E o Inter-SM também tem o seu DVD

04/12/2007 at 10:06 27 comentários

O retorno à Série A do Gauchão pode ser uma epopéia menor que a Batalha dos Aflitos ou a conquista do Mundial Interclubres. Mas, para os torcedores do Esporte Clube Internacional, o Coloradinho de Santa Maria, a vitória de 2 a 1 sobre o Pelotas, no dia 30 de Setembro de 2007, tem o tamanho suficiente para ficar gravada na memória coletiva da torcida. Com a ajuda de um DVD.

O documentário “Faltam 05 Minutos”, que retrata os últimos momentos do Inter-SM na segundona, será lançado nesta quarta-feira (05), às 19h, em sessão no cineclube Lanterninha Aurélio, que fica no Centro Cultural Cesma (Rua Professor Braga, 55). Atenção, povo de Santa Maria: a entrada é franca.

O vídeo já teve uma sessão especial na última sexta, no Estádio Presidente Vargas, durante jantar de posse da direção do Internacional e apresentação da equipe e da comissão técnica para 2008.
interz-0851.jpg

Atriz principal dos gramados, a bola só aparece no documentário quando está parada, no círculo central, prestes a levar o primeiro pontapé da partida. O filme mostra como os narradores e comentaristas das rádios AM de Santa Maria (Santamariense, Universidade, Guarathan, Imembuí e Medianeira) transmitiram aquela histórica contenda.

“A idéia era revelar os bastidores da transmissão radiofônica de um jogo. Aquilo que não vemos. Expressões e sentimentos a que ficam envolvidos os narradores e comentaristas”, explica o diretor do filme, Luiz Alberto Cassol.

E nem vem, que não é nepotismo. Só descobri que sou parente do Luiz Alberto no decorrer das conversas que tivemos, por e-mail. A entrevista com ele, que idealizou e dirigiu o DVD do Coloradinho de Santa Maria, segue logo abaixo.

Abraço,
Daniel Cassol

Ficha técnica do documentário “Faltam 05 Minutos”:
Realização: Finish Produtora
Direção e Argumento: Luiz Alberto Cassol
Produção: Juliane Fossatti.
Câmeras: André Campagnol, Felipe Iop Capeleto, Giovane Rocha, Luiz Alberto Cassol, Maurício Canterle, Tiago Jaques
Finalização: Maurício Canterle
Desenho de som e adaptação do Hino do Inter–SM: Gerson Rios Leme
Fotos still: Paulo Henrique Teixeira.
Montagem: Luiz Alberto Cassol e Maurício Canterle
Transporte: João Rigão
Produção Executiva: Christian Ludtke e Luiz Alberto Cassol

interz-0311.jpg

Entrevista
Luiz Alberto Cassol: “Era muito difícil o time perder em Santa Maria”

A epopéia do Inter-SM foi tamanha que vocês decidiram fazer o DVD?
Sim, a epopéia foi tamanha e um documentário sobre isso era mais do que merecido para os torcedores, jogadores e direção do Inter de Santa Maria. Para a cidade como um todo. Foi quando faltavam três jogos para terminar a Segunda Divisão, a situação estava muito difícil, complicada mesmo. Mas o Inter de Santa Maria conseguiu. Foi uma jornada histórica. O documentário envolve três paixões que tenho: futebol, rádio e cinema. Aí fizemos uma reunião com toda a equipe que se envolveu com a idéia: revelar o que o rádio conta. Revelar os bastidores da transmissão radiofônica de um jogo.  Aquilo que não vemos. Expressões e sentimentos a que ficam envolvidos os narradores e comentaristas.

Como foi o retorno do Inter-SM à Série A do Gauchão?
O jogo entre o Inter-SM e o Pelotas envolveu toda a cidade. Foi uma mobilização muito forte. Muitos torcedores e a direção do Riogradense, outra agremiação histórica de Santa Maria, torceram pela vitória do Inter-SM e o seu retorno à primeira divisão do futebol gaúcho. Também gosto muito do Riograndense. Os dois times têm uma relação afetiva com a cidade. Tem um lado histórico, emocional, que transcende questões clubísticas.
 
Qual é a idéia do filme?
A idéia foi contar como os cinco narradores e os cinco comentaristas das cinco rádios AM de Santa Maria contariam essa história. E o foco da equipe do documentário era a emoção. A emoção na narração dos gols e do final da partida. Por isso o nome “Faltam 05 Minutos”.  O documentário não revela o campo de futebol a não ser em um momento: a bola no centro. Todo o resto está centrado nos protagonistas das narrações e comentários que ficam nas cabines de imprensa. Antes disso havia pensando em dois roteiros bastante diferentes para tratar do tema futebol. A idéia sempre girou em torno de não revelar o jogo em si e sim, as reações e sentimentos que envolvem uma partida, uma decisão. Uma das idéias ocorreu na semana que antecedeu o famoso jogo da Batalha dos Aflitos, do Grêmio e Náutico. Daquela vez, juntamente com o Christian Lüdtke, produtor executivo da maioria dos trabalhos que dirijo, começamos a desenvolver o que seria uma produção, mas não houve tempo de estruturarmos como queríamos e o documentário não saiu. 
 
Como foi feita a produção do filme?
Começamos a pré-produção na quarta à noite. O jogo era no sábado. Foi tudo muito rápido. Então começaram os contatos. Primeiro com a direção do Inter-SM para autorizar a entrada ao estádio. Contatamos o diretor de futebol, Carlos Rempel, que agora foi eleito presidente. Aí depois vieram os contatos com as emissoras de rádio, que foram muito solícitas. A Juliane Fossatti, que é a produtora do documentário, teve que se virar para deixar tudo pronto para o sábado. A empresa responsável pela realização do trabalho é a Finish Produtora, com quem trabalho direto.  Também contamos com o apoio de outras produtoras como a Paz Produtora e a Canal 01, além da TV OVO – Oficina de Vídeo. A equipe da TV Câmara, da mesma forma.  Recebemos o total apoio da direção do Inter-SM e das direções e equipes esportivas das rádios Santamariense, Universidade, Guarathan, Imembuí e Medianeira.
 
Quantas pessoas estiveram envolvidas?
Para que pudéssemos gravar com a estrutura que havíamos imaginado no dia do jogo envolvemos 10 pessoas diretamente na produção. O fato é que a equipe estava toda muito envolvida nesse trabalho. Isso é fundamental para qualquer trabalho audiovisual, que parte de um pressuposto: o coletivo. Tenho a grata oportunidade de trabalhar com alguns profissionais já faz muito tempo. Exemplos são o Gerson Rios Leme (compositor de trilhas sonoras e que trabalha com desenho de som) e do Giovane Rocha (diretor de fotografia). Para o documentário o Gerson fez ainda uma versão para o Hino do Inter-SM. Temos uma equipe muito unida e isso estabelece uma relação de parceria e confiabilidade o que é fundamental para ser honesto com a proposta de um trabalho autoral e para como o espectador.  Na hora da montagem e finalização foi essencial o trabalho do Maurício Canterle, só assim conseguimos chegar ao resultado final do documentário. Tem que se destacar ainda o trabalho do produtor executivo Christian Ludtke e dos cinegrafistas André Campagnol, Felipe Iop Capeleto e Thiago Jacques e do fotógrafo still Paulo Henrique Teixeira, além do transporte de João Rigão – o seu Rigão – como o chamamos carinhosamente.

Quem são as pessoas entrevistadas?
Não há entrevistas no documentário. A equipe de cinegrafistas registrou as narrações e comentários das equipes esportivas. Estávamos lá para registrar e tentar entender todo aquele sentimento que envolve uma jornada esportiva. A intenção é mostrar aquilo que costumamos ouvir e que é tão único, tão forte, que é uma transmissão de um jogo de futebol.
 
A idéia é comercializar o filme? As pessoas que quiserem comprar, como podem fazer?
O documentário teve um lançamento especial na última sexta (30), na posse da diretoria e apresentação dos atletas do Inter-SM. Agora, nesta quarta-feira (05), faremos o lançamento no Cineclube Lanterninha Aurélio, no Centro Cultural CESMA. Estamos programando para lançar um DVD com o documentário mais os extras, onde estarão as cenas (gols, comemorações), fotos e mais alguns materiais que estamos editando. Para podermos produzir uma quantia grande de DVDs estamos negociando com uma empresa patrocinadora. A intenção é um preço muito acessível, além de doar um bom número de cópias para a direção do Inter-SM para que eles possam usar da melhor maneira. Também queremos entregar cópias para rádios e escolas para que o trabalho possa ser visto por um maior número de pessoas. Ainda vamos inscrever o documentário em mostras e festivais de vídeo e cinema.
 
Quem é o torcedor do Inter-SM? Os torcedores se incomodam com o apelido de Interzinho?
Muita gente torce pelo Inter-SM. O time tem vários torcedores fanáticos. Mas esse jogo contra o Pelotas fez aflorar uma união de toda a cidade em torno de uma causa: voltar à primeira divisão do Gauchão. Em Santa Maria, existem vários torcedores do Grêmio ou do Inter, que em primeiro lugar torcem pelo Inter-SM. Eu sou torcedor fanático do Grêmio e desde pequeno também torço pelo Inter de Santa Maria. Na minha infância, o Inter-SM fez uma campanha de associação voltada para crianças, onde tu ganhavas uma carteira de sócio e tinhas entrada franca. Meu pai, que era gremista fanático, me fez essa carteira.  A partir daí passei a freqüentar a Baixada Melancólica – como também é conhecido o estádio Presidente Vargas – e torcer muito pelo Inter de Santa Maria e acompanhar sua trajetória. No início da década de 80 assistimos a jogos históricos na Baixada, como a vitória sobre o Vasco, com o Roberto Dinamite em campo. Era muito difícil o time perder em Santa Maria. Quanto à alcunha de Interzinho eu não gosto muito. Gosto de dizer Inter de Santa Maria ou Inter-SM. Sei que para muitos torcedores pode até ser uma forma carinhosa e com respeito. Mas, particularmente, prefiro Inter de Santa Maria.

Entry filed under: Pelo Interior.

Tarda mas não falha Matou a família e foi ao cinema

27 Comentários Add your own

  • 1. Robson  |  04/12/2007 às 10:17

    Familia Cassol mostrando que sabe tudo de futebol! hehehehe…
    Também tenho muitos parentes em Santa Maria.

  • 2. Marco  |  04/12/2007 às 10:36

    CHOREI!

  • 3. Renato K.  |  04/12/2007 às 12:48

    Cassol, muito legal a idéia e a entrevista.

    Off-topic (pero muy atual):

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u350966.shtml

    Chamou-me demais a atenção o trecho: “Exigiram também falar com o presidente do clube, que aceitou o pedido e os recebeu nas arquibancadas da Fazendinha.”

    Lugar de torcedor é na arquibancada, TORCENDO, e não fazendo reunião com o presidente do clube. Isso aí é só mais um ingrediente da receita do “Bolo Segundona” que o Corinthians acabou de assar (ou queimar) este ano.

  • 4. dante  |  04/12/2007 às 13:05

    “O primeiro entrevero”.

    impedimento JÁ É referência.

  • 5. Gralha  |  04/12/2007 às 15:15

    Tá Cassol, confessa….
    Quantos % do faturamento tu tá levando???

  • 6. Gralha  |  04/12/2007 às 15:20

    [OFF-TOPIC] A história se repete!!!

    Irmão de Ronaldinho ameaça tirá-lo do Barcelona sem multa

  • 7. Marco  |  04/12/2007 às 15:48

    Josiel, EX-INTER-SM foi comprado por $75.000, e hoje vale $3.000.000. Seu passe ainda pertence aos dirigentes do Interzinho!

    RUMO À TOQUIO!

  • 8. GRENÁ CAMPEÃO  |  04/12/2007 às 15:58

    interior em chamas!!!!!!

  • 9. Marcos  |  04/12/2007 às 17:15

    Dá-lhe, coloradinho!!! Isso é uma das coisas mais bacanas que o futebol do interior já nos ofereceu.

  • 10. Marcos  |  04/12/2007 às 17:17

    Só falta cair nas mãos dos camelôs para a pirataria comer frouxa…

  • 11. dante  |  04/12/2007 às 20:44

    mas achei genial a PROPOSTA do filme, não focando o jogo, e sim a transmissão.

    aliás, não deve ter NADA a ver com o jogo do grêmio.

    verei.

    para isso,

    baixarei.

    dsaflçkfdslçkfds

  • 12. FERN  |  04/12/2007 às 22:16

    o que as sete personas que estão pelo menos a 20 min no blog fazem, só leiem?

  • 13. Lila  |  04/12/2007 às 22:22

    http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/Vasco/0,,MUL204357-4283,00.html

    Só penso em:
    http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2062416
    e
    http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=27809073

    E concluo: por ISSO ele parou de fazer filho descontroladamente…

  • 14. Douglas Ceconello  |  04/12/2007 às 23:01

    Mano Menezes no Corinthians, segundo a Rádio Guaíba.

  • 15. FERN  |  04/12/2007 às 23:05

    pra mim ele vai pro cruzeiro, mas prefiro no corinthians (série-b)

  • 16. Gralha  |  04/12/2007 às 23:23

    Mano no Corinthians.

    Será demitido ainda no Paulista. Podem anotar. Não vão deixar o cara trabalhar lá.

  • 17. cristo  |  04/12/2007 às 23:32

    mano no timão
    discordo do gralha, desde brandão até tite, e mesmo o carpa – q fez o q pode com o q tinha nas mãos, e fez melhor q os q o substituiram – gaúchos costumam se dar bem na casamata alvinegra. na teoria, parece a melhor opção disponível. a ver

  • 18. reporteresportivo  |  04/12/2007 às 23:34

    bah, pior escolha pro mano.

  • 19. Egon  |  05/12/2007 às 00:15

    sorte dos outros que tão na Liber (e dos que não tão tbm)… as chances do cruzeiro com Mano eram grandes… pelo menos EU acho…

  • 20. Maiquel Rosauro  |  05/12/2007 às 11:27

    Foi um jogão!

  • 21. Flávio França  |  05/12/2007 às 18:52

    Espero que logo chegue a todo o Brasil, este belo DVD, pois as histórias do Futebol devem estar com o povo brasileiro.

  • 22. FABRICIO  |  26/03/2008 às 22:27

    o DVD é o melhor do mundo

  • 23. COSTINHA  |  26/03/2008 às 22:30

    EU ADOREI O DVD CONTA BEM A HISTÓRIA

  • 24. Paulo Reginato Teixeira  |  04/04/2008 às 13:12

    So EU QUEM ME VE PEGA MEU ORKUT SO EU O NATO BRIGUENTO NATODA2@yahoo.com.br

  • 25. HARLEY DOS SANTOS FIGUEIRA  |  11/04/2008 às 09:05

    SOU DE SANTA MARIA-RS EX-INTEGRANTE DA EQUIPE DE JUVENIS DO COLORADINHO DE 1967 a 1972, É COM MUITA SATISFAÇÃO QUE VEJO A ÓTIMA CAMPANHA REALIZADA POR ESSE TIME, SENDO COMENTANTADA NOS JORNAIS AQUÍ EM BRASÍLIA-DF, NUNCA ANTES DIVULGADA, MORO AQUÍ DESDE 1984. PARABENS

  • 26. João da Fontoura e Souza Neto  |  22/04/2008 às 17:18

    Beleza Cassol! Iniciativas assim é que faz engrandecer o futebol de Santa Maria, em especial do nosso Inter SM.
    Só espero que a torcida do Riograndense consiga colocar o seu time na primeirona gaúcha antes de quererem tirar sarro do nosso time.Eles é que estão no caixão a muito tempo.
    Quero agradecer toda torcida comando vermelho pelo apoio, e dizer para todos comprarem o DVD. Valeu Cassol.
    Tetê da Torcida Organizada Comando Vermelho e da Escola de Samba Barão de Itararé, Campeã do Carnaval 2008

  • 27. Fabrício Barcellos Aguirre  |  07/07/2008 às 13:35

    Como consigo uma cópia ?

    faguirre@geocities.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: