Depois da orgia, o cansaço e o tédio

28/11/2007 at 11:51 50 comentários

Agora que os colorados nada mais têm a fazer até a festa do Tio Noel, é hora de avaliarmos o ano da ressaca. Como andei contando nos bolichos da vida, entendo que em 2007 o Inter fez uma pré-temporada de doze meses. Tudo foi sistematicamente planejado. Imagino Abel Braga falando com a preparação física, ainda em janeiro: “quero Fernandão pronto em outubro, nem antes nem depois”.

Conforme o ano avançou, sabedor de que as coisas poderiam parar por ali, me esbaldei comemorando a Recopa, um título que era obrigação ganhar. No final de dezembro passado, louco como todos estávamos, acreditei que o Inter, em boa fase e com o bolso forrado, fosse montar um esquadrão capaz de vencer o Brasileiro ou a Libertadores. AO MENOS.

Nada disto aconteceu, mas ainda vejo aquele time que permaneceu após o Mundial como bastante competitivo. Creio que não obteve sucesso por dois motivos, mais místicos do que técnicos: o repuxo da temporada de 2006 e a falta de “liga”, pois a equipe simplesmente não conseguia jogar. É claro que a chegada de Magrão, Orozco, Sorondo, Nilmar e Guiñazu melhorou as coisas, que tendem a ficar ainda mais interessantes. No papel, o Inter é o melhor time do Brasil e começa muito forte a temporada de 2008.

Como colorado, acredito ser muito sadismo e estupidez ficar triste por um ano sem vencer nada sendo que no ano anterior o time ganhou tudo aquilo que achávamos que nunca venceria. E não me venham com “eu já sabia”, que ninguém sabia de nada. Depois do que aconteceu em 2005, todos nós mortais pensamos que demoraria uns bons anos para levantarmos um troféu de gente grande. Mas o Inter venceu. E ainda nos deu um ano de LAMBUJA apenas para lembrar e comemorar. Tudo planejado, lembrem.

Observem como o ano de 2006 ainda ressoa e dita os caminhos do Inter. Talvez romper com este vínculo, sair da sombra daquela temporada, seja o grande desafio para 2008. Espero que estejamos todos preparados. No próximo ano o pau tem que comer, é preciso ganhar uma Sul-Americana que seja e a vaga na libertadores, porque no centenário, em 2009, não tenho a mínima intenção de torcer. Quero apenas comemorar. Títulos, portanto, só em 2008. Em 2009, temos coisas mais importantes.

Além disso tudo, este ano o Inter provou que nunca mais conseguirá ter um técnico decente. Abelão campeão do mundo foi uma quebra de paradigmas. Não podemos mais sonhar com Luxemburgos e tais, apenas com loucos desvairados, emocionais e com olhos vermelhos. Só eles nos darão títulos a partir de agora. Não fosse pelo simples fato de estar morto, meu favorito seria o TIM MAIA. Imaginem ele gritando na beira do campo: “mais contragolpe, mais marcação, MAIS TUDO”. E o time entrando na cancha ao som de “tomo guaraná, suco de caju, goiabada para sobremesa”. Os jogadores teriam de repetir 17 vezes estes versos antes do apito inicial. Que beleza.

Resumindo – e me perdoem os gremistas, sei que vocês entenderão -, as duas coisas que poderiam me levar ao psicanalista neste ano eram o rebaixamento do Inter e o Grêmio campeão da América. Como nenhuma delas aconteceu, ainda estou babando de felicidade e vendo na minha frente a cara de cusco na chuva de Ronaldinho Gaúcho. Mas logo pretendo voltar das minhas férias como torcedor. E, qual o gaúcho que retorna de Santa Catarina puto da vida porque ficou 18 horas na BR 101, também não estarei com cara de bons amigos.

 

Saudações,

Douglas Ceconello.

 

 

Entry filed under: Colunas.

Em terra de Etcheverry, quem tem o parlamento é rei. Pelotas merece a Copa

50 Comentários Add your own

  • 1. Robson  |  28/11/2007 às 12:00

    Muito bom!
    O Abelão parece que está sempre no trago, roxo !

  • 2. Alexsander  |  28/11/2007 às 12:13

    “estupidez ficar triste por um ano sem vencer nada”

    E a Recopa?

  • 3. Francisco Luz  |  28/11/2007 às 12:27

    Perfeito. Resume bem o que senti este ano. Pela primeira vez, não fiquei realmente brabo nem feliz com algo do Inter. O Grêmio na Libertadores mexeu mais com as minhas emoções, mas só porque seria muita filhadaputice eles vencerem este ano.

    Mas acabaram as férias. Ano que vem, vou estar no dia 20 gritando que nem louco caso vençam a estréia no Gauchão. Senão, é pau e pedra.

  • 4. fino  |  28/11/2007 às 12:30

    Abra$$o brother Menezes

  • 5. douglasceconello  |  28/11/2007 às 12:40

    Alexsander, por favor substitua “nada” por “competição com mais de dois times”. hsdudh

  • 6. douglasceconello  |  28/11/2007 às 13:07

    Mas que DIABOS. Um parágrafo do meu texto havia sumido – justamente o que eu citava a Recopa, Alexsander. Já reescrevi e talvez agora o terceiro parágrafo faça um pouquinho mais de sentido. Mas não muito, que senão estraga.

    WordPress é contra a liberdade de expressão.

  • 7. Gabriel  |  28/11/2007 às 13:11

    A melhor notícia esse ano para os colorados foi o juventude cair para a segunda divisão….
    A cara do Ronaldinho é o que de melhor teve naquela final…

  • 8. Felipe catarina  |  28/11/2007 às 13:26

    Acho que o Inter tem um baita time, pra brigar tranqüilamente por título brasileiro em 2008 – o Palmeiras, com um monte de bostas, tá lá em cima. Só falta os caras jogarem e, como disse o Douglas, o clube se desligar de 2006.

  • 9. Gralha  |  28/11/2007 às 13:28

    Ainda assim acho que o Inter perdeu uma oportunidade boa para firmar-se no cenário mundial. Se não quiser ser comparado ao Once Caldas, é bom retornar logo à vitrine: a Libertadores.

  • 10. Carlos  |  28/11/2007 às 14:17

    Inter ano que vem irá para a Segundona.

    E tenho dito.

  • 11. Ernesto  |  28/11/2007 às 14:35

    “Ainda assim acho que o Inter perdeu uma oportunidade boa para firmar-se no cenário mundial”

    falou tudo.

  • 12. Otávio Niewinski  |  28/11/2007 às 14:40

    “Não fosse pelo simples fato de estar morto, meu favorito seria o TIM MAIA.”

    Interessante seria ele pedindo RETORNO nas entrevistas pós-jogo.

    “Inter ano que vem irá para a Segundona”

    Ouço isso desde 1992. Mas tá certo, sonhar não custa nada, gremistas.

  • 13. Otávio Niewinski  |  28/11/2007 às 14:40

    “Se não quiser ser comparado ao Once Caldas, é bom retornar logo à vitrine: a Libertadores”

    O Once Caldas não foi campeão do mundo, pelo que me consta. Dá pra comparar o Once, sim, a outros times, tipo… HAMBURGO.

  • 14. Robson  |  28/11/2007 às 14:47

    off…
    Por falar em Hamburgo, no momento eles ocupam terceira colocação no campeonato alemão empatados com o segundo, Werder Bremen.

  • 15. Beto Borracho Cover  |  28/11/2007 às 14:52

    oooooooo Mano no se va
    no se va
    no se va
    Mano no se vaaaaaaaaa

  • 16. dante  |  28/11/2007 às 15:10

    não sei o que é preciso mais pra “firmar-se no cenário mundial”. vencer o barcelona do ronaldinho não basta, pelo jeito. tem que vencer 17 VEZES SEGUIDAS.

    ok, não vou discutir isso.

    mas esse papo de inter = once caldas já encheu o saco. o once caldas nunca foi campeão invicto em seu país, nunca foi campeão do mundo [bem lembrado] e tem menos vitórias em grenais. aslfslçfçld

    sobre o inter na segunda divisão, otávio falou tudo.

  • 17. Marco  |  28/11/2007 às 15:13

    Viva a 5ª série! Hamburgo = Once Caldas!
    Tenho uns amigos europeus. Que aocmpanham futebol, e dizem que na Europa, o mundial ~de clubes não é levado tão a serio quanto aqui na América. Bueno, fodam-se eles. Se eles não levam a sério, então arranjem um campeonato onde ele possam competir de igual para igual com os melhores da América. E já adianto: Milan irá sucumbir diante do Boca.

  • 18. dante  |  28/11/2007 às 15:16

    acho engraçado entrar em um campeonato e “não levá-lo a sério”.

    como diria a lila: oi?

  • 19. Lila  |  28/11/2007 às 15:21

    Dante, é o que Flamengo faz todo ano em qualquer campeonato que não tenha ‘Carioca’ no título. Esse ano resolvemos levar o brasileiro um pouco menos na brincadeira e olha no que deu.

    fdhldkghlfhdlksfhdkljs

  • 20. Gralha  |  28/11/2007 às 15:23

    Do jeito que andam Milan e Boca, aposto num time árabe com 19 consoantes no nome.

  • 21. Gralha  |  28/11/2007 às 15:28

    Sobre a comparação, só quis dizer que o Inter perdeu uma oportunidade de empilhar mais títulos, manter-se em vitrines como Libertadores, ser mais conhecido internacionalmente. Coisas que outros clubes como São Paulo 92-94, Grêmio 95-97, Boca 2000-2007 e outros por aí. Corre o risco de cair no ostracismo…

    Hamburgo – ganhou um caneco em 1983 e nunca mais se ouviu falar.
    Once Caldas – ganhou um caneco em 2004 e nunca mais se ouviu falar.
    Inter – ganhou um caneco em 2006… e agora?

  • 22. Nostradamus  |  28/11/2007 às 15:34

    Mandou muito bem Douglas, mas também esperava mais do Inter no cenário internacional. Estou bastante otimista para 2008 e se o Abelão não sucumbir à mardita caña, o colorado fará bonito em 2008. E tenho dito!

  • 23. Bueno  |  28/11/2007 às 15:52

    “Grêmio 95-97”

    Pro grêmio vale dois anos de diferença, né? Acho que vocês mesmo não fazem parte dessa lista que tu citou, Gralha.

    Normal. Aliás, só gremistas compara om Inter ao Once Caldas.

    Aliás, tem clube que não traz o “caneco” há mais de 10 anos.

  • 24. Marco  |  28/11/2007 às 16:08

    Pra se ter uma idéia, o mundial interclubes não passa na programação de TV européia. Se fosse tão importante para eles, os jogos seriam no inicio da tarde no japão, e noite na Europa. Mas eles nem perdem tempo com isso. Quem mais se interessa pelo campeonato somo nos da AL e os japoneses!

  • 25. Marco  |  28/11/2007 às 16:11

    … e mais… Eu não quero nem saber, se eles estão interessados ou não no Mundial. Eu quero chegar lá e ganhar. Isso é o que interessa!

  • 26. Lila  |  28/11/2007 às 16:18

    Marco, você me desculpa a inguinorânça, mas não ligar para Mundial Interclubes não é exatamente não ligar pra Liga dos Campeões, no meu mundo pelo menos.

    Eu, por exemplo, acho acompanhar a Libertadores mais legal do que assistir aos jogos do mundial Ainda agora que está “democrático e globalizado”.

  • 27. Bruno Ramires  |  28/11/2007 às 16:18

    Que mania de desmerecer o título alheio, e isso tá geral no Rio Grande….
    Tenha competência, vença e comemore. É só isso.
    talvez por se preocupar mais com o adversário do que com o próprio é que a dupla fez essa campanha PÍFFIA no brasileiro.

  • 28. dante  |  28/11/2007 às 16:28

    bem lembrado: só gremista compara o once caldas ao inter.

    não consigo imaginar, por exemplo, uma comparação entre o grêmio e o anapolina, ou o CRB, ou o união barbarense. poderia usar o argumento de que são todos times da segunda divisão, e mesmo assim não faria nenhum sentido.

    os gremistas gostam de se comparar ao boca, que tem 6 títulos da libertadores. ficaria melhor se comparar ao santos ou cruzeiro, que tem 2 cada, mais próximos da sua realidade.

    enfim, não quero entrar na discussão de 5a. série. sou colorado, mas não tenho nada contra o grêmio especificamente. torço contra qualquer time que jogue com o meu, seja grêmio, náutico ou barcelona.

    como diz A PIADA QUE EU INVENTEI: “gosto do grêmio, não gosto é de gremista”. asfdsadç

  • 29. Gralha  |  28/11/2007 às 16:33

    Bueno, existe uma pequena diferença. Aliás, 95-97 são três anos. ALIÁS, poderia estender esse período a 94-98. Nesse período foram uma Libertadores e três títulos nacionais que possibilitaram ao Grêmio jogar a competição continental por 4 anos seguidos, sempre chegando ao menos nas quartas-de-finais.

    Isso que acho que faltou ao Inter. Ganhou uma Libertadores – ok, teve todos os méritos – mas foi eliminado na primeira fase no ano seguinte e hoje comemora porque voltará à Sulamericana. Convenhamos, por mais satisfeitos que os colorados estejam, vocês esperavam mais do que isso, não?

  • 30. Gralha  |  28/11/2007 às 16:38

    O Boca só se tornou o GLORIOSO Boca Juniors nesta década, porque até 2000 tinha uma ou duas Libertadores apenas, não sei direito.

    Concordo com o Dante, acho que Grêmio e Cruzeiro estão em um nível bastante parelho. Só não incluo o Santos porque seus títulos são da época de Jânio e Jango.

  • 31. Luís Felipe  |  28/11/2007 às 16:47

    vai demorar para a gente saber se, afinal, o Inter ’06 estava mais para Hamburgo ou para Manchester United.

    a saber: o Manchester United ganhou uma Copa dos Campeões em ’68 com um grande time. Na temporada seguinte, foi 11º colocado na Liga Inglesa. Seis anos depois estava na segunda divisão, rebaixado com gol de letra de um ex-jogador que atuava pelo rival City – Dennis Law.

    Hoje, é o grande clube que todos conhecemos.

    O Inter também pode passar por cima de tudo isso e ganhar um título nacional ano que vem.

  • 32. dante  |  28/11/2007 às 16:48

    sim, esperávamos, gralha.

    mas, pra efeito de comparação [94-98 = 06-10], ainda faltam 4 anos.

    isso sem falar nos 2 rebaixamentos do grêmio, que *talvez* [notem o *talvez*] poderiam trazer algum tipo de MANCHA a todo este mérito. o inter nunca foi rebaixado. será que isso conta?

    ainda sobre “reconhecimento internacional”, o inter não “ganhou uma libertadores”. ganhou uma libertadores, um mundial e a recopa [o que talvez tenha aumentado a frustração colorada pelo restante do desempenho]. de qualquer forma, outros times “reconhecidos internacionalmente” nunca tiveram esses títulos unificados.

    enfim, isso TUDO é APENAS futebol. heh.

  • 33. fino  |  28/11/2007 às 16:50

    my cock is bigger than yours

  • 34. Luís Felipe  |  28/11/2007 às 16:50

    ah, o Manchester United só foi campeão da Liga dos Campeões 31 anos depois (99) e só ganhou o campeonato inglês novamente 25 anos depois (93).

  • 35. Luís Felipe  |  28/11/2007 às 16:51

    curiosamente, a comparação Inter – Manchester United nunca foi feita por gremistas.

  • 36. Carlos  |  28/11/2007 às 16:56

    Otávio Niewinski | 28/11/2007 at 14:40
    “Inter ano que vem irá para a Segundona”

    Colorados e gremistas não tem senso de humor.

    Só duvido um pouco que com Luigi e a besta do Abel o inter ganhe tudo, como está se dizendo…mas enfim….

  • 37. fino  |  28/11/2007 às 16:58

    dante, que historia é essa de titulos unificados? isso é futebol, não boxe….

    essa historia de triplice coroa é tão idiota quanto o papo da imortalidade.

    e o sao paulo ja foi rebaixado para a segunda divisão do campeonato paulista e mesmo assim é o maior time do Brasil.

    então?

  • 38. Gabriel  |  28/11/2007 às 16:59

    Eu acho o titulo mundial uma merda….
    Passei minha infancia inteira ouvindo que o Grêmio era infinitamente melhor que o Inter porque era campeão do mundo e hj o Inter é campeão do mundo e não mudou nada… Continua igual….É um título que se ganha até com um gol do Gabiru…

  • 39. dante  |  28/11/2007 às 17:21

    ENTÃO, fino [“paris, europa, chile, argentina, GIRAFAS” – ns]: não existe time “maior” ou “menor” pra sempre. ou, em outro sentido, eles são “incomparáveis”, exceto no confronto direto, ou dentro de um campeonato.

    o são paulo é HOJE o maior time do brasil, mas nos anos 80 foi o grêmio ou o palmeiras, nos 70 o inter ou o cruzeiro, nos 60 o santos, e por aí vai.

    na verdade, minha CHURUMELA começou com a comparação inter = once caldas.

  • 40. fino  |  28/11/2007 às 17:44

    então fica gel aí loco!

    uosdahujfsauhasdghgysda

  • 41. Fabrício  |  28/11/2007 às 18:01

    Antenor!

    Fala aí sobre o Mano!

  • 42. marcos  |  28/11/2007 às 18:06

    Na verdade, quem inventou essa idiotice de “Inter Caldas” foi o Milton Neves (Merchan Fezes).

  • 43. Rudi  |  28/11/2007 às 18:13

    Na real… 2007 foi um ano de ressaca mesmo, acho que o douglas falou tudo…
    Agora… se os joelhos do Nilmar não quebrarem, 2008 será um bom ano sim…
    E não poderiamos pedir outra coisa, porque já temos a Libertadores, o Mundial, a Recopa… mas ainda não a Sulamericana, então temos que buscá-la… hadfhasdfh

  • 44. FERN  |  28/11/2007 às 20:47

    sobre a estupida deemissão de Mano vai aí os reparos:

    1ª opção: Jorge Perdomo do Defensor,
    que fez grande ano na libertadores e na sulamericana e deve finalizar sendo campeão do apertura 2007.

    2ª opção: Gerardo Dalto,
    do Danubio que foi campeão Uruguayo de 2007

    3ª opção: Beto Almeida pela boa campanha no Esportivo e pel sobrevida que deu ao Juventude este ano.

  • 45. douglasceconello  |  28/11/2007 às 21:01

    Anotem aí pra depois não me chamarem de oportunista: eu quero MUITO que o Inter ganhe a Sul-Americana.

    Gosto do campeonato. Se hoje me dissessem para assinar um documento dizendo que em 2008 o Inter venceria só isso, rabiscava meu nome com CEVA.

  • 46. Robson  |  28/11/2007 às 21:52

    Vai começar o jogo do Curintia. Pensamento positivo, eles vão cair! auAauhHUhuauhahah…

  • 47. Gralha  |  29/11/2007 às 09:31

    Bom, teremos que esperar 30 anos então pra ver pra qual caminho vai o Inter.

    No mais…

    TRÍPLICE COROA = IMORTALIDADE

    ONCE CALDAS = HAMBURGO

    LIBERTADORES > MUNDIAL

  • 48. Rudi  |  29/11/2007 às 12:08

    falou tudo gralha…

  • 49. FERN  |  29/11/2007 às 16:53

    gente o Hamnburguer foi vice em 1980 e campeão em 1983.

    gente o Internacional foi vice em 1980 e campeão em 2006.

    em locais:
    H= 6
    I= 4

    naõ vai ne dizer que não são parecidos!

    sem maniqueísmo algum.

  • 50. dante  |  29/11/2007 às 19:41

    sim, são parecidíssimos, inclusive o uniforme é igual na TV preto e branco da NONNA.

    : |

    e agora o GRALHA, com sabedoria de CORUJA [ns], encerra a discussão. asdlçksd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: