Mais um capítulo da história do país que não faz sentido

27/11/2007 at 12:09 55 comentários

Depois do fato lamentável que aconteceu na Fonte Nova, que desabou em parte e acabou gerando a morte de sete pessoas no mesmo dia em que a felicidade deveria ser plena devido à subida do Bahia, temos a mesma história de sempre. Ditos e desditos, dirigentes e autoridades jogando a culpa para todos os lados, milhares de laudos são citados e nunca mostrados, e a imprensa sambista com sua historinha de que sempre avisou, que era uma tragédia anunciada.

Sou obrigado a esclarecer: a imprensa não avisou e não anunciou e não denunciou. Antes de domingo, não ouvi e não li uma linha sobre o fato de os estádios brasileiros serem, em sua grande maioria, umas pocilgas. Não fiquei sabendo de laudos de engenheiros e nem que o Ministério Público havia pedido a interdição da Fonte Nova.

Bem pelo contrário, a imprensa abraçou a realização da Copa num país que não tem bom senso nem para organizar uma quermesse, pois são capazes de superfaturarem as lonas das barracas. Quando se cogitou de o Brasil receber o maior evento do futebol, muitos jornalistas foram contra. Depois, com a confirmação do absurdo, temeram nadar contra a corrente ufanista e logo assumiram o papel que lhes cai tão bem, o de porta-bandeira da palhacéia desvairada. Teremos umas duas semanas de “jornalismo consciente e solidário às famílias das vítimas”. No entanto, quando houver uma brecha, cairão no samba-enredo medonho do nacionalismo de esquina.

Quero deixar claro que não sou e nunca serei a favor da realização da Copa no Brasil. Acho vergonhoso, descabido e até um flerte ao surrealismo. Não porque um país “em desenvolvimento” – leia-se terceiro mundo – não possa organizar. Pode sim. Inclusive penso que o torneio da FIFA se tornou uma balaca sem precedentes, uma SITCOM do futebol, onde tudo vem embalado em plástico como nas prateleiras bem iluminadas dos supermercados, com aquelas ridículas CENOURAS BABY e brócolis de plástico. Muitos países não ricos poderiam organizar uma Copa. Mas não o Brasil, onde viver de forma marginal – no que o termo tem de pior – é um aspecto que já foi adotado pela índole nacional. Onde achamos que conseguiremos camuflar toda nossa incompetência e descaso com tudo em um espetáculo de tamanhas proporções. Porque nada vai ser feito para melhorar nem um centímetro do Brasil, apenas tentarão pintar aqui, remendar ali e esconder os inúmeros e constrangedores erros e deformações com que já nos acostumamos a viver, com estádios caindo, guris fumando pedra, propina institucionalizada e malandragem em todos os níveis. Mas não conseguiremos esconder nada. E torço para que não consigamos.

Parem enquanto é tempo. Ou a vergonha será tanta que o desabamento moral será bem maior que a faixa de concreto que tombou na Fonte Nova.

Saudações,

Douglas Ceconello.

Entry filed under: Colunas.

Lanús empata, mas segue perto do título Em terra de Etcheverry, quem tem o parlamento é rei.

55 Comentários Add your own

  • 1. izabel  |  27/11/2007 às 12:14

    Perfeito.

  • 2. reporteresportivo  |  27/11/2007 às 12:26

    tudo bem, concordo com a não realização da copa. Mas sejamos honestos: a única alternativa para reformarem todos os estádios com boa qualidade é a Copa.

  • 3. Renato K.  |  27/11/2007 às 12:27

    Acho que o Douglas está expressando (de forma brilhante, como de costume) o sentimento da maioria dos brasileiros pensantes.
    Infelizmente, os pensantes são meia-dúzia de gatos pingados. A turba de analfabetos e ignorantes, tão bem representada pelo Palhaço do Planalto, é muito maior do que o contingente de esclarecidos.
    Mudemos, pois. Se não O país, talvez dele.

  • 4. Francisco Luz  |  27/11/2007 às 12:48

    Pois é, tem isso que o Luís Felipe falou. Só estão reformando o Beira-Rio desde 2005 tendo em vista a Copa. Com os outros estádios é o mesmo.

    A cartolagem ridícula só prepara as canchas para os jogos da CBmáFia; quando os clubes jogam, ninguém se preocupa. Ridículo isso.

  • 5. izabel  |  27/11/2007 às 12:51

    “Mas sejamos honestos: a única alternativa para reformarem todos os estádios com boa qualidade é a Copa.”

    repórter: discordo. primeiro porque os clubes donos de estádios (ou os estados e prefeituras) deveriam ser os responsáveis por tais reformas. mesmo se cogitando a construção de um estádio pro corinthians com esse dinheiro, eu não consigo concordar com nada disso, tendo em vista os rios de desvio de dinheiro público que vão acontecer.
    segundo, porque as reformas são para atender padrões fifa, que não são os melhores padrões, pelo menos para o futebol sul americano. o fim das arquibancadas e frescuras européias, por exemplo, que eu acho que o Douglas descreveu como “uma SITCOM do futebol, onde tudo vem embalado em plástico como nas prateleiras bem iluminadas dos supermercados”. uma pena.

  • 6. Gabriel Marcondes  |  27/11/2007 às 13:21

    Concordo em tudo. Roubalheira nos próximos 7 anos, e encheção de saco sem tamanho, com as pedaladas dos futuros Robinhos…

  • 7. Titi  |  27/11/2007 às 13:34

    Os estadios serao construidos pelo governo ou iniciativa privada?

  • 8. Tricolaco  |  27/11/2007 às 13:45

    Titi, todo mundo jura que não usará dinheiro público agora, mas na hora do vamos ver o dinheiro público aparece e qual dirigente de instituição é louco de perder a chance de gastar para sua instituição dinheiro que não é dela? Se eu sou dono de uma empresa e fico sabendo que meu pessoal do financeiro tinha dinheiro dos outros a disposição e não usou eu boto todo mundo no tronco. O que os clubes brasileiros precisam entender é que ELES são os grandes prejudicados pela situação precária dos estádios enquanto casas de espetáculo. Tenho um filho de 5 anos que eu adoraria poder levar no estádio – no Morumbi, dito pelos quatro ventos pelo SPFC que é o suprasumo da estrutura ludopédica. Mas não o levo. Tenho medo – medo de que ele se perca, medo de que ele apanhe da torcida ou da polícia, medo de que ele corra e caia da ridícula grade da arquibancada ou da numerada. Azar de quem? Do SPFC, que perde coisa de 25 a 30 reais meus por jogo. Eu ainda tenho pay per view, mas e quem tem o meu medo e não tem PPV?

  • 9. Gralha  |  27/11/2007 às 14:01

    Lembro-me de um post antigo do Douglas que fala que ir num estádio de futebol no Brasil é uma experiência medieval.

    É isso aí mesmo. Somos tratados como animais, brigadianos jogam cavalos sobre nós, grades pontiagudas separam seções de arquibancada, condições higiênicas zero. Mas não acho que toda a culpa é dos dirigentes ou dos governos, muito se deve à população que não possui o mínimo de educação ou respeito ao patrimônio dos clubes.

    Sobre os primeiros 3 parágrafos do texto: BRAVO.

  • 10. Luiz Fernando  |  27/11/2007 às 14:07

    O Olímpico tá um lixo, armaduras expostas, vibração na arquibancada superior na parte nova do anel.
    Banheiros podres.
    Essa é a verdade, quanto aos órgãos de imprensa não divulgarem a situação dos estádios uma pequiníssima retificação, segundo o Reinaldão a Globo da Bahia havia feito uma matéria sobre a situação precária da Fonte Nova no início do mês.
    Triste acidente na torcida Bahiamor.
    Mas a mídia futebolística está nas mãos dos cartolas desde o incidente CBFxClube dos 13xNIKExCPIxEuricãoxGloboxSBT.
    Dos órgão de imprensa com nome e audiência só o Juca é que detona essa podridão.
    Setorista prá poder fazer boas entrevistas com os boleiros tem que puxar o saco dos dirigentes que dão boca livre pros jornalistas que por sua vez babam ovo dos empresários que molham a mão dos seotristas para bajularem os seu atletas.
    Eu queria saber quem é o empresário do Afonso?
    Do Vagner Love?

  • 11. Beto Borracho  |  27/11/2007 às 14:10

    Cara, justiça tem que ser feita, há dois meses, a ESPN Brasil fez matéria na Fonte Nova e mostrou como o estádio estava em ruínas. Nenhuma autoridade tomou providências para fechar o estádio que claramente não oferecia condições de segurança.
    O acidente da Fonte Nova mostra quem não pode comandar a Copa do Mundo no Brasil (as autoridades, claro). Quem não consegue fechar um estádio inseguro saberá levantar outro com segurança?
    Outra matéria recente: jornal Lance, foram levantadas questões como comodidade, gramado, vestiários, cabines de imprensa, estacionamento, banheiros, visibilade, conforto para os torcedores, bilheterias etc… . Segundo eles os Aflitos é o pior da Série A.

  • 12. douglasceconello  |  27/11/2007 às 14:15

    Sim, sei desta matéria do Lance e também da ESPN Brasil. São exceções e, mesmo assim, fizeram UMA vez. No restante do tempo, era “viva a Copa no Brasil”.

    Apenas para termos de comparação, gostaria de saber quanto tempo foi gasto com o drible do Robinho naquele manco do Equador.

    Também concordo no que diz respeito ao Juca Kfouri, acho que se mantém digno.

  • 13. Luís Felipe  |  27/11/2007 às 14:17

    eu não consigo concordar com nada disso, tendo em vista os rios de desvio de dinheiro público que vão acontecer.

    aí é outra matéria.

    temos uma realidade: os estádios serão reformados/demolidos por causa da Copa. Aí, Juca Kfouri disse em duas frases o que eu penso – “o Brasil pode fazer uma copa brasileira; não pode fazer a Copa da Alemanha”. Uma coisa é criar arenas faraônicas de 900 milhões de reais, como um projeto que está desenvolvido aqui no Sul, outra coisa é fazer estádios bons, que cumpram os requisitos, sem muito luxo.

    a questão do dinheiro público, a meu ver, é inevitável. E altamente desprezível. A iniciativa privada brasileira não bancou o Pan e não terá condições de bancar uma Copa. Resta investigar, apurar e contestar todos os que vão encher os bolsos nessa pantomima.

  • 14. Beto Borracho  |  27/11/2007 às 14:50

    “Resta investigar, apurar e contestar todos os que vão encher os bolsos nessa pantomima.”
    O “povo brasileiro” não quer a Copa no Brasil, só a CBF e os amigos da REDE GLOBO, por que será?

  • 15. Araã  |  27/11/2007 às 14:51

    Repórter apud Izabel: primeiramente, “não são os melhores padrões, pelo menos para o futebol sul americano” – seria o mesmo que fazer uma Copa do Mundo FIFA em desenvolvimento (pobre) para países em desenvolvimento (pobres)? Isto é no mínimo, separar ricos de pobres e no futebol isto não funciona (ver Inter x Barça). Se assim for, discordo. Talvez o Brasil, e a América Latrina, não tenham mais jeito. Acredito que a vontade da maioria das pessoas de bem e com consciência do mundo é de que, pelo menos não existam mais as sujeiras sociais (é meio gay, eu sei). Mas um grande evento a nível mundial é um bom começo para mudar algumas coisas que caracterizam a situação do lugar onde estamos. O futebol é, depois dos peitos da Pamela Anderson, o fenômeno de maior apelo popular do planeta. Pq não começar a arrumar a bagunça por ele? E, como bem sabem, quem organiza o futebol no mundo é a _ _ _ _…
    .
    .
    Segundo, “uma SITCOM do futebol, onde tudo vem embalado em plástico como nas prateleiras bem iluminadas dos supermercados” é no mínimo um equívoco interpretacional, Sr Douglas. A FIFA fez alguma coisa, pessoalmente, que te faz pensar assim? Já parou, coçou a cabeça e refletiu como seria o mundo sem a FIFA? Tapetões, jogadores roubados de clubes pequenos, os 20 clubes que disputam a primeira divisão do Brasileirão declarados campeões no mesmo ano por erros da arbitragem e por aí vai. A FIFA não tem culpa que existam pobres e ricos no mundo, aliás ela lida muito bem com isto. O que ela faz é exigir um mínimo de civilidade nos estádios, sem cavalos atropelando torcedores, rojões amputando o passante e afins. E com certeza, ela não faz nenhuma objeção quanto a cultura dos torcedores e seus “modos” de torcer.
    .
    .
    Se vai haver desvio de dinheiro e apropriação de bens indevidos, não tem nada ha ver com uma Copa do Mundo. Não acontece todo dia? Não acontece com qualquer fato ocorrido em qualquer lugar? Quem sabe o dinheiro gasto por deputados do Brasil inteiro com suas viagens pessoais já não seria suficiente para construir a arena do Grêmio. Quem sabe se o dinheiro poupado com os benefícios dos parlamentares não seria suficiente para adequar o Beira-Rio para padrões FIFA. Se isto acontecer, não justifica uma Copa do Mundo no Brasil com padrões FIFA?

  • 16. Luís Felipe  |  27/11/2007 às 15:13

    é evidente que não justifica. Não é por que um rouba que outros devem roubar mais. Sendo assim, se eu assalto um banco que me cobra tarifas caras, estou certo em pegar meu dinheiro de volta!

  • 17. fino  |  27/11/2007 às 15:16

    Deixa rolar a Copa!!!!!!

    Sem Copa, sem Fino Maravilha Choripan & Beer!!!!!

    Querem me ferrar??????

    ioadfgahufasuigsdausdfajhiosad

  • 18. alemao  |  27/11/2007 às 15:25

    arraã, o q te faz pensar q a fifa é imparcial? ela está para o futebol europeu assim como o edilson está para o parque são jorge…

    e segundo, nenhum parlamentar vai trocar sua “suada propina” para investir nos estádios, e sim vai ser td mais roubado e superfaturado, vai abrir um escoamento de dinheiro jamais visto em terras nacionais (e o q não faltam é exemplos). Assim de bate pronto, o q vai acontecer são os impostos aumentarem para suprir essa demanda pelo dinheiro com a desculpa de não podermos dar vexame pro mundo…já viu o q foi com o pan, um evento 50x menor…
    vai ser lindo, espero já ter mudado para o paraguai…

  • 19. alemao  |  27/11/2007 às 15:27

    ah, fora aturar o galvão até, no minimo 2014…já imaginaram o grau de demência q ele estará em 2013???

  • 20. Beto Borracho  |  27/11/2007 às 15:52

    O script da Copa já está escrito, é um PAN melhorado. O exercito nas ruas, meio-fios pintados de verde amarelo, cambistas vendendo ingressos falsos, 1 ou 2 italianos assassinados no Rio, a seleção da Alemanha conhecendo a quadra da Salgueiro, uma delegação assaltada em SP…..e no JN tudo maravilhoso, participações ao vivo da Fátima Bernardes e seus comentários sobre golf, mesas redondas em todos os canais, povo feliz, organização perfeita e estádios lotados. Até no Cristo eles vão colocar a camisa canarinho, que maravilha!
    O brasileiro é assim, não adianta, ele não acredita no que vê e sim no que os outros contam. Acredita que “derrubou” o Collor, que vendemos a Copa de 98 pra Adidas e que o PAN foi um sucesso. Mas como diz o mestre Galvão Bueno depois das pedaladas do Robinho: “é bom ser brasileiro”

  • 22. Felipe catarina  |  27/11/2007 às 15:58

    “as reformas são para atender padrões fifa, que não são os melhores padrões, pelo menos para o futebol sul americano. o fim das arquibancadas e frescuras européias”. Izabel, estoy enamorado. Brilhante. Claro que ninguém quer ir a espeluncas, mas não consigo imaginar um estádio de futebol como um shoppingzinho, teatrinho ou coisa parecida. Sim, quero melhores acessos, filas organizadas para comprar ingresso, segurança, arquibancadas limpas, banheiros limpos, etc., mas sem frescuras demais.

    Quanto à Fonte Nova, lembro de ter lido alguma coisa a respeito do relatório do sindicato na época na Agência Estado. Mas é claro que foi algo que repercutiu muito menos que as papagaiadas do Robinho e até a recente polêmica sobre quem é mais bonito (Kaká, Totti e Beckham), assuntos bem mais importantes na visão dos nossos colegas da grande imprensa. E daqui a pouco todo mundo esquece e deu, ninguém é culpado (acho que são pelo menos quatro culpados: governo da Bahia, Federação Baiana, CBF e o Bahia. Todos deveriam, no mínimo, indenizar as famílias das vítimas mortas e feridas).

    E engraçado que ninguém comenta o fato de que o Mineirão foi “eleito” o segundo pior pelo tal sindicato e vai receber Brasil x Argentina pelas Eliminatórias, depois de uma negociata entre Tancredo Neto e o Havelange Genro. É, tá foda. Abraços de Floripa, com sol de rachar convidando a uma cervejinha e camarão frito na beira da praia.

  • 23. alemao  |  27/11/2007 às 16:00

    beto borracho definitivo… um ser com alta sensibilidade social… voto em ti meu bruxo!

    faltou o galvão falar sobre o jogo das famílias…enquanto 60 mil almas gritam: ei, galvão, vai tomar no cu!

    agora pensando…seria legal, a união dos povos…alemães, croatas, iraquianos ao lado de ingleses e americanos e judeus gritando esse mantra sagrado dos estádios…

    além do mais, fazer uma mesa redonda do impedimento ao lado da towner do fino, discutindo a rodada da segundona gaúcha, sem dar a menor bola pra copa, seria interessante…

  • 24. Araã  |  27/11/2007 às 16:10

    Alemão, a FIFA não está nem aí para o que acontece no país. Ela só diz que a Copa do Mundo tem que ser assado e pronto, assim no Brasil, na Alemanhã ou no Turcomenistão. Se for diferente, não é Copa do Mundo. A roubalheira existe e, acredito, sempre existirá. Estou longe de crer que alguem vai deixar de ganhar sua propina suada para uma meia duzia ver futebol sentadinhos numa poltrona no estádio. Mas se ela cessar não é completamente aceitável uma Copa do Mundo? Não significa uma aproximação do conceito de país desenvolvido? Aliás, a Copa do Mundo não é a salvação, mas um fio de alegria.
    .
    .
    Além, a FIFA, em sua organização estrutural, é o ator internacional mais democrático que existe. TODAS as decisões passam por consenso de seus membros. Se ela está mais pro lado dos Europeus, não é por parcialidade.
    .
    .
    Repetindo para que fique claro: não adianta criticar a Copa do Mundo, se a roubalhera sempre existiu e sempre existirá em qualquer campo. Ela é só mais uma vítima deste tipo de (in)cultura. Além disto, acarreterá uma possibilidade de benefícios, dentre eles a transparência, meia dúzia de políticos desmascardos, melhorias estruturais para cidades-sede…
    .
    .
    Concordo com a parte do Galvão…

  • 25. Araã  |  27/11/2007 às 16:15

    “Além disto, acarreterá uma possibilidade de benefícios, dentre eles a transparência, meia dúzia de políticos desmascardos, melhorias estruturais para cidades-sede…” Sim, vivo no mundo da lua.

  • 26. izabel  |  27/11/2007 às 16:19

    alemão, só por curiosidade: o que vc quis dizer com “ela está para o futebol europeu assim como o edilson está para o parque são jorge”?

  • 27. izabel  |  27/11/2007 às 16:28

    Araã: confesso que não entendi nada do que vc falou em nenhum dos posts. mas isso aqui é particularmente interessante: “Além, a FIFA, em sua organização estrutural, é o ator internacional mais democrático que existe”. democrática como Cuba, por certo. há quanto tempo temos o mesmo presidente naquela instituição?

    Felipe: que bueno. 😉 sério, bom que vc tenha entendido o que eu quis dizer.

  • 28. alemao  |  27/11/2007 às 16:36

    izabel, quis dizer q a Fifa dentro da sua imparcialidade é tão pró futebol europeu qto o episódio do juiz edilson & seus jogos anulados foram para o Corinthians em 2005.

  • 29. izabel  |  27/11/2007 às 16:47

    ah, foi mal. pensava no edilson capeta.
    esse juiz aí eu já esqueci há muito tempo.

  • 30. Araã  |  27/11/2007 às 16:52

    Izabel, presidente eleito pelo voto com certeza. Se é reeleito a cada quatro anos, faz parte do estatuto elaborado pelos membros da organização. O fato é que não está lá pq chegou armado e tomou posse… O tempo de permanencia no poder não desqulifica o seu trabalho, basta lembrar do João Havelange…

  • 31. alemao  |  27/11/2007 às 17:17

    hehehe, Izabel esse edilson deve estar sorrindo em algum buteco das arábias…como ria aquela figura…

    ô Araã….assim tu ganha o PRÊMIO IMPEDIMENTO DE INGENUIDADE, meu rapaz…. ninguém é tão unânime em uma associação que fique um século presidindo-a…assim sendo, o havelange seria quase um santo…

    e sinto ser portador de más notícias, mas a democracia só existe no mundo utópico…na realidade ela não tem nenhum valor ante as negociatas & afins…

  • 32. alemao  |  27/11/2007 às 17:20

    ah, e Izabel, não esqueça dele, afinal lembrar dos conchavos passados é nossa única arma frente a política…

  • 33. Araã  |  27/11/2007 às 17:37

    até posso ser ingenuo ao teu ver, mas querendo ou não ela ainda está muito a frente de qualquer coisa que se diga democrática e organizacional. Nem a ONU consegue ser tão democrática. Mas levando em consideração em que o “ditador” não está apto a presidir, e que a instituição não é digna de administrar, quem botará ordem no futebol? Um congresso com o ministro dos esportes de cada pais interessado em participar de um torneio??? Acho que negar a FIFA é voltar as cavernas, o futebol não vai ser hoje como era na decada de 30. Sinceramente, não estou interessado em defender a FIFA, mas não entendo pq as criticas a ela…

  • 34. alemao  |  27/11/2007 às 17:47

    até concordo com o teu ponto de vista…ruim com a fifa, pior sem ela…esse teu exemplo é bem bom pra isso…mas da fifa se espera mais, no minimo imparcialidade…e depois o futebol internacional se tornou uma imensa lavanderia de dinheiro oriundo dos mais recantos mais sinistros, e ao q parece, a fifa gerencia a lavanderia…q por sinal quem iniciou foi o havelange…
    tem um livro do Eduardo Galeano q fala sobre isso, muito interessante…

    As criticas a ela são pq, embora cumpra seu papel mais simples, o faz de maneira escusa, e só…

    Pelo q representa, espera-se muito mais do q ganhar comissão da nike e da adidas…

  • 35. Lion  |  27/11/2007 às 18:18

    perfeito, cara… assino embaixo

  • 36. Fernando  |  27/11/2007 às 18:22

    “se eu assalto um banco que me cobra tarifas caras, estou certo em pegar meu dinheiro de volta!”

    Faz sentido!

    Gostei da idéia!

    Se eu fosse um Juiz, e algum assaltante usasse essa argumentação para justificar um assalto, certamente ficaria tentado a inocentar o sujeito!

  • 37. Araã  |  27/11/2007 às 18:36

    Claro, estar a frente de muita coisa não quer dizer que é o melhor. Historicamente, cifras de dinheiro se movimentam das maneiras mais obscuras, infelizmente o futebol virou uma ferramenta para isto. A nós, resta aceitar, sentar e chorar não adiante…

  • 38. dante  |  27/11/2007 às 19:36

    bá, delícia de comentários.

    CHAPADÃO, nem sei por onde começar. dsflkjdsfkljdsf

    mas acho que mando uma menção honrosa ao alemão pelo parágrafo:

    “além do mais, fazer uma mesa redonda do impedimento ao lado da towner do fino, discutindo a rodada da segundona gaúcha, sem dar a menor bola pra copa, seria interessante…”

    e pelo próprio fino, claro, gênio do marketing que já começou a propaganda de um produto que ele só vai lançar daqui a 7 anos. sdfdsfafdslk

  • 39. Titi  |  27/11/2007 às 20:51

    Mineirao –> BH –> Aecio Neves ——-> Isso explica!?

    So por isso Brasil x Argentina novamente la! POLITICA meu caro!

  • 40. Diogo - BH  |  27/11/2007 às 20:58

    Um estudo feito esse ano sobre 29 estádios brasileiros apontou a Fonte Nova como o pior de todos. E o segundo pior segundo o estudo é o Mineirão, que vai sediar Brasil x Argentina em junho. O estádio é tosco. Nâo tem condição de receber nem jogo do Camp. Rural, digo, Camp. Mineiro, quanto mais um jogo internacional. Tenho pena e admiração de quem freqüenta esse monte de concreto chamado Mineirão.

  • 41. Caue  |  27/11/2007 às 23:03

    Meu lado racional escreveria exatamente o mesmo texto que tu, Douglas. Mas aí eu vejo custos de obras como essas, em reportagem do O Globo:

    “Conselho da Justiça Federal (estimado em R$ 350 milhões), do Tribunal Superior Eleitoral (R$ 336,7 milhões) e do Tribunal Regional Federal (R$ 489,8 milhões).”

    E aí penso: se o único jeito de erguerem estádios decentes no lugar de pocilgas como o Olímpico é aguentar uma Copa (e olha que eu tenho nojo de ufanismo, Galvão, Globo e tudo mais), que seja.

    Nem que os estádios sejam construídos com 100% de dinheiro público. Se é pra eu pagar mesmo, prefiro um estádio do que a sede do Conselho de Justiça Federal, um colegiado de 10 marajás em Brasília que ninguém sabe para que serve.

  • 42. Gralha  |  28/11/2007 às 08:45

    Pessoal, quanta marcação. Isso tudo é re$ultado do progre$$o do Braziu.

    (depois pago os royalties à Nova Corja)

  • 43. Carlos  |  28/11/2007 às 09:04

    Sou contra a copa. Estarei muito velho pra comer alguma argentina até lá.

    O resto é o resto.

  • 44. Marcelo  |  28/11/2007 às 09:48

    Sou a favor da Copa. Ainda estarei na idade de comer argentinas.

    O resto é resto.

  • 45. Francisco Luz  |  28/11/2007 às 09:49

    Argentina o cara trova no verão. Sou a favor da Copa só se a Suécia ou a Dinamarca conseguirem a classificação.

    Senão, sou contra. kajhdas

  • 46. Douglas Ceconello  |  28/11/2007 às 09:52

    Finalmente argumentos convincentes contra e a favor da Copa. hhushsus

  • 47. Lila  |  28/11/2007 às 10:22

    “Sou a favor da Copa só se a Suécia ou a Dinamarca conseguirem a classificação.”

    Noruega, Alemanha e Inglaterra també, por favor.

  • 48. Bionda  |  28/11/2007 às 15:14

    Boa, Ube!

    Seguirei a linha.

    “Sou a favor da Copa, se a Argentina ficar no Rio.”

  • 49. dante  |  28/11/2007 às 16:32

    não entendi essa do “Estarei muito velho pra comer alguma argentina até lá”.

    TEM QUE TER IDADE PRA COMER UMA ARGENTINA? não me avisaram…

    o.O

  • 50. Lila  |  28/11/2007 às 16:34

    Deve ser porque chegaum momento em que “a pipa do vovô não sobe mais, a pipa do vovô não sobe mais, apesar de fazer muita força. o vovô foi passado pra trás…”

    gkfhdjhgl

  • 51. Bionda  |  28/11/2007 às 17:37

    Não terei esses problemas…
    Ainda serei inocente juvenil…

    (Mesmo que não fosse)

  • 52. Bionda  |  28/11/2007 às 17:42

    Nota: não, eu não tenho pinto.
    Foi só uma piada sobre a nossa tecnologia que é muito mais avançada.

  • 53. Lila  |  28/11/2007 às 17:47

    Mas, ainda assim, você quer comer umA argentinA? A gente pensa que conhece as pesssoas e vem uma declaração dessas. Quem diria, senhorita M., quem diria…

  • 54. Bionda  |  28/11/2007 às 17:50

    Ube, PELAMORDEDEUS!

    Eu quero é comer argentinO.

    Sim, comer.

  • 55. FERN  |  28/11/2007 às 20:32

    como sempre ótimo!

    o descaso com que a mídia fala do tema aqui na bahia só pode ser sacanagem pois eles pouco falam das vitimas e estão só falando em novo estádio, copa do mundo e afins…

    sobre a lamentavel demisão de Mano, nada:

    1ª opção: Jorge Perdomo do Defensor,
    que fez grande ano na libertadores e na sulamericana e deve finalizar sendo campeão do apertura 2007.

    2ª opção: Gerardo Dalto,
    do Danubio que foi campeão Uruguayo de 2007

    3ª opção: Beto Almeida pela boa campanha no Esportivo e pel sobrevida que deu ao Juventude este ano.

    só tentando reparar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: