG terminaria empatado, mas prometi pra mim mesmo jamais usar ditado tão medonho aqui neste espaço, freqüentado por distintos senhores e gabaritadas senhoras.

Tudo isso para dizer que, na seqüência da nossa rodada de consultas a jornalistas latino-americanos, nesta semana (é hoje!) em que inicia a Copa Libertadores, trazemos as análises sobre os times do México, da Colômbia e do Peru, países sem muita tradição na competição, mas que no íntimo dos vestiários dos clubes desejam arranjar um gol em contra-ataque fora de casa, pra amorcegar o jogo em seus domínimos.

mexico.png
           MÉXICO

Por Daniel Juárez, repórter de esportes do jornal El Universal:

No México, temos a esperança de que, por fim, uma de nossas equipes ganhe a Copa Libertadores. Nesta ocasião, participarão os dois mais importantes (Guadalajara e América), além do Atlas, o que nos dá muito boas perspectivas, em especial com o Chivas, que arrancaram muito bem no campeonato local. Do América, se espera que suas individualidades, como Guillermo Ochoa e Salvador Cabanas, o ajudem. O Atlas é uma incógnita, mas espera-se que pelo menos chegue às oitavas-de-final.

esc_col.jpg
             COLÔMBIA

Por German, responsável do blog
http://futblog07.blogspot.com

O único que parece estar preparado para participar do torneio é o atual campeão Atlético Nacional. Apesar de ter perdido jogadores valiososos (Aldo Ramírez foi para o Morelia, Iván Hurtado voltou ao Equador e Víctor Aristizábal se aposentou), os substituíram bem, com o paraguaio Carlos Villagra, um atleta conhecido pelo técnico Óscar Quintabani, Walter Moreno, de boas atuações com a seleção da Colômbia nas eliminatórias, e o chileno Fernando Arrué, um armador que ainda gera dúvidas.

Por outro lado, o Cúcuta Deportivo, que fez uma campanha interessante na edição passada, vendeu suas figuras e não encontrou atletas com nível para enfrentar o torneio continental. Finalmente, o Boyacá Chicó joga pela primeira vez a Copa Libertadores e os dirigentes fizeram o possível para trazer jogadores de nível mas, na minha opinião, não têm nem experiência nem nome. Porém, poucos tinham fé no Once Caldas em 2004 e no Cúcuta no ano passado, e um foi campeão e outro semifinalista.

peru.png
            PERU

Por Angel Reynoso, do site FutbolPeruano.com.pe

Temos três representantes peruanos na Copa Libertadores: Cienciano, Universidad San Martín e Bolognesi.

Cienciano de Cusco aspira classificar-se à fase de grupos, já que na primeira fase enfrentará o Montevideo Wanderers, e considera possível vencer. Uma vez no grupo, tem uma mínima possibilidade de alcançar a segunda posição, se conseguir se impor ao Nacional do Uruguai.

Universidad San Martín, campeão peruano, tem ganas de realizar uma grande campanha na Copa, mas está consciente que é o time com menores possibilidades de se classificar no seu grupo, já que seus adversários são muito fortes (River Plate, América e Universidad Católica). Os reforços que conseguiu contratar não se comparam ao poderio das esquadras de seus rivais.

Bolognesi de Tacna, vice-campeão peruano, é outra equipe com muito entusiasmo em sua primeira participação copeira, mas suas condições reais são mínimas, já que é um time muito pequeno em comparação a seus rivais.

Seguimos amanhã.

Um abraço,
Daniel Cassol

Entry filed under: Libertadores.

Como te penduraste, Martin? Uma mente sem passaporte

18 Comentários Add your own

  • 1. Luís Felipe  |  29/01/2008 às 09:15

    bah, os peruanos respeitam o Nacional hein? Meteram 3 a 0 no campeão da América ano passado mas ainda assim acham difícil passar pelos tricolores…

    interessante o método de colocar o brasão de armas ao invés da bandeira.

  • 2. Lila  |  29/01/2008 às 09:40

    Interessante é que o clube que os peruanos estão respeitando deveras é o Flamengo.

  • 3. Larápio do Sanchotene  |  29/01/2008 às 09:44

    Trocando de saco para mala, me indigna essa história de que dizerem TODOS OS ANOS que o futebol do interior está cada vez mais fraco.

    Tchê, a dupla Gre-Nal passou anos a patrolar sem dó as equipes do interior. Nos últimos 14 anos, houve pouquíssimas finais de Gre-Nal. Sempre haverá clubes fracos. Nós deveríamos estar exaltando o futebol do São Luiz, não metendo pau no interior. Até porque, não é verdade!

    Essa imprensinha, vou te dizer, é f…!!

  • 4. fino  |  29/01/2008 às 10:58

    PETER

    P

    E

    T

    E

    R

    Píter

    Sério, esse ano vai ser foda.

    (desculpae, precisava desabafar)

  • 5. Gaudencio  |  29/01/2008 às 12:44

    “Finalmente, o Boyacá Chicó joga pela primeira vez a Copa Libertadores ”

    http://www.chicofc.com/

    arreparem no fabio baiano safado encochando o companheiro na direita

  • 6. Luís Felipe  |  29/01/2008 às 12:49

    o clube que revelou Rentería merece sempre o meu respeito e admiração.

  • 7. Luís Felipe  |  29/01/2008 às 12:50

    mas vão ter uma foto de plantel COMPROMETEDORA assim na puta que o pariu

  • 8. Francisco Luz  |  29/01/2008 às 13:22

    Melhor foto da história. A cara de SATISFAÇÃO do Fabio Baiano no alto diz tudo.

  • 9. Gustavo  |  29/01/2008 às 13:35

    hei
    PETER
    vtc

  • 10. Marcelo Brazil  |  29/01/2008 às 14:51

    O que será do Cucuta sem o BUCANEIRO?

  • 11. dante  |  29/01/2008 às 17:21

    “2. Lila | 29/01/2008 at 09:40
    Interessante é que o clube que os peruanos estão respeitando deveras é o Flamengo.”

    o que não faz a mídia, hein, lila? rapeize com medo do flamengo. jesus.

    asfsalçskalçfsça

  • 12. Lila  |  29/01/2008 às 17:32

    Se até o FRIBURGUESE (que é exatamente quem no jogo do bicho?) virou UM DOS MELHORES DO BRASIL (depois eu cato o link com a reportagem), o Flamengo tá quase o melhor da gálaxia depois dos cinco que enfiou no Duque de Caxias (quem na noite?).

    Campeonato carioca, o mais galhofa do universo conhecido.

  • 13. Lila  |  29/01/2008 às 17:33

    *Friburguense

  • 14. Felipe catarina  |  29/01/2008 às 23:33

    A Colômbia não é tão sem tradição assim na Libertadores. Ganhou duas vezes e já foi vice umas 500 com o América.

  • 15. RAMiRO  |  30/01/2008 às 04:11

    HAHAHHAHAHAHAH… Eh o Fabio Baiano aquele ali… Mas que baaaarbaridade… O webmaster eh de algum rival, CERTO!

  • 16. Beto Borracho  |  30/01/2008 às 08:55

    Agora vai!

    Danilo Rios, foi negociado com o Vitória e deve ser apresentado na quarta-feira em Salvador.

    Para quem é sócio do Grêmio, preparem o bolso para os próximos meses, nossos queridos conselheiros estão idealizando um plano ‘revolucionário’ e lógico burro!

  • 17. Diogo Beagá  |  30/01/2008 às 11:22

    Parece que tudo nesse Boyacá Chicó é ridículo.
    Nome, foto e, principalmente, uniforme e escudo. O escudo é LARANJA e ROXO. O uniforme é uma fantasia.

  • 18. FERN  |  30/01/2008 às 16:48

    duvido que clubes do méxico e colombia se contentem com um só contra-ataque em jogo fora de seus dominios.

    duvido mais ainda que os mesmos clubes amorceguem qualquer jogo, mesmo estando uns 5×0, é alegria á toda prova.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: